Flávio Dino quer deixar conta de empréstimo para sucessores

Ao pedir autorização da Assembleia Legislativa para renegociar os termos da dívida do Maranhão com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o governo Flávio Dino (PCdoB) estima alongar em mais seis anos o prazo para pagamento de dois empréstimos: um de R$ 433 milhões e outro de R$ 1 bilhão.

Para isso, o banco de fomento se compromete a conceder ao Estado quatro nos de carência, período durante o qual não será paga nenhuma parcela da dívida.

Na prática, o comunista pretende deixar para os próximos governadores o pagamento da conta – além de garantir a si próprio, no mínimo, pelo menos um ano de folga de caixa, exatamente em 2018, quando ele disputará a reeleição.

Esperto, não?


8 ideias sobre “Flávio Dino quer deixar conta de empréstimo para sucessores

  1. Qual governante não deixou ? Só ignorantes acreditam no contrário. Lembro quando Zé Reinaldo reclamava o tempo todo das dívidas deixadas por Roseana/Jorginho que inviabilizavam sua gestão.

  2. Esse comunista não prometeu fazer um governo diferente? Com é que agora seus asseclas dizem que todos fazem!!! Ora me compre um bode. Esse governador de promessas não cumpridas vai ser expulso pelo povo no dia 31.12.2018, volta a guerreira para felicidade do povo.

  3. Celia voce ta mal enformada o dinheiro ficou no banco mundial ele ja gastou e agora ta louco combrando esses impostos todos ai..Essas blityz, nao e outta ..E Imposto qui ele quer.. eu nao me incomodo de pagar o imposto mais quero o retorno so qui nao tem..Ah o estado ta’s mais quebrado aqui arroz de 3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *