Transparência turva

Da coluna Estado Maior

Criada em 2015, com pompa e circunstância pelo governo Flávio Dino (PCdoB), como a solução para todos os males éticos e morais da administração pública, a Secretaria da Transparência foi vendida como um marco no controle dos processos de gestão.

Mas logo na nomeação do seu titular, a desconfiança tomou conta da classe política e dos observadores públicos do Maranhão. O escolhido para tocar a pasta foi o advogado Rodrigo Lago. Filho do ex-deputado Aderson Lago, Rodrigo cresceu com o sentimento de vingança a tudo que representasse contrariedade ao pensamento político do pai.

No comando da Secretaria, Lago parece ter acabado por somar ao próprio sentimento às determinações autoritárias e persecutórias do seu chefe, o governador comunista Flávio Dino. O resultado foi uma espécie de Gestapo contemporânea, perseguindo adversários do governo e com notória vista grossa aos malfeitos do próprio governo.

Logo de cara, no primeiro ano do mandato, a Transparência comunista se viu às voltas com dois casos graves de corrupção, envolvendo as auxiliares do governador Simone Limeira, acusada de cobrar propina de tribos indígenas, e Rosângela Curado, afastada do governo de forma abrupta e sem explicações.

Não se tem notícia nesses três anos de nenhuma ação, abertura de processo ou de simples investigação da Transparência de Rodrigo Lago contra as duas mulheres. Nesse mesmo termo, a pasta produziu relatórios contra os ex-secretários Ricardo Murad e Cláudio Trinchão, e até contra a ex-governadora Roseana Sarney. Todos mandados para o arquivo morto na Justiça.

De qualquer forma, no entanto, provaram que a transparência no governo comunista é turva.


7 ideias sobre “Transparência turva

  1. Esse […[ é um incompetente, destruiu a Central de licitações junto com o também incompetente […]. Eu sabia que um dia a verdade vinha aparecer.

  2. Não sei se voce vai ter coragem de publicar, mas se não o fizer nao poderá dizer que nunca conheceu esse roubo. Eis ai: No GOVERNO JACKSON LAGO, cerca de 80 mjilhoes de reais foram “conveniados” com a PREFEITURA DE CAXIAS. Recursos federais oriundos do SUS. Tudo isso sem a intervenção da bipartite. Os “convenios” celebrados tinham como objeto a aqusição de equipamentos, aparelhamento, e compra de medicamentos e seriam destinados a equipar os Hospitais Sinhá Castelo, GERAL, e o pronto Socorro Joao Viana em Caxias, alem da rede de Postos de Saúde. A Prefeitura fez as licitações “vencidas” por empresas fantasmas de São Luis, Paço do Çumiar, e Teresina, dentre elas algumas grandes empresas do Piaui que ate hoje “fornecem” para Caxias. Os equipamentos e medicamentos nunca foram entregues e parte do dinheiro do pagamento feito em face de Notas Fiscais frias foi parar na conta de RODRIGO LAGO, humberto coutinho, E DE ALGUNS DEPUTADOS ESTADUAIS. Parte desse dinheiro financiou a primeira campanha de Flavio Dino a deputado federal na região dos Cocais. Esses convenios foram falsos foram encaminhados a PROCURADORIA DA JUSTIÇA que os abafou e nada fez. Uma copia tambem foi encaminhada ao então Secretario de Segurança ALUIZIO que tambem guardou em uma gaveta.. mas há copia de tudo isso publicada no Diario oficial. Basta a PF e a CGU querer que pega o maior desvio de recursos da historia do Maranhão tendo a frente o sescetario de transparencia RODRIGO LAGO ….

    • Rodrigo Lago já explicou que prestou serviço de advocacia e recebeu por isso. Não sabia nada de dinheiro desviado

      • Serviços de advocacia? como? A Prefeitura de Caxias nunca “contratou” Rodrigo Lago para nada….NA verdade alguns milhoes foram lavados e entregues a deputados e filhos de deputados. Mas esse esquema continua até os dias de hoje. Funciona assim: Flavio Dino repassa a verda da SAUDE FUNDO A FUNDO para a Prefeitura “amiga” que “lava” o dinheiro utilizando empresas que fornecem notas frias . Apos a “lavagem” parte do dinheiro retorna para o grupo politico a quem se destina o dinheiro em troca do apoio.. SIMPLES ASSIM….

        • Ele não recebeu da prefeitura de Caxias… Prestou serviço de advocacia a alguém que prestou serviço para a prefeitura e recebe normalmente. Isso já foi explicado no bojo do inquérito

  3. Possui o DNA do PAI nao poderia agir de maneira diferente foi criado com rancor de tudo e de todos o pai so nao lhe ensinou que foi ajudado a crescer e ser alguem na vida por ser parecido como jaboti aquele do ditado.popular so subiu ou foi.enchente ou mao de gente o resto da historia todo maranhense conhece

  4. Só perseguição e desesperoooooo da oligarquia Sarney.No passado NEM TRANSPARÊNCIA TINHA.NÃO AO RETROCESSO !!!!

Os comentários estão fechados.