OAS: depoimento de Léo Pinheiro gera expectativa no Palácio dos Leões

O depoimento do ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro, o Léo Pinheiro, gera expectativa no Palácio dos Leões.

O empresário falou hoje (20) ao juiz Sérgio Moro por cerca de três horas.

Das partes conhecidas até agora, ele confirmou fatos envolvendo o ex-presidente Lula e o PT.

No Governo do Maranhão a apreensão tem razão de ser: em 2014 Flávio Dino recebeu da OAS nada menos que R$ 1.757.500,00 em doações oficiais para a campanha eleitoral.

Os comunistas alegam que à época das doações não se sabia do envolvimento das empresas com o esquema. “Não havia à época nenhuma denúncia formalizada contra elas”, disse o PCdoB em nota emitida no fim de 2014, logo após as eleições (reveja).

4 ideias sobre “OAS: depoimento de Léo Pinheiro gera expectativa no Palácio dos Leões

  1. Léo Pinheiro executivo/ delator da OAS prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro. Pinheiro sequer falou o nome de Flávio Dino no depoimento de 3 horas.

    Os blogueiros miranteanos/ caridosos/ emirados árabes esperavam ansiosos qualquer referência a Flávio Dino que recebeu doações oficiais da OAS. Ora essa!

    As doações foram legais na época/aprovadas pelo TRE-MA. Não existe nas doações – UTC/ OAS – ilegalidades nem depois pelo toma lá (a doação)/ o da cá- (obras).

  2. A BESTA FERA DinoSSAURO vai ter de passar por uma “Lava Jato” doméstica para explicar de onde está vindo “dinheiro” para pagar os […] que os defende nas redes sociais. Será a “comissão” nos salários? Humhum!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *