TJ cala após MP tentar quebrar sigilo bancário de desembargadora

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) mantém-se calado diante do episódio em que o Ministério Público, através da promotora Lize de Maria Brandão Costa, respondendo pela 6ª Promotoria Justiça Criminal, pediu a quebra do sigilo bancário da desembargadora Nelma Sarney.

Desde que o Blog do Gilberto Léda revelou o caso com exclusividade, já se manifestaram a OAB-MA, em defesa da decisão judicial e a Ampem e a Procuradoria-Geral de Justiça do Maranhão (PGJ-MA) em defesa do trabalho da promotora.

No entanto, o Judiciário – de onde uma desembargadora por pouco não teve seus dados bancários devassados mesmo figurando em um processo – prefere o silêncio.

É, no mínimo, estranho.

No mínimo…

_________________Leia mais
Ampem repudia juiz que barrou acesso a dados bancários de Nelma Sarney
OAB condena MP por tentar quebrar sigilo bancário de Nelma Sarney
EXCLUSIVO! MP tentou quebra de sigilo bancário de Nelma Sarney
MP emite nota sobre tentativa de quebra de sigilo de Nelma Sarney


4 ideias sobre “TJ cala após MP tentar quebrar sigilo bancário de desembargadora

  1. Nada de estranho , aí é o BRASIL , tudo pode , image sendo desembargadora , aí é o país da roubalheira e da safadeza tudo acontece e nada se faz , infelizmente !!!!!! País onde os pobres morrem à míngua onde não tem educação /segurança pública/,país de corruptos travestidos em cargos públicos , ainda bem que mudei pra outro pais !!!!!!!

  2. Muito estranha a pretensão do Ministério Público, pois, pela lógica o sigilo a ser quebrado deve do suspeito e não da vitima, por essas e outras que o MP morre de medo da aprovação da Lei contra o Abuso de Autoridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *