Prefeituras do MA desviaram R$ 777 mil da merenda escolar, diz CGU

Sete prefeituras desviaram pelo menos R$ 777.050,38 da merenda escolar de alunos do Maranhão.

A informação consta de relatório apresentado ontem(16) pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU).

São apontados no levantamento os municípios de Balsas (2012), Araguanã (2012), Coelho Neto (2014), Maranhãozinho (2015), Presidente Médici (2015), Itaipava do Grajaú (2011), Brejo de Areia (2013).

As irregularidades vão desde a ausência de documentos comprobatórios referentes à movimentação de recursos na conta do Pnae até a realização de gastos sem adequada comprovação.

A lista completa pode ser vista abaixo.


4 ideias sobre “Prefeituras do MA desviaram R$ 777 mil da merenda escolar, diz CGU

  1. Até recursos da merenda das crianças e dos estudantes os prefeitos surrupiam.
    É monstruoso e hediondo. Esperamos, agora, que os Ministérios Públicos e a Justiça façam sua parte: cadeia e ações de ressarcimento, já!

  2. O câncer da corrupção e do desvio de verbas públicas não poupa nem a merenda escolar, interessante seria também o MP fiscalizar a relação do contrato da Semed com a SP alimentos que detêm o contrato da merenda municipal de São Luís, haja vista os escândalos que envolvem a empresa em outros estados e municípios, segundo a imprensa nacional, há 14 anos com contrato com a prefeitura é pra chamar atenção, e olha que o cardápio deixa muito a desejar.

  3. Porque a fiscalização não veio até Paulo Ramos conversar com os alunos? Pois até o momento aqui em Paulo Ramos não tem merenda nas escolas e todos os dias as crianças são 1h antes do horário normal porque as mesmas estão com muita fome,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *