Prefeito de São Pedro dos Crentes acusa Flávio Dino e TCE de tentarem intimidá-lo

O prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Rodrigues, usou as redes sociais para denunciar  uma tentativa de intimidação do governador Flávio Dino (PC do B) pelas constantes críticas feitas por ele ao governo comunista. Num vídeo de aproximadamente oito minutos, o gestor cita falta de repasse por parte dos cofres estaduais de verbas para a construção de escolas, casas populares e campos de futebol no município.

O prefeito ainda citou o Tribunal de Contas do Estado (TCE) que cobra explicações acerca dos últimos gastos da prefeitura local com segurança pública. Segundo Lahesio, há anos o município arca sem ajuda com os gastos relativos ao pagamento dos salários dos policiais militares e com combustível de viaturas.

VEJA ABAIXO O VÍDEO NA ÍNTEGRA


5 ideias sobre “Prefeito de São Pedro dos Crentes acusa Flávio Dino e TCE de tentarem intimidá-lo

  1. Prezado Gilberto, apesar da manchete, não interpretei que o discurso do Prefeito tenha sido contra o TCE, mas apenas contra o Governo, em especial Flávio Dino. Ele tratou da coincidência da intimação, que iria responder às questões constantes da interpelação do Tribunal, mas, a meu ver, não a tratou como intimidação. Essa foi minha interpretação do vídeo.

  2. Essa é uma pequena mostra do clima que vivem os prefeitos que não embarcaram nas chantagens e nas embromações desse governo medíocre e incompetente. Em 2018 o povo do Maranhão vai dar a resposta nas urnas. Percebe-se pela indignação das ruas que o comunismo no Maranhão vai sofrer uma derrota clamorosa!

    Triste e lamentável é ver que o TCE também está servindo de elo de chantagens contra gestores que se opõem ao comunismo neste estado. .

  3. Gilberto, acredito que todos os municipios do interior do Maranhão custeiam as despesas de combustível e alimentação dos PM’s que fazem a guarnição das cidades. Muitos ainda “ajudam” os policiais dando um complemento dos salários deles.
    Tudo isso os prefeitos fazem para garantir o funcionamento da Segurança Publica e, em alguns casos, para terem “moral” com os PM’s e Delegados quando precisarem soltar uma moto de um cabo eleitoral, o carro de uma liderança…
    Por outro lado, a cobrança por explicações do tribunal de contas é valida, pois essa despesa com combustível e alimentação dos PM’s e Delegados, são de responsabilidade do Estado e não do município. O prefeito realiza essas despesas no famoso “por fora”, porque nenhuma dessa despesa pode entrar nas prestações de contas dos municipios.

  4. Postagem com as digitais claras do Palácio dos Leões, ensaiando um desprezo ao providencial e intrépido Waldir Maranhão, pré-candidato ao senado com o apoio inconteste de Flávio Dino! O que houve?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *