Servidor da CGU critica ataques comunistas à operação da PF

O servidor da Controladoria-Geral da União (CGU) Eden do Carmo Soares Junior usou as redes sociais para questionar a tese propagada por aliados do governo do Maranhão nas últimas horas de que José Sarney teria usado sua influência política para planejar uma operação, via Polícia Federal, contra Flávio Dino (PC do B). O servidor escreve que “o órgão não sofre de partidarismo” e que os gestores devem, sim, melhorar suas práticas.

Segundo o servidor, a operação Pegadores “foi conduzida por órgãos e servidores sérios, agentes de Estado, concursados, que não servem a este ou àquele governo”. Ele cita um argumento interessante de que “em 10 dias, não é possível” organizar uma operação que envolve órgãos, como CGU, PF e MPF da noite para o dia. Para os aliados do Governo, a troca no comando da PF (cujo comando é responsabilidade de Fernando Segóvia) foi determinante para a operação, e não os três últimos anos de ações delituosas na pasta da saúde, conforme atestou a PF.

Os tais defensores da tese de que era possível organizar uma operação de tamanha complexidade em 10 dias são definidos pelo servidor como “inocentes, imbecis e patifes demagogos”. A operação da PF no alto comando da saúde no Maranhão constatou desvios da ordem de R$ 18 milhões.

Pessoas ligadas à gestão da pasta eram executoras do esquema, de acordo com as investigações. Por causa das denúncias, o governador Flávio Dino usou as redes sociais para insinuar que o trabalho de apuração do escândalo de corrupção se trata de um plano arquitetado pela oligarquia Sarney/Murad (leia aqui).

Então tá…


10 ideias sobre “Servidor da CGU critica ataques comunistas à operação da PF

  1. Fico imaginando se a PF resolver investigar esse medico Mariano que era o chefe do SAMU de Caxias. Vai descobrir onde e por quais meios era lavado milhoes de reais da Saúide. O esquema era montado com um grupo de pessoas de Caxias ligadas a Saude e alguns empresarios fornecedores de medicamentos e equipamentos hospitalares de Teresina. Nos ultimos 10 anos eles roubaram mais de cem milhoes da saude do Maranhão. Vai uma dica para a CGU e a PF.. investiguem quanto foi repassado através de “convenios” fundo a fundo apenas para Caxias nos tres anos de governo Flavio Dino… terão um susto..agora verifiquem se algum real desse dinheiro foi aplicado…..se esticarem a corda vao levar metade da Assembleia para a cadeia porque as emendas de alguns deputados estaduais eram transformadas […]em trasnferencias fundo a fundo para a Prefreitura de Caxias, ai, o dinheiro era lavado atraves de “dispensas” de licitação, ou mesmo “adesão a atas” etc, prestado contas com notas frias e nada dos produtos ou equipamentos serem entregues…as mesmas empresas continuam “operando” em Caxias até os dias de hoje por isso fica fácil pegar….

  2. TODOS OS FUNCIONARIOS DO HOSPITAL GERAL FICAMOS MUITOS SATISFEITOS COM A ATUAÇÃO DA POLICIA FEDERAL, POIS ESSE POVO QUE SE DIZ TÃO HONESTOS TEM MUITA SUJEIRA DEBAIXO DOS PANOS.
    AQUI NOS FUNCIONARIOS VIVEMOS NO SISTEMA DA DITADURA, CALADOS PARA NÃO PERDER NOSSO EMPREGO. HJ A ATUAL DIRETORA ESPOSA DO ATUAL SECRETARIA DE SAUDE, ENFERMEIRA JULIA MANDA E DESMANDA NO HOSPITAL. UM HOSPITAL QUE NA GESTAO ANTERIOR NÃO FALTAVA NADA, HJ FALTA O BASICO PARA OS PACIENTES (ONDE HJ TEMOS UM GRANDE NUMERO DE OBITOS POR DIA/BASTA FAZER UM LEVANTAMENTO). O PIOR QUE GASTÃO DINHEIRO COM COISAS SEM NECESSIDADE, COMO A COMPRA DE UM PROGRAMA NOVO CHAMADO SISREG DE CURITIBA (sisregiii. saude. gov.br) QUE CUSTO MUITO AOS COFRES PUBLICOS COM A FINALIDADE DE VIGIAR O LABORATORIO CEDRO (SEM NÃO CONFIANÇA NO LABORATORIOA PORQUE NÃO CONTRATO OUTRO, AO INVES DE GASTÃO, MAS DINHEIRO?). GASTARÃO UM MONTE DE DINHEIRO PARA REFORMA A PRAÇA INTERNA DO HOSPITAL, QUANDO O APARELHO DE TOMOGRAFIA ENCONTRA-SE QUEBRADO HÁ MAIS DE DOIS MESES. QUEM TRABALHA NA SAUDE OU PRECESSA DELA SABE MUITO BEM COMO ELA ANDAR. PARABENS POLICIA FEDERAL.

