Roberto Rocha pede que PF investigue morte de Mariano de Castro

O senador Roberto Rocha (PSDB) encaminhou ofício ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, solicitando que a Polícia Federal investigue as circunstâncias da morte do médico Mariano de Castro.

Apontado como um dos principais operadores do esquema de R$ 18 milhões desbaratado pela Operação Pegadores, ele foi encontrado morto em casa, em Teresina, na noite de ontem (12).

A principal linha de investigação é a de suicídio.

Segundo Rocha, pelo envolvimento do médico no esquema criminoso, cujo inquérito já tramita na Justiça Federal, é necessária a entrada da PF no caso.


8 ideias sobre “Roberto Rocha pede que PF investigue morte de Mariano de Castro

  1. Esse senador não cansa de passar vergonha e você blogueiro mais ainda pois não checa aqui que reproduz. O ASA DE AVIÃO pede uma investigação federal no caso Mariano, citando uma lei que em nada tem relação com a investigação, mas que dispõe sobre a criação de cargos no Ministério da Justiça. Haja control C, control V KKKKKKKKKKKKKK

  2. O Senador RR precisa de assessorar melhor,se a Operação foi realizada pela P.F. e o referido médico estava sob prisão domiciliar determinada pela Juiza Federal,é obvio que as investigações sobre sua morte seria da competencia da P.F.não entendí a carta ao Ministro(sic).

  3. Sobre a nota de repúdio do Governo do Estado do Maranhão, parece que o autor intelectual do documento pensa que vivemos ainda na década de 60 e 70. Esquece ou finge que não se lembra que as ferramentas e as instituições de investigações que combatem a corrupção, como a CGU, a PF e o MPF, se fortaleceram a partir da redemocratização do Brasil. Demais, o médico suicida confessou por escrito, em carta divuldada em blogs, sua culpa no cartório. Ora bolas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *