Estelionatário usa nome de Fernando Sarney e tenta dar golpe em Gilmar Mendes

O estelionatário Carlos Roberto Melo (conhecido por Prado Carioca e que antes adotava o sobrenome Prado), fez uso novamente – após dois anos – de nomes de empresários famosos para a prática de golpes. Novamente, o acusado se fez passar pelo presidente do Conselho Deliberativo do Grupo Mirante, Fernando Sarney, para tentar obter supostas verbas de patrocínio do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Gilmar Mendes.

Além do ministro, Prado Carioca também tentou dar golpe no Instituto Brasiliense de Direito Público – empreendimento considerado referência na formação nas áreas de Direito e Administração Pública.

A primeira ligação de Prado ao ministro aconteceu no dia 24 de abril deste ano. Em contato com a secretária do ministro, Prado (se apresentando como Fernando Sarney) pede que Gilmar Mendes o receba, se intitulando como o “todo poderoso do estado do Maranhão” e “dono de uma importante empresa de comunicação do estado”. Prado ainda falou que queria falar com Mendes sobre “negócios”, sem revelar quais assuntos seriam estes.

Segundo O Estado apurou, Prado não conseguiu o seu objetivo, que era o de falar pessoalmente com o ministro Gilmar Mendes. Após o primeiro contato, a assessoria do ministro Gilmar Mendes entrou em contato com a diretoria do Grupo Mirante para relatar o fato. De acordo com os auxiliares de Mendes, o número usado por Prado para fazer os contatos com o ministro era oriundo do Distrito Federal.

Outro golpe

 

A ação de Prado não ficou restrita apenas à tentativa de golpe ao ministro Gilmar Mendes. Dias depois do contato com o presidente da Corte Eleitoral, Prado Carioca tentou novamente se passar por Fernando Sarney para tentar viabilizar patrocínios de representantes do Instituto Brasiliense de Direito Público.

Segundo a instituição, o contato de Prado com o empreendimento foi feito há 20 dias. No total, foram três ligações em dias sucessivos. No último contato, de acordo com a secretária que atendeu às ligações e cuja identidade foi preservada, Prado se irritou com a ausência de resposta do Instituto sobre o patrocínio pleiteado por ele.

Uma ideia sobre “Estelionatário usa nome de Fernando Sarney e tenta dar golpe em Gilmar Mendes

  1. Essa larapio ta morando aqui na estrada de ribamar,loteamento Amaral de Matos,toma cafe todos os dias na padaria do centro comercial,fiquem previsto. 😱

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *