Op. Pegadores: empresa de operador firmou contratos com SES e Detran

A empresa Brasil Produtos Médico e Hospitalares (BrasilHosp), que segundo a Polícia Federal pertence a Luiz Marques Barbosa Júnior (saiba mais) – um dos operadores do esquema que desviou pelo menos R$ 18 milhões da Saúde do Maranhão – firmou pelo menos dois contratos com a gestão Flávio Dino (PCdoB).

Dados do Portal da Transparência do Governo do Maranhão apontam para contratações pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), pasta onde ele exerceu o cargo de Superintendente de Acompanhamento da Rede de Serviço, e pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA).

Na SES, a BrasilHosp venceu uma licitação em 2016 para o fornecimento de seis caixas cirúrgicas para traqueostomia, custando R$ 2.133,33 cada uma (baixe aqui o contrato).

No Detran-MA, a contratação ocorreu por dispensa de licitação: R$ 2,4 mil por duas cadeiras de roda.

Cheques

Até então não investigada no bojo da Operação Pegadores, a BrasilHosp está na mira da Polícia Federal depois de os investigadores encontrarem em Teresina, num dos endereços de Mariano de Castro Silva – outro cabeça do esquema de desvios da SES -, nada menos que 30 cheques emitidos pela empresa, cada um no valor de R$ 10,5 mil.

No total, são R$ 315 mil em cheques da BrasilHosp que estavam em posse de Mariano Silva.

Segundo a PF, a descoberta corrobora a tese de que dois dos principais operadores do esquema de desvios na Saúde estadual estão em atual associação criminosa – e reforçam suspeitas que já haviam sido levantadas quando da descoberta de um manuscrito de Luiz Júnior descrevendo débitos que a BrasilHosp tinha (ou tem) com Mariano (veja abaixo).

Condenação

Uma mudança ocorrida em 2012 retirou Luiz Marques Barbosa Júnior do quadro societário da BrasilHosp num movimento que parece ter sido pensado para evitar o bloqueio de bens da empresa.

Em dezembro daquele ano, saíram da sociedade Luiz Júnior e Vanessa Barbosa, e entraram Silvia Brasil e Marlene Barbosa, respectivamente sogra e mãe do ex-superintendente da SES.

Dias depois, ele foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão a devolver mais de R$ 7 milhões aos cofres públicos, além do pagamento de multa de mais de R$ 700 mil, por causa de irregularidades na sua gestão à frente da Saúde do Município de Coroatá (reveja).

Prefeituras

Além do Governo do Estado, a BrasilHosp já firmou, também, contratos com prefeituras Maranhão adentro.

Numa rápida pesquisa no Diário Oficial do Estado, o Blog do Gilberto Léda encontrou contratos em Presidente Juscelino e Alto Alegre do Maranhão.


7 ideias sobre “Op. Pegadores: empresa de operador firmou contratos com SES e Detran

  1. Léda:

    Uma verdadeira máfia se instalou no governo de Flávio Dino, ninguém duvida mais disso. Já é público e notório. Impossível acreditar que essa monumental pilhagem do dinheiro público, que era destinado exclusivamente para melhoria do atendimento da Saúde no Maranhão, não tenha tido a conivência do Palácio dos Leões???? Ninguém acredita!

    Com o desenrolar das investigações que parecem que estão apenas começando, muitas cabeças desse governo ainda irão rolar! Queira a Deus que a Autoridade Máxima do Governo do Estado, inveterada por troca de informações com diversos agentes e amigos do governo (via smartfones e computadores pessoais), não tenha vacilado e deixado rastro de alguma coisa???

    No DETRAN e na EMAP (Porto do Itaqui) tem muitos fantasmas, tal qual na SES. Mas ali no porto tudo é obra da Princesa Ina, filha do Rei Sebastião, soberano português que ficou encantado nas profundezas das águas maranhenses. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Na secretaria de Saúde do Estado estavam apenas os chapas, os camaradinhas, os segura bandeira, os militantes, companheiros e correligionários de Rosângela Curado, Weverton Rocha e Marcio Jerry e uma parte da miuçalha que defende o governo nos blogs e redes sociais.

      No Porto, Detran, Seduc e Palácio dos Leões é que se concentram os fantasmas graúdos desse governo. Onde ficam concentradas a maior parte das sinecuras motivadas por trocas de favores, e também as sinecuras dos amigos do rei. Dizem que o rebuliço está grande nessas pastas. Querem esconder o que não dá mais pra ocultar. Nesses locais nem se pode falar em Polícia Federal que tem gente que passa é mal !!!. kkkkkkkkkkkkkk

  2. Esse Americo está preocupado com a lista dos 400 que o boglerio Gilberto Leda está fazendo demais? Ele está fazendo o papel dele de jornalista, quem não tá no meio da maracutaia não precisa ter medo, Gilberto tem que informar mesmo, que o resto que se dane.

  3. O governo não paga ninguém, a Emserh deve milhões aos fornecedores honestos que estão quebrando para sustentar esta máfia de curriolas deles.
    Hospitais tudo sem materiais, médicos sem receber.
    A população que o governo da mudança disse que iria salvar ta é se lascando.

  4. No Estado que já existia o bonde dos 40 nada mais natural quer seja criado o bonde dos 400 (pilantras)!!!

Os comentários estão fechados.