IMORALIDADE! TCE cria auxílio-moradia a conselheiros

tceO Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão decidiu, em sessão realizada no fim do ano passado, aprovar e editar resolução na qual institui o pagamento de auxílio-moradia a todos os conselheiros, conselheiros-substitutos e membros do Ministério Público de Contas.

O novo penduricalho, segundo documento obtido com exclusividade pelo titular deste blog, é igual a 15% do valor dos subsídios de cada um dos contemplados e creditado nas contas deles juntamente com a remuneração mensal.

Apesar de ter sido aprovada no dia 5 de dezembro de 2012, a resolução, como diz seu próprio texto, já produz efeitos desde o dia 1º daquele mesmo mês. Não há notícia de que haja algum dos beneficiados que não tenha residência fixa em São Luís, sede da Corte de Contas.

Se não é ilegal – e a quantidade de dispositivos legais que embasam a resolução faz crer que não é -, a medida é, no mínimo imoral, e precisa ser revogada imediatamente.

Seria uma ótima oportunidade para que o TCE, e seu presidente, o conselheiro Edmar Cutrim, iniciassem um debate que levasse à extinção do auxílio-moradia também na Assembleia Legislativa.

____________________Leia mais

Deputados que moram em São Luís recebem auxílio-moradia da AL


11 ideias sobre “IMORALIDADE! TCE cria auxílio-moradia a conselheiros

  1. Caro Leda,
    E ainda falam que o maranhão é o estado mais pobre da federação.
    Na verdade é o estado que possui os maiores corruptos.
    Um abraço

  2. Gilberto,
    Seria essa a única IMORALIDADE do TCE?. Com a palavras alguns prefeitos, isto é, se tiverem coragem.

  3. Há de se consignar que pode até haver algum resquício de respaldo legal para estruturação desse engodo, mas será que é moral a utilização de recurso público para essa finalidade, ante a necessidade e o efetivo interesse público de nossa população tão sofrida?
    Simplemente absurdo!!!

  4. Esse TRIBUNAL DE FAZ DE CONTA, é tão inexpresivo que não faz falta e parece até não existir. A gente só houve flar nele quando resolvem reprovar contas de prefeitos relapsos, ou corruptos, que nunca dá em nada. Quando não é em noticias dando conta que seus membros estão se beneficiando de algo, como agora. Também vejam o requisito o mérito e como são colocados os seus membros.

  5. Caríssimo Gilberto Leda,

    Onde está tendo uma farra de penduricalhos é na procuradoria de justiça do Maranhão, pois lá a “Reserva Imoral” está comprando férias desordenadamente, começou pagando um tal de “PAI”, que dobra o salário de alguns dos membros da instituição; turbinou o auxílio-alimentação de R$ 750,00 para R$ 2.500,00 e agora, como se não bastasse, fala em criar um inusitado auxílio-saúde.

    Dessa forma tem procurador de justiça que só com as vantagens já incorporadas irá receber a quantia astronômica, neste mês, de até R$ 60.000,00. Pasmem senhores leitores!!!

    Registre-se, que na PGJ-MA o cofre há muito tempo vive de porta aberta para um grupelho de correligionários da procuradora-geral de justiça. Uma imoralidade sem precedentes! Enquanto isso, nós os funcionários que ralamos bastante estamos mendigando o nosso tão sonhado reajuste do plano de carga de salários. Uma humilhação!!!

    • Tenho notícias disso já… mas ainda apurando melhor, para evitar danos à imagem de quem não tem nada que ver com a história

  6. INTERESSANTES; ESSES POLITICOS […] QUE FICAM ACUMULANDO RIQUESAS SURRUPIADAS, ENQUANTO DEVERIAM INVESTIR EM PROL DO DESENVOLVIMENTO DOS MENOS FAVORECIDOS; UM DIA IRAO PRESTAR CONTAS DIANTE DO SUPREMO JUIZ: ESSE SIM, NAO SERÁ COMPRADO E NADA FICARÁ ESCONDIDO DIANTE DOS SEUS PODEROSOS OLHOS.

Comentários encerrados.