LIMPA GERAL! SES exonera 103 diretores de hospitais do Estado

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, fez uma “limpa geral” na pasta.

Na última segunda-feira (25), ele assinou portaria conjunta com o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e exonerou 103 comissionados de cargos de direção em unidades hospitalares geridas pelo Governo do Estado.

Saíram 101 diretores, um chefe de instituto e um assessor especial.

Segundo Carlos Lula, todos serão absorvidos pelas empresas que administram as unidades hospitalares.

Ou seja: deixam de ser funcionários do Estado, e passam a ser terceirizados.

Além disso, a SES contratará auditores para fiscalizar o trabalho dos diretores nesses hospitais.

Veja a lista completa.


9 ideias sobre “LIMPA GERAL! SES exonera 103 diretores de hospitais do Estado

  1. Este cara é uma piada, vive falando de governo anterior e faz as mesma praticas.
    Convoca o povo do edital 003/2015 que é obrigação do estado convoca pois vencerá no fim deste ano.

  2. Exonera 103 e migra para folha do prestador que certamente aumentará a fatura da prestação de serviços, para os custos com as 103 migrações e nomeia mais outros tantos para acompanhar se os 103 migrados estão cumprindo as tarefas. EITAAAAAAAAAAAA MARANHÃO DE TODOS NÓS!

  3. Certamente esses diretores irão receber salários maiores. Por que a SES não convoca as pessoas que foram aprovadas no ultimo seletivo para o cargo de coordenador hospitalar, que segundo o edital teriam que preencher alguns pre-requisitos para o desempenho das funções, em vez de usar essas unidades de saúde como locais propícios para a prática de cabide de empregos para amigos, parentes e bajuladores de secretário e diretores de hospitais. Essa pessoas geralmente ocupam os cargos de coordenação apesar de apresentarem sérias deficiências técnicas. O secretario precisa combater o nepotismo latente nessas unidade praticado através dessas terceirizadas.

Os comentários estão fechados.