Eliseu Padilha afirma que PMDB disputará a Presidência em 2018

O ex-ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, apoiou durante a convenção estadual da Juventude do PMDB, o nome de André Campos para a disputa das eleições de 2016 em São Luís.

Na oportunidade, ele afirmou que a legenda terá de trabalhar para fazer do então superintendente da Funasa no estado, prefeito da capital, e destacou que o projeto do partido é obter candidatura própria em todas as capitais do país.

Em seguida, Padilha, que na semana passada deixou o governo Dilma Rousseff (PT), afirmou que as eleições de 2016 servirão como passaporte para que o partido alcance a Presidência da República em 2018. Confira o vídeo acima.


Uma ideia sobre “Eliseu Padilha afirma que PMDB disputará a Presidência em 2018

  1. PRA VIRAR ESSE JOGO SÓ TEM UM NOME, É A EX GOVERNADORA. SE ELA ACEITAR O DESAFIO, SERÁ ELA A FUTURA PREFEITA DE SÃO LUIS.

    Bravos e bravas, não podemos negar da importante missão de André Campos na sua passagem como diretor do DETRAN, da mesma forma, não podemos negar a importância do mandato parlamentar que vem sendo desempenhado pelo Vereador Fábio Câmara no parlamento ludovicense.

    Agora, bravos e bravas o PMDB não está sendo inteligente, o eleitor de São Luís não está satisfeito e anseia por uma gestão forte, competente e capaz de fazer uma revolução de desenvolvimento, transformando essa cidade em imensos e essenciais canteiros de obras que correspondem os interesses da população, e o PMDB tem esse nome que com todo respeito aos citados, mas para virar esse jogo só a EX GOVERNADORA ROSEANA. Bravos e bravas, na hora que ela aceitar ou se aceitar esse desafio, ela já sai de 25 a 30% nas pesquisas. Alguém pode questionar o porquê que até então ela não pontua esses números, claro, até então ela não se manifestou. Não estou exagerando, os analistas políticos mais conscientes e imparciais sabem disso. Bravos e bravas, não adianta discutir, se a EX GOVERNADORA aceitar esse desafio, não tem EDVALDO, não tem ELIZIANE e nem CASTELO. Agora se o PMDB indicar outro nome, dificilmente o cenário político vai dizer não à reeleição do PREFEITO EDVALDO.

Comentários encerrados.