Litorânea e Holandeses serão vias de mão única em São Luís

avenidas

O governo Flávio Dino (PCdoB) vai transformar as avenidas dos Holandeses e Litorânea em vias de mão única – cada uma em um sentido.

O trecho que será afetado pela mudança vai do retorno do Comando Geral da Polícia Militar até o Araçagi.

Para isso, o comunista assina hoje (28), às 14h, contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal (CEF), destinado à execução da primeira etapa do projeto.

O objetivo é promover intervenções nas duas avenidas para garantir a mão única e a implantação de um BRT.

A Avenida dos Holandeses fluirá no sentido Calhau/Araçagi; e a Litorânea no sentido contrário.

Para efetuar a mudança nas duas vias deve ser feita a complementação da obra de extensão da Avenida Litorânea, além da modernização de um trecho da Avenida Colares Moreira e ruas do entorno.

A ideia de estabelecimento de mão única nas avenidas dos Holandeses e Litorânea foi proposta no ano passado pelo deputado Júnior Verde (PRB) e já naquela época causou polêmica (reveja).

25 ideias sobre “Litorânea e Holandeses serão vias de mão única em São Luís

  1. Gente, as duas avenidas têm comprimento diferentes – a Litorânea é menor que a Holandeses… Isso, a princípio, deveria ser somente um teste… Caso desse certo, aí, sim, deveria ser algo definitivamente a ser implantado.

  2. Creio que o mais certo seria abrir novas avenidas, mas não acredito que Edivala ou FD tenham pulso para tanto, como uma Via Expressa dessas de Roseana. E cadê os viadutos do Calhau e da Forquilha??? Esse tipo de intervenção não passa de paliativos. É pegar o problema daqui e jogar pra lá. Gasta-se muito e pouco resolve, mas a propaganda é a alma do negócio e os bestas que votaram na reeleição de É deH vão acabar votando em Flávio Dino em 2018. E os funcionários públicos continuam sem suas correções da inflação. Num um realzinho de aumento pros servidores.

  3. Gilberto quero saber se eles vão conseguir indenizar todas as empresas e casas irregulares ao longa da litorânea isso e uma obra pra 20 anos em diante tudo balela e conversa fiada deste governo comunista

  4. Tá tudo errado…quem remédio que definir isso é a prefeitura, é atribuição dela previsto no está tudo da cidade. E tem que ter estudo de tráfego, simulação, não uma canetatá de deputado.

  5. Isso foi falta de Gardenal ou Rivotril. Talvez essa avenida ligsngo o Calhau ao Araçagy ê pra chegar mais rápido na clínics de Ruy Palhano…kkkkkk

  6. Pingback: Litorânea e Holandeses serão vias de mão única em São Luís – Notícias dos Blogs

  7. Tá tudo errado…quem deveria definir isso é a prefeitura, é atribuição dela previsto no Estauto da Cidade.

    A prefeitura deveria ter um Plano e Mobilidade para prever esse tipo de coisa e tem que ter estudo de tráfego, simulação, não uma proposta de deputado.

    E o mais interessante é que ainda vai ter financiamento da Caixa. Órgão federal que deveria fazer valer a Lei da Mobilidade

  8. kkkkkkkk. Quem foi mesmo que teve essa ideia? Eita EdiH, teus secretários agora recebem ordem do Governo? CadÊ o Plano Diretor dessa ilha? E as consultas populares, avaliações de impactos comerciais?? E os impactos ambientais?

  9. SÓ ACHO QUE TEM QUE DA UM JEITO ALI NAQUELA PONTE DO IPASE, PORRA PEGA UMA RUA ALI DO IPASE DE BAIXO E LIGA OU NA ALEMANHA OU NA QUARTO CENTENÁRIO, VAMOS SER INTELIGENTES E FAZER MAIS INTERBAIRROS.

  10. Acho certa a opção até porquê ninguém aqui é louco de pegar e executar uma obra sem planejamento, sem cálculos e sem testes antecipados. Estas duas avenidas já entraram em colapso a muito tempo e já era hora de algo ser feito. Ainda tem louco dizendo volta Roseana pra fazer avenidas? Quais? A quarto centenário nunca terminou e ficou ridículo, a via expressa uma bomba cheia de quebra molas nas junções de suas pontes, viaduto Alcione Nazaré outra bomba ou seja, erros gravíssimos e com muito dinheiro embolsado. Brincadeira, nos poupe!

  11. Será que o Governo vai retirar o canteiro central da litorânea e da holandeses ou vamos, parcialmente, “viver” o formato do trânsito de Londres?

    • Achei a idéia, muito boa. Espero que alarguem as calçadas e tenham um projeto de arborização, de preferência com arvores frutíferas. São Luís está precisando urgentemente de mais arvores. As arvores estão velhas e daqui a pouco quedarão (Vide praça D.Pedro II, Deodoro, Beira-mar), em geral, passam o cimentão e vai-se aumentando o deserto de cimento e asfalto.

  12. Essa “ideia” será apenas gasto de dinheiro para adiar o improrrogável: a construção de elevados nos retornos. Se o Governo quiser realmente resolver o problema, contratará uma empresa para fazer os projetos dos elevados e contratará o Batalhão de Engenharia do Exército – BEC para construir elevados decentes, com preços justos e dentro do prazo.

  13. Esse povo besta ainda acha que se resolve tudo com elevado. É só fazer um elevado e acabou caos no trânsito em São Luís. Não é assim não gente, elevado é uma alternativa do passado. Evoluam! Tão bestas que aplaudem essa quarto centenário – muito mal feita. Prova da ignorância de muito de vocês..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *