Deputada denuncia descaso na saúde e rebate suplente Marcos Caldas

andreaA deputada Andrea Murad (PMDB) fez nesta segunda-feira (17) uma série de denúncias na área da saúde. A parlamentar, que é membro da Comissão de Saúde, destacou sobre os casos de microcefalia no Maranhão e no Brasil, há um ano em evidência no país.

“O que tem me causado revolta, indignação, é o fato do serviço de assistência aos bebês e mães dos bebês com microcefalia ocorrer de forma precária. O centro de referência foi inaugurado, mas de referência não tem nada. Equipamentos de exames não funcionam, alguns aparelhos quebrados, o programa travessia, segundo os denunciantes é uma van e um carro popular, um gol, para atender cerca de 60 municípios”, denunciou.

Outra grave denúncia da deputada, foi sobre possíveis mortes por falta de oxigênio no hospital Getúlio Vargas. Andrea Murad ouviu relatos do problema no sistema de abastecimento à UTI e disse que pedirá explicações à Secretaria.

“De quarta, no feriado, até sábado, o Hospital Getúlio Vargas viveu momentos de terror, ocorreram 8 óbitos. Só na quinta, foram 5 mortes. Causa das mortes? Falta de oxigênio. O que nos passaram é a incapacidade do sistema que fornece o oxigênio para os 16 leitos de UTI. E foi aquela correria. Médicos em desespero para transferir pacientes. Mais uma vez, vou pedir que a Central de Regulação leitos nos informe sobre a transferência de pacientes entre quarta e sábado e que nos forneça informações conforme relata o sistema, que deve constar lá: leitos bloqueados por falta de oxigênio. São 16 leitos de UTI. 8 pacientes mortos em 3 dias por falta de oxigênio, e a direção do hospital está agindo como se nada tivesse acontecendo. Isso precisa ser investigado, isso precisa ser esclarecido, isso precisa ser solucionado imediatamente”, disse a deputada.

A parlamentar ainda rebateu o suplente de deputado, Marcos Caldas, que vem defendo o governo e promovendo verdadeiros ataques desnecessários aos deputados de oposição. Andrea Murad também citou as várias denúncias que pesam contra Marcos Caldas, que ficou conhecido nacionalmente quando foi governador interino do Maranhão e os possíveis envolvimentos com assassinatos e agiotagem.

“Vossa Excelência fala tanto em Polícia Federal, mas deveria estar preocupado em se explicar à PF sobre seu envolvimento na morte de uma jovem, no Piauí, sobre seu envolvimento em agiotagem e até aliciamento de menores. É isso que tem que estar preocupado. Não é nem digno de estar nesta Casa. Foi citado em investigação de homicídios. Eu não tenho medo e não me calarei. Tá aqui porque é um pau mandado e Flávio Dino só demonstra o tipo de governador que é, que bota um deputado da sua laia para defender o seu governo. Um deputado medíocre, de baixo nível, de baixo calão que não merece atenção de nenhum deputado desta Casa. E por isso, logo logo, estará fora daqui porque nem mandato tem”, rebateu a parlamentar.

2 ideias sobre “Deputada denuncia descaso na saúde e rebate suplente Marcos Caldas

  1. Gilberto,
    Narraste essa história com muito eufemismo… Recebi o vídeo e os áudios desse “debate”: triste e lamentável… Baixíssimo nível, de ambas as partes… Estamos vivendo um momento de muito desequilíbrio e destempero das pessoas como um todo… Momentos esses que abrem espaços para que caiamos em conversas de pessoas “equilibradas”…; Equilíbrio: Me lembrei do exemplar “equilíbrio” do Eduardo Braide, tomara que não seja o mesmo “equilíbrio” que tinha o também Eduardo (Cunha)- que na verdade era frieza…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *