Pedetistas se agrediram até com cadeiradas em reunião do partido

Foi bem pior do que contaram ao blog ainda na noite de ontem (19) a confusão entre pedetistas na reunião corrida na sede do partido.

Quando disse, “houve momentos em que quase chegamos às vias de fato”, nosso interlocutor, na verdade, escamoteava o que realmente aconteceu.

Os colegas de partido CHEGARAM às vias de fato.

Tudo começou quando o militante conhecido como Mãozinha, da Juventude do PDT, chamou Moacir Feitosa de moleque.

O histórico não gostou e partiu pra cima. Foi o filho dele quem tentou separar os dois quando o líder estudantil já ameaçava desferir um soco.

Daí pra frente ninguém mais sabe quem estava mesmo na confusão e quem fazia parte da “turma-do-deixa-disso”. Até cadeiras “voaram” pelo auditório, no qual estavam cerca de 30 pedetistas, dentre eles figuras como Clodomir Paz, Weverton Rocha, Julio França, Eduardo Telles, Chico Leitoa e Eurídice Vidigal.

O resultado de toda a confusão é que Julião Amin vai já neste domingo (22) a Brasília ter uma conversa reservada com Carlos Lupi, presidente da Executiva Nacional do PDT.

Aliados do ex-deputado dizem que ele volta de lá presidente do Estadual.

24 ideias sobre “Pedetistas se agrediram até com cadeiradas em reunião do partido

  1. Moaci feitora histórico de que? Carregador de mala do Cid. Rojas carrapeta Carvalho viveu no pode enquanto lhe foi conveniente mudou para o pdfara conseguir cargos comissionados depois babou Tadeu para garantir continuar histórico no pdf e Julião. Azia.rubem Brito os Teles… Moção e um oportunista mercenário louco para eleger alguma coisa mas não tem votos

  2. Camarada, não houve cadeirada. Estava lá e vi tudo.

    PDT MAIS VIVO DO QUE NUNCA

    Ao contrário do que possa parecer (e do que os seus adversários e competidores gostariam que fosse), a Assembléia Partidária realizada neste 19-1-12 na sede do partido, mostrou que o PDT está mais vivo do que nunca.
    O debate foi franco. As posições exaltadas. O amor ao partido foi a tônica dominante na maioria das falas.
    Mas, o que marcou mesmo, foi a reafirmação da figura do Governador Jackson Lago, de sua luta e de seus ideais.
    Mesmo os militantes, uma minoria, que expressaram discordância com o jeito de liderar de seu filho, o médico Igor Lago, antes de fazê-lo, referenciavam o legado humano e socialista do Governador Jackson. De forma que este foi o brado: JACKSON VIVE. E é em nome dessa figura histórica que o PDT se mobiliza, se agita.
    O desejo geral é o de realizar a Convenção Estadual.
    O Partido, depois de meses de trabalho exaustivo conduzido pelo Dr. Igor Lago, já se encontra com 50 Diretórios e 163 Comissões Provisórias, totalizando presença em 213 dos 217 municípios maranhenses.
    Lideranças mais idosas, mais vividas e mais experientes tomam agora para si a tarefa da conciliação e da concórdia entre grupos que legitimamente queiram dirigir o partido. O acordo de convergência está próximo.
    A direção nacional do PDT sabe, melhor do que ninguém, que o Maranhão é um caso à parte no panorama pedetista nacional.
    Aqui um homem probo, justo e honrado foi esmagado pelas forças da opressão, as mesmas que levaram Getúlio Vargas ao suicídio, que golpearam o Presidente João Goulart e isolaram o Governador Leonel Brizola.
    No panteão pedetista, o médico Jackson Lago, fundador nacional e estadual do PDT, está no mesmo patamar dessas extraordinárias personalidades políticas trabalhistas. A direção nacional sabe disso e, mesmo pressionada, resiste à tentação de trucidar o companheiro Igor Lago, filho de Jackson, e uma bela e agradável surpresa de jovem liderança que chegou para enriquecer o empobrecido ambiente político do Estado.
    Houve contendas. Houve desabafos. Houve brigas e uma imensa saudade num ambiente excepcionalmente democrático. A Convenção Estadual está a caminho.
    O PDT está mais vivo do que nunca!

  3. Nao houve nenhum tipo de agressao .e quem começou a chamar os militantes de muleque foi o filho de Moacyr .

  4. Rapaz, qdo leio essas lindas palavras do jovem Aziz Junior, fico k comigo a meditar… quanta demagogia barata. Filho de peixe tem que ser peixinho mesmo. Não deve ser boi… O que acontece é que esses que estão se degladiando agora, todos já foram filhotes um dos outros. Crias do finado Jackson. Eu fico me perguntando, por onde andam Telma Dinheiro, Adersin Lago, Dr. Edmundo, Luis Pedro, Wilson Carvalho, Aziz Velho e outros que exploraram tanto o governo de Jackson até cavar a sepultura dele???? Nem aparecem nessas discussões com medo de irem prá mídia e a PF acharem eles. Podiam ir pro sacrificio.

  5. Duas inverdades;
    1ª) O Ativista Político da Juventude Socialista PDT, Mãozinha, não chamou o Moacir Feitosa de “moleque”, colocou apenas em meio as discursões, que além do Diretório Estadual a nossa Capital não era diferente (sem comando), motivo que levou o Professor ao desequilibrio Total, apontando o dedo e em alto tom, dizia, (eu estou aqui todos os dias), esquece-se, o Professor, que a Legitimidade deixou de existir, desde quando venceu a Vigência do Diretório Municipal do PDT.
    2ª) A casa estava cheia, é natural que os ânimos aqueçam, também não é verdade mensurar que os que são contrários a Permanência do Dr. Igor Lago, estavam em minoria, é Legítimo afirmar que:
    a) Numa feia manobra, a “velha guarda”, tentou fazer a militância respaudar em Documento os seus anseios, o que a Juventude com suas Representações Imediatamente Rechassou.