    DRA.IOLANDA PAIVA

  3. muito simples
    basta a PF divulgar a relacao dos fantasmas
    divulgar o contrato da sorveteria que deixou de ser sorveteria em 2013 segundo a Jucema
    o maranhao inteiro espera

  4. É sempre assim, toda vez que vem a público um desvio de conduta esse governador tenta desviar o foco e enganar mais uma vez a população. Mas 2018 o povo vai julgar e mandar para o inferno todos que enganaram e mentiram a população que acreditou nas promessas de mudanças e página virada, que até agora nada mudou e nem a pagina virou.

  5. Vergonha é pouco o q se tornou a PF.
    A informação de que uma sorveteria prestou serviços hospitalares para a Secretaria de Saúde do Estado (SES) até fevereiro de 2015 é inverídica.
    Diferentemente do que declarou o delegado da Polícia Federal, Wedson Cajé Lopes, que comandou a “Operação Pegadores”, a empresa CCO Indústria de Sorvetes Ltda., criada em 22 de janeiro de 2010 deixou de existir em 2013.
    O Informante teve acesso a documentos do contrato de constituição da empresa e constatou que esta deixou de ser sorveteria em 4 de outubro de 2013, portanto dois anos antes de Flávio Dino assumir o governo, em janeiro de 2015.

    • PF nunca disse que sorveteria prestou serviços hospitalares.. mas vc, pelo visto, digita de dentro do Palácio, não está nenhum pingo interessado na verdade, apenas na pós-verdade

  6. e as operaçoes passadas nos outros estados e de origem de quem quem nao quer ser defamado nao defame. a palavra diz nada que for feito nas escuras que nao venha ser visto nas claras …entao quer ser limpo entao seja honesto. com consigo e com os outros

  7. Essa informação passada pelo servidor é sim, de fato verdadeira e faz inteiramente sentido. Uma operação dessas, de uma magnitude extremamente complexa e difícil não é arquitetada, planejada e executada em pouco dias ou da noite para o dia.
    Isso requer meses de investigações, analises de provas. Nesse ponto ai, eu até concordo e assino embaixo acerca do que o servidor da CGU falou.
    Entretanto, porque órgãos de fiscalização, como é o caso da CGU não foram assim tão ágeis e eficientes na época do governo Roseana? Tudo bem, que a CGU só se manifesta por meio de envio de denúncias, mas tivemos diversos escândalos e nada da CGU se manifestar.
    Conheço um ex-servidor(que se aposentou), extremamente correto, honesto e cumpridor de seus deveres e obrigações, que ao conversar com ele relatou-me ter solicitado a sua aposentadoria por não aguentar mais o rumo que a CGU estava tomando. Os analistas e técnicos cumpriam com as suas funções, autuavam prefeitos e demais gestores pelo mal uso de verbas públicas. Mas os demais órgãos simplesmente mandavam ou arquivar o processo ou absolviam esses caras, sabe lá Deus porque. Todos nós sabemos que foram por questões políticas. Isso quando essas questões políticas não iam diretamente para os chefões da própria CGU por meio dessas turma da política.
    Mas enfim, vida que segue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *