Agiotas tinham 37 talões de cheques em branco

Miranda (no centro, de braços cruzados) portava os cheques em casa

No bojo da Operação Detonando, que elucidou o assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá, a Polícia Civil apreendeu nada menos que 37 talões de cheques de Prefeituras, todos assinados e em branco, na casa do agiota José de Alencar Miranda Carvalho, o “Miranda”, de 72 anos.

Miranda é pai do agiota Gláucio Alencar, apontado pela polícia como chefe da organização criminosa.

Segundo os investigadores, todos os talões apreendidos levam as assinatura de prefeitos maranhenses.

Ainda não foram reveladas as identidades dos gestores, que também devem ser incluídos nas investigações decorrentes da deflagração da Operação Detonando.

Após a apreensão e registro, os cheques foram encaminhados ao Instituto de Criminalística (ICRIM) para perícia.

16 ideias sobre “Agiotas tinham 37 talões de cheques em branco

  1. Todo mundo sabe destes agiotas.
    Glaucio Amencar
    T… … da Desembargadora
    Pacovam Ze Doca
    H… da Euro Representacoes
    Deputado e Ex Governador
    W… da W… Veiculos e Postos
    A policia so nao prende se não quiser, todos compram as verbas com desagio de 30 a 40%.
    todos tem Ramificacoes com o crime organizado, é só colocar a Policia em Ação.
    Esse Jr Bolinha é cobrador do M…, levou 2 tiros no araçagy meses atrás durante uma cobranca para o deputado.
    Uma lastima…
    Uma vergonha….
    Usurpam, roubam, matam e nada acontece.

    Nota: comentário editado pelo moderador

  2. SERÀ MEU DEUS QUE NAO TINHA UM CHEQUINHO DA RAPOSA-MA? AS EMPRESAS DE JUNHO BOLINHA TRABALHAVA PARA A PREFEITURA DE RAPOSA.

  3. No blog do Luís Cardoso ele diz que só da prefeitura de Bacabal foram encontrados mais de 4 milhões de reais em cheque nas mãos dos agiotas, agora se sabe porque Bacabal não evolui, tá toda vendida aos bandidos. O tal Lisboa entregou toda a renda da cidade aos agiotas e com certeza é com essas neciatas que ele tá comprando tanto gado.

  4. O que se deve acabar de vez é com essa história de que o assassinato foi um atentado à democracia, ao direito de expressão. Parem com isso. A motivação foi pessoal, direcionada contra a pessoa do Décio, fosse ele jornalista, advogado, engenheiro ou desempregado. A morte teve como motivação a vingança e talvez possível tentativa de extorsão por parte do jornalista. Parem com isso!!!

  5. Gilberto porque a polícia não divulga o nome destes gestores pra população saber que são eles?

  6. Com certeza o de Pindaré, Henrique Salgado, tá neste bolo porque tem negócios com Gláucio Alencar. O município comprava até 2010 merenda escolar de uma empresa idônea que ganhava as licitações normalmente e em 2011 o prefeito Henrique Salgado resolveu anular a licitação já ganha pela empresa que vendia e direcionou pra empresa de Gláucio Alencar, argumentando um probleminha de erro no texto da licitação. O problema é que o prefeito pegou dinheiro com Gláucio que além disso lhe garantia uma certa blindagem de investigações da PF caso isso chegasse a acontecer.

  7. O daqui de Sta Luzia do Paruá, o Nilton Ferraz, também está enrolado até o pescoço com estes agiotas e por conta disso ele não esta conseguindo governar o nosso município. Teve até que decretar estado de emergência tomando por base a “seca”. Só que aqui choveu normalmente como pode ficar facilmente comprovado em um blog local. O esquema de agiotagem funciona por conta de um grande débito que o Nilton tem com um agiota muito conhecido aqui da região, o PACOVAN. O esquema para o pagamento desta dívida era que a prefeitura teria de comprar de uma empresa ligada a ele, PACOVAN, FUTURAMED. O restante do saldo da compra, que era muito superfaturada, era repassado ao agiota por conta do pagamento do empréstimo que o PACOVAN fez ao NILTON. O dinheiro vinha da farmácia básica e por conta disso a PF já vem investigando este esquema, que envolve outras prefeituras como a de Zé Doca, já desde o ano passado, como foi noticiado pelo blog do Luis Pablo. Como se não bastasse esse débito com o PACOVAN, o prefeito Nilton deve também a vários empresários daqui da cidade, entre eles o senhor de Zequinha para quem ele deve por volta de de 600 mil e isso é só o saldo da campanha como o próprio empresário já falou pois o bruto ele já vem pagando desde sua primeira eleição há 8 anos atraz. Além deste Zequinha, ele deve também vários outros entre eles o Jonas da Águia motos. Este tem o costume de colocar os cheques que são devolvidos em uma vitrine que ele chama de QUADRO DE VELHACOS. Lá já esteve um cheque da prefeitura de Sta Luzia do Paruá que foi motivo de uma pequena briga entre os dois até que o cheque fosse retirado mesmo sem que o Nilton tivesse pago pelo cheque. Se a polícia realmente estiver interessada em descobrir isso é bem simples. Ligue para um telefone aleatório em nossa cidade que qualquer cidadão sabe disto que eu estou te contando.