  6. Amigo Jornalista você se refere ao companheiro Ulisses Fernando (Mãosinha) com um tom um pouco perjorativo, o Ulisses é um companheiro de luta da juventude do PDT e merece repeito, o partido PDT é uma sigla antiga e que tem história no Maranhão por ter sido um um divisor de águas aqui neste estado, como em todos as outras siglas existem as pessoas boas e as que só querem sugar e destruir com os ideais de democracia e liberdade politica que são criadas durante a história de um partido, eu não estive presente nessa reunião até mesmo porque eu não sou filiado ao PDT, mas sei que o companheiro Ulisses não ofende ninguém sem que tenha plena certeza de suas palavras, primeiro vamos apurar os fatos do que houve. O que esta faltando aqui no maranhão são meios de comuicação imparciais, e não esses que falam bem de quem paga melhor.

  7. Mãozinha né. Só poderia ser do grupo do Weverton. Esse […] desde à época da UMES. A corrupção no Brasil anda desenfreada por causa desses pilantras. Cadeia pra Weverton e Lupi!

    Comentário moderado pelo editor.

  8. Caro amigo, sugiro a você que antes de fazer uma matéria ouça os dois lados com imparcialidade para falar de A ou B, o Moacir é um histórico no PDT (segundo você), mas a luta do Ullisses Mãozinha no PDT é muito mais árdua, enquanto esses “históricos” só queriam saber das lentes das câmeras quem estava na luta, nos interiores pregando cartaz, passando fome, balançando a bandeira do 12, montando palco para que os “históricos” pudessem subir e dizer o que “fizeram” era limitantes como o mãozinha que proporcionaram esse direito… Pasmem, quando chega o momento de emitir a opinião sobre o futuro do partido que o mesmo dá a vida, é tachado de baderneiro, moleque e sabe-se mais o que irão inventar… O companheiro mãozinha tem o meu respeito, admiração, apoio e eu teria feito o mesmo desabafo que ele fez, porque eu sei que ele só externou o nosso sentimento… Porque os históricos não estavam com Dr.Jackson, quando ele precisou? Só estavam, enquanto ele tava no poder? Porque será que estão brigando pelo comando do partido? Ah, são os amigos do poder e não do PDT… Brizola vive, Jackson vive… E a nossa luta continua, parabéns Mãozinha, por defender um patrimônio que é nosso…Viva a juventude PDT!!!!

    • Está dado o seu recado. Mas deixe que do meu blog – e de como produzir as matérias que publico nele – cuido eu…

    • Bando de picaretas, só militam à base do dinheiro. Um monte de analfabetos, é só ver a escrita. Gilmárcio, Maõzinha, Ari Locutor, Ivaldo Rodrigues, e por aí vai…

  9. Caro Jornalista,

    Tendo em vista matéria publicada em seu blog venho esclarecer o que segue:

    1. Em nenhum momento foi jogado cadeiras ou outro objeto durante reunião realizada na sede do PDT;
    2. Como também, em nenhum momento agredi ou tentei agrdi o ex-presidente do Diretório do PDT de São Luís, Professor Moacir Feitosa;
    3. Ao contrário, fiz críticas normais a sua atuação enquanto presidente e para minha surpresa, fui chigando em varios momentos pelo proprio Moacir Feitosa e seu filho Roberth, que deveria se comportar como militante, pois, estava numa reunião aberta ao público e deveria entender que seu pai como homem público está sujeito a sofrer críticas;
    4. Reforço as minhas críticas, que aliás é da maioria dos fliados de São Luís. Moacir Feitosa sempre se posicinou de acordo com seus interesses. Tanto é assim que em 2008, após ser derrotado em conveção por Clodomir Paz, Moacir aderiu a candidatura do Prefeito João Castelo do PSDB, inclusive tendo sido Secretário de Educação deste. Um claro exemplo de infidelidade partidária!;
    5. Não menos grave é o fato do PDT em São Luís não ter um projeto próprio, um rumo a seguir. Este é o legado da gestão Moacir. Esta é a crítica que incomoda;
    6. Por fim, reafirmo que como militante e fialiado a Juventude do PDT continuarei na luta e participarei dos debates. Debates que espero sejam de nível e com pessoas preparadas para receber críticas.

    Agradeço o espaço a vc companheiro por nos deixar esclarecer as inverdades que estão por traz desses fatos, e mostrar quem são os verdadeiros arruaceiros do PDT.

    São Luís (MA), 20 de janeiro de 2012.

    ULISSES FERNANDO (MAOZINHA)
    Membro da Executiva Estadual da Juventude do PDT

  10. Mãozinha tem razão. Estive no Litero na ocasião da Convenção em que escolheria o Prof. Moacir ou o Dr. Clodomir Paz para ser o candidato do Partido. Aquele que ganhasse esqueceria daquela disputa, que, diga-se de passagem, nem deveria acontecer, e partiria pra fazer o Prefeito de São Luis, todos juntos, com chance de vitoria, já que o Governo do Estado era do PDT. Seria a primeira vez que teriamos um Prefeito da capital e um Governador do estado do PDT. Mas Jackson e sua trupe resolveram apoiar canditato de outro partido, traindo o PDT e sua militancia aguerrida. Acho que o final dessa historia, São Luis e o Maranhão assistiram. Se o dr. Clodomir for escolhido para dirigir o municipal, será até uma questão de justiça.

Comentários encerrados.