SES vai escantear hospitais de 20 leitos: “pouco resolutivos”, diz Pacheco

marcos_pachecoO secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco (PDT), revelou na semana passada, em entrevista exclusiva ao Blog do Gilberto Léda, que os hospitais de 20 leitos, construídos pelo Governo do Estado na gestão Roseana Sarney (PMDB) e entregues às prefeituras municipais, não estão entre as prioridades da pasta.

Segundo ele, essas unidades pouco ajudam a rede estadual de saúde e, por isso, o recurso disponível tem sido direcionado a hospitais regionais.

“São pouco resolutivos”, disse ele.

A declaração vem exatamente no momento em que alguns prefeitos começam a reclamar de atrasos nos repasses do Estado para as secretarias municipais para o custeio dessas unidades. Em Palmeirândia, por exemplo, já não são enviadas verbas há seis meses.

“Quando a gente tem escassez de recursos e grandiosidade de problemas, a gente tem que trabalhar com planejamento de prioridade. Nesse sentido, aquilo que a gente está priorizando hoje é inauguração dos hospitais regionais, porque eles são resolutivos”, revelou Pacheco.

Citando o exemplo da cidade de Pinheiro – e garantindo que “mais de dois terços das ambulâncias daquela região que vinham para São Luís, não estão vindo mais”, depois da inauguração do Hpospital Dr. Jackson Lago -, o pedetista justificou o motivo da escolha do Governo do Estado.

“Em vez de você estar dispersando os recursos em pequeninos hospitais, que são pouco resolutivos, apenas recebem o paciente encaminham para cá [para São Luís], é melhorar concentrar o recurso e abrir um hospital que seja resolutivo, que retém o paciente, diminuindo a pressão sobre o sistema de São Luís e deixando o paciente perto da família dele”, declarou.

Ele alegou “escassez de recursos” para que a SES tenha feito a opção por priorizar os hospitais de maior porte.

“Infelizmente, pela escassez de recursos, nós temos que priorizar. E a prioridade é concentrar recursos nos hospitais que sejam resolutivos, ainda que sejam municipais. Ele pode até ser municipal, mas ele tem que ser resolutivo. É muito difícil a gente deslocar recursos para um equipamento de saúde que não seja resolutivo, porque você acaba fazendo mais do mesmo e não tendo o resultado esperado. Então, hoje, todo o pouco recursos que nós temos, estamos concentrando na inauguração dos hospitais regionais”, completou.

Resta saber como reagirão os prefeitos, que já viram o valor da ajuda de custeio mensal cair de R$ 100 mil para R$ 70 mil e ainda convivem com atrasos.

21 ideias sobre “SES vai escantear hospitais de 20 leitos: “pouco resolutivos”, diz Pacheco

  1. Eu não gosto de Ricardo Murad, mas tenho que admitir na época dele as UPAS funcionavam com razoável eficiência, hoje são poucos funcionários quase não tem material e os poucos funcionários estão com salários atrasados nem vale transporte para irem trabalhar, estão trabalhando sem vínculo empregatício porque a ICN teve o contrato (acertadamente) suspenso e o governo só os paga quando quer, só espero que o seu Flávio Dino não esqueça que em 2018 tem eleições e espero que a população devolva a “gentileza” a ele.

    • Maria esse é o governo da mudança….para acabar tudo que o governo anterior entregou nas mãos desse sucateadores de saúde do povo, pois tínhamos um grande Gestor na Saúde pública do nosso Maranhão..Ricardo Murad, esse sim sabe trabalhar

  2. Pingback: O fim dos hospitais de 20 leitos… – Tuntum Verdade

  3. Gilberto , discordo totalmente com o comentário do sec Marcos Pacheco, ou então ele não conhece a real situação do funcionamento do hospital do hospital de Pinheiro, lá diferente do que diz o secretário, a resolutividade é quase nenhuma, as ambulâncias ( pelo menos a de Pinheiro) continuam trazendo pacientes pra São Luís, na realidade o hospital parece mais uma UPA com algumas cirurgias efetuadas por médicos (sem titularidade de cirurgião ) atendendo mais interresses políticos do que a regulação , que sempre diz que não tem leito, ou qd liberam já tivemos que encaminhar o paciente para São Luís. O corpo técnico não é compatível com um hosp. de alta complexidade: cirurgiões sem titularidade, uti sem intensivistas, diretores sem curso de administração hospitalar …., só para se ter uma ideia foram 38 óbitos em 45 dias, e ultimamente piorou nem matérias básicos para procedimentos dispõe . O que era pra melhorar a saúde da baixada piorou, pois não atende às demandas e faliu o hospital municipal de Pinheiro pela sobrecarga. Abs filuca

    • Excelente comentario…
      Marcos Pacheco so entende de atencao basica, pois alta complexidade por ele morre todo mundo..
      Alem disso tudo que vc falou, os medicos estao com salarios atrasados e esse Instituito Acqua saindo entra a tal EMSErH que eh uma bagunça total…
      Fora Marcos Pacheco…

    • E o que a Prefeitura de Pinheiro está fazendo pra melhorar a saúde pública do município? Ou ela não tem nenhuma responsabilidade sobre a questão? Do jeito que o prefeito fala ele parece que é de oposição na cidade que administra.

  4. Pingback: » Então, vão fechar os hospitais de 20 leitos quando se precisa de leitos!!!

  5. Pingback: Então, vão fechar os hospitais de 20 leitos quando se precisa de leitos!!! | Ame Sua Cidade

  6. Gilberto, vc ja viu o pedido de socorro que os funcionários da B. Leite estão fazendo pelo Face? O negócio ta tão crítico de uma forma que o apelo partiu dos funcionários que são contratados! Se a coisa estivesse, pelo menos “dando pra passar”, os contratados estariam quietos, preservando os empregos.

  7. Pingback: ADEUS UPA DE 20 LEITOS | Blog FLÁVIO AIRES

  8. Pingback: Marcos Pacheco diz que não lembra de entrevista ao blog; ouça áudio na íntegra | Gilberto Léda

  9. É o governo da mudança pessoal!!!! Mudamos p pior!!! Hj a morte dos doentes é um alívio p famílias quanto p pacientes q sofrem com esse governo do descaso !!! Triste fim do Maranhão comunista q escolhemos!!!!!!

  10. Verdade o que o prefeito falou, ambulanciascchegando a toda hora de Pinheiro
    Ele engana Flavio Dino, com essa embromação de atenção básica
    Ele está é colocando os deles na saúde , o resto que se exploda

  11. Pingback: Agora lascou! Governo do Estado vai fechar sim, 43 hospitais no Maranhão | O polêmico

  12. Pingback: LAMENTÁVEL: Governo do Estado vai fechar sim, 43 hospitais no Maranhão – Blog do Garreto

  13. É a Besta Fera do Flávio Dinossauro esculhambando ainda mais o Estado. Besta Fera, pega teus asseclas e vai gozar a praga do comunismo lá na Coréia do Norte, aqui só serve para sua masturbação sociológica.

  14. Pingback: Hospital de Pinheiro não evita “procissão de ambulâncias” a São Luís | Gilberto Léda

  15. Pingback: Hospital de Pinheiro não evita “procissão de ambulâncias” a São Luís | Blog do Vandoval Rodrigues

  16. Pingback: Aliado diz que Flávio Dino parou de pagar hospitais de 20 leitos | Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *