Mais deputados denunciam uso da máquina por secretários-candidatos

A revelação do deputado estadual Raimundo Cutrim (PCdoB) – de que secretários da gestão Flavio Dino (PCdoB) que são pré-candidatos nas eleição desta ano estão usando a estrutura dos cargos para angariar a apoio de prefeitos e lideranças pelo interior do Maranhão (saiba mais) – estimulou os depoimentos de outros membros da base aliada ao Palácio dos Leões, na sessão plenária de ontem, na Assembleia Legislativa.

Num duro discurso durante o grande expediente, o deputado Josimar de Maranhãozinho (PR), que aderiu recentemente ao governo, não apenas endossou o relato de Cutrim, como revelou o nome de um dos secretários que, segundo ele, “usa claramente a secretaria para promover sua própria campanha”: Márcio Honaiser, atual titular da Secretaria de Estado da Agricultura e pré-candidato a deputado estadual pelo PDT.

Presidente do PR no Maranhão, o parlamentar citou um caso ocorrido em Araguanã. Segundo ele, na cidade, onde o prefeito também é do PR, Honaiser tem aliança com a oposição, a quem entrega máquinas de programas do Governo do Estado, e deixa o chefe do Executivo sem os equipamentos.

“Secretário está indo aos nossos municípios, à minha região especificamente e chega lá como secretário presenteando a oposição com dinheiro do governo, com equipamentos que custam mais de R$ 500 mil. No final de semana passada, a oposição, com o secretário Márcio Honaiser, que usa claramente a secretaria para promover sua própria campanha, foi lá e presenteou com dois tratores, caminhões, para a oposição do prefeito. Enquanto que o prefeito, que é meu aliado, prefeito reeleito, o prefeito de Araguanã, prefeito esse que discursou no evento do partido, do PR, representando todos os prefeitos e ali elogiou o governo, que é aliado do governo, em setembro pediu uma colaboração para o Festival do Peixe, não teve. Pediu uma colaboração, em novembro, para o aniversário da cidade, também não teve. Pediu uma colaboração agora para o carnaval e foram liberados cinquenta mil reais para fazer um carnaval com quatro noites de festa na cidade”, relatou Maranhãozinho.

O deputado ameaçou deixar a base de Flávio Dino caso esse tipo de prática persista. “De forma alguma vou estar no governo que as pessoas que estão à frente, que representam o governo, lá na minha região, não respeitam o meu partido e muito menos os meus aliados”, disparou.

Apoio

Na esteira do discurso de Josimar de Maranhãozinho, outros três membros da base governista – Stênio Rezende (DEM), Sérgio Frota (PSDB) e Júnior Verde (PRB) – também reforçaram as denúncias.

“O senhor Márcio Honaiser me dá também uma dor de cabeça em duas pequenas cidades: em Nova Colinas e em Benedito Leite. Ele chega, às vezes, com essas propostas para os prefeitos que dizem: ‘não, eu voto com o deputado Stênio’, citando o meu exemplo. Aí ele diz: ‘pois me dê o vice e dois ou três vereadores’”, denunciou Stênio Rezende.

Para Sérgio Frota, o fato de haver secretários pré-candidatos não é problema. “Isso é normal no jogo democrático”, destacou.

Ele considerou, contudo, “um abuso” o assédio dos atuais secretários, principalmente porque se dá, ainda de acordo com Frota, sobre as bases de aliados que atuam pela aprovação de matérias de interesse do Executivo na Assembleia.

“Quem apoia o Executivo, hoje, somos nós, aprovando projetos às vezes impopulares, mas estando de braços dados com o Executivo. O que está acontecendo é um abuso. E nós temos as prerrogativas, hoje, enquanto deputados estaduais e uma legislação que nos ampara, no sentido de limitar ações desses secretários que estão extrapolando”, afirmou.

“O que está acontecendo é o uso realmente de forma, infelizmente, a prejudicar aqueles que são candidatos, porque quem tem o poder e esse poder está sendo utilizado para retirar prefeitos dos deputados. O sentimento que temos aqui, acho que é um sentimento compartilhado, é que estamos ajudando o governo para o governo vir contra nós”, complementou Júnior Verde.


6 ideias sobre “Mais deputados denunciam uso da máquina por secretários-candidatos

  1. SE O JOSIMAR NÃO GASTAR DINHEIRO ELE NÃO GANHA VOTOS, MUITOS POLÍTICOS VÃO GASTAR NESSA ELEIÇÃO, O POVO SÓ VOTA NOS POLÍTICOS QUE DÃO DINHEIRO, FICA FEIO SE ELE NÃO FOR ELEITO PORQUE NÃO AJUDOU O POVO, BOTE PRA GASTAR E ABRA MAIS A MÃO JOSIMAR, SÓ COM PAPO E PROMESSAS FICA DIFÍCIL GANHAR VOTOS.

  2. Esse uso indiscriminado da máquina pública do estado acontece desde o início do governo Flavio Dino, esses deputados somente agora estão denunciando por conta da eleição que se aproxima e eles estão sentindo invasão nos municípios que eles dominam, se não fosse esse motivo eles jamais denunciariam esse crime eleitoral. São tudo hipócritas.

  3. Só o semblante desse Josimar representa o que a política do Brasil tem de pior. Cite pro menos uma grande obra realizada por esse cidadão. Simples, não tem.

  4. Chega a dar ânsias de vômitos, esses can.. tratam a população como propriedade particular , veja a fala “o fulano foi em duas cidades minhas”, mas o polvo gosta desses trastes , politica nojenta.

  5. QUANDO UM BANDIDO QUE NEM O JOSIMAR RECLAMA É PORQUE A SURUBA TA GRANDE.
    O MAIOR LADRÃO DE DINHEIRO PUBLICO DA BR 316 TÁ FAZENDO CHANTAGEMZINHA POIS ELE TEM RABO PRESO E FD FERRA ELE NA HORA QUE ELE QUISER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *