EXCLUSIVO! Veja a carta deixada por delegado que se matou em Teresina

cartBlog do Gilberto Léda publica agora com exclusividade, a carta deixada pelo delgado Alex Aragão – que respondia pela Delegacia de São Raimundo das Mangabeiras -, antes de se matar num apartamento em Teresina (reveja).

exclusivoEscrito de próprio punho, o relato explicita o que ele considerou como os motivos para tirar a própria vida com um tiro na boca: perseguição, em virtude da sua remoção de Coroatá para São Raimundo das Mangabeiras, e a distâncias dos dois filhos autistas.

A carta foi escrita em um página de uma agenda pessoal do delegado, no dia 8 de janeiro, uma sexta-feira, exatamente a data em que os investigadores acreditam que ele cometeu o suicídio. Algo que foi escrito no dia 9 está encoberto por fita gomada, assim como um nome na primeira linha de texto.

“Me despeço dessa vida porque não aguento mais a perseguição que recai sobre mim desde que surgiu o problema com advogado de Coroatá. […] Me envolveram em uma armação política”, escreveu.

A mensagem é direcionada à mãe, aos irmãos e aos filhos, de quem ele dizia ter sido afastado. “Que depois de hoje isso não se repita […]. Me tiraram da convivência dos meus filhos”, completou.

Ele deixou também um recado à Associação dos Delegados de Polícia do Maranhão. “Quero que a associação interceda por mim pelos direitos dos meus filhos”, pediu, antes de finalizar agradecendo a Deus por ter dado a ele a oportunidade de ter sido delegado.

________________Leia mais

“Fui muito prejudicado”, relatou delegado antes de se matar

11 ideias sobre “EXCLUSIVO! Veja a carta deixada por delegado que se matou em Teresina

  1. Pingback: Atual7

  2. deus tenha em um bom lugar, mas essa atitude e de fracos, não se justifica uma atitude tão radical, deveria pensar em seus filhos antes de cometer tal atitude, mudar de município e corriqueiro entre delegados de carreira, usar isso para atingir o governo e de uma idiotice sem tamanho.

  3. A PIOR DOR,SOFRIMENTO E ANGUSTIA QUEM COMETERA AOS FILHOS.PAIS.ESPOSA EM FIM A TODA FAMILIA FOI O PROPIO DELEGADO COMETENDO SUICIDIO SE É QUE ALGUEM OS SEQUESTROU E OBRIGOU-LHE A ESCREVER ESSA CARTA PRA TENTAR ATINGIR ALGUEM,AFINAL NESSE MARANHAO TUDO ACONTECE,

    • Perseguição?

      O delegado foi removido por conveniência da administração, em decorrência de uma desinteligência com um advogado. Isso é normal no serviço público.

      Agora, tudo deixa crer que o mesmo estava acometido de um grave problema de saúde, ao que parece, depressão, para recorrer ao gesto extremo, tirando a própria vida. Lamentável.

  4. Pingback: Delegado deixa ultimas palavras em agenda antes do suicídio | Blog FLÁVIO AIRES

  5. SOU INVESTIGADOR DE POLICIA DE MG, HOJE APOSENTADO, JÁ PASSEI POR ISSO, QUANDO O PROFISSIONAL E PERSEGUIDO PELOS SUPERIORES , OU POR SABER COISAS QUE PODE MOSTRAR A SOCIEDADE COM QUEM ESTÃO LIDANDO, VOCÊ SE TORNA ALVO DE TODOS, TENTAM DE TODAS AS FORMAS DENIGRIR SUA IMAGEM COM OS COLEGAS, NA ÉPOCA DIGO EM 02 DE SETEMBRO DE 1993, PENSEI EM FAZER ISSO; MAS DEUS TIROU ESSES PENSAMENTOS DA MINHA MENTE, HOJE SOU CRISTÃO, AJUDO OS QUE NECESSITAM, JESUS CRISTO ME DEU ESTA MISSÃO; SOU GRATO A DEUS, QUE JESUS CRISTO ABENÇOE A TODOS QUE TENTARAM E OS QUE CONSEGUIRAM ME PREJUDICAR, TODOS NÓS SOMOS OBSERVADOS POR DEUS, NADA E ENCOBERTO.

  6. Que o Pai em toda a Sua misericórdia o perdoe em razao do ato extremado.
    Lembro-me do também colega Delegado ainda 2002 que recorreu ao suicídio em face de um profundo constrangimento que tivera passado diante de um ato que se jugou injustiçado(nao me recordo), mas tão logo li uma missiva dele num jornal local(cidade do interior) tentei entrar em contato a fim de me solidarizar e me colocar a disposicao, mas ele já não estava mais frequentando o DP e dias depois a notícia nefasta.
    Tivemos, também recentemente remoçoes noutras cidades do interior e na capital sem qualquer justificativa, senão indícios de interesses outros que nao o coletivo.
    Volto a rogar a ADEPOL que tome todas as providências necessárias em torno dos fatos e de preferência que convoque uma Assembléia Geral a fim de a classe decidir essa tao grave questao,sempre em tom técnico, pois basta do que estao fazendo na pasta da SSP em matéria de uma profunda politizacão das decisões, é o que temos sentido.

  7. Ele certamente sofria de algum problema de ordem psicológica.. e escreveu a carta apenas apontando uma justificativa que só tinha sentido na cabeça dele. Pena da esposa, pais e filhos… Agora, à luz do cristianismo, essa alma não terá salvação! Que tristeza!

  8. Será que ninguém viu isso ai! A carta foi escrita por uma pessoa. E o encerramento por outra.
    Confira as diferenças das letras, nota-se que no começo foi escrito com calma, e o final por uma pessoa nervosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *