PERSEGUIÇÃO! Governo manda polícia “fichar” adversários no interior

Circular encaminhada pelo Comando de Policiamento do Interior a batalhões da corporação quer dados sobre adversários por embaraços no pleito eleitoral

De O Estado

O Comando de Policiamento de Área do Interior da Polícia Militar do Estado determinou o monitoramento de políticos que atuam na oposição ao governador Flávio Dino, nos municípios que integram o interior do estado, por suposto “embaraço ao pleito eleitoral”.

O ato, oficializado por meio da Circular nº08/2018 e que deixa explícito o objetivo de operar sobre o processo eleitoral deste ano, é acompanhado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), que é quem conduz as ações de segurança pública em todo o território estadual.

O documento, já encaminhado para todas as unidades da PM no interior do estado subordinadas ao comando, determina o envio de respostas em caráter de urgência, tendo como referência outro memorando, o de número 098/2018, que “versa sobre o Levantamento Eleitoral”.

A circular da PM destaca dois principais pontos aos comandantes da Polícia Militar que atuam no interior. O primeiro, sobre o monitoramento da oposição nos municípios e o segundo sobre a atualização de dados do efetivo, nos respectivos municípios de atuação.

O documento cita a verificação de ex-deputados, ex-prefeitos e ex-vereadores, que “podem causar embaraços” nas eleições 2018.

“Os comandantes das UPMs deverão informar as lideranças que fazem oposição ao governo local (ex-prefeito, ex-deputado, ex-vereador) ou ao Governo do Estado, em cada cidade, que podem causar embaraços ao pleito eleitoral”, destaca o documento.

“Os comandantes das UPMs deverão em seu banco de dados atualizado de efetivo, informar a cidade que o policial está lotado”, completa a ordem.

Escândalo – O uso da força policial para o monitoramento de adversários políticos do governador Flávio Dino, ato que faz alusão ao período da Ditadura Militar, pode se tornar um novo escândalo no seio do Palácio dos Leões. O Executivo, contudo, já se viu envolvido em ações que sintetizam o suposto uso da máquina.

Em 2016, por exemplo, O Estado revelou que o promotor de Justiça Paulo Roberto Barbosa Ramos, da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, havia formalizado denúncia contra a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) no fatídico Caso Sefaz, com base em documentos e relatórios de auditorias produzidas pelo próprio Governo comunista.

Na sua quase totalidade, a denúncia foi embasada em um relatório preliminar de auditoria da Secretaria de Estado da Transparência e Controle (STC) – complementado posteriormente pelo relatório final -; em um relatório de uma comissão formada por membros da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e em um processo administrativo aberto também na Sefaz.

Os documentos chegaram às mãos do promotor Paulo Ramos praticamente um mês antes do oferecimento das denúncias criminal e de improbidade administrativa contra 10 pessoas, dentre elas a emedebista.

Em novembro do ano passado a 2ª Câmara do Tribunal de Justiça decidiu, por unanimidade, pelo trancamento da ação em desfavor da ex-governadora. Os magistrados analisaram e constataram a falta de provas contra a emedebista. No mês seguinte, a Justiça Estadual rejeitou uma ação civil, formulada pelo mesmo promotor, contra a ex-governadora.

Saiba Mais

O governador Flávio Dino aparelhou politicamente a Polícia Militar, ao efetivar o ingresso de capelães, indicados por lideranças evangélicas da Assembleia de Deus, sem a prerrogativa do concurso público, em troca de apoio político da igreja para o pleito deste ano. Além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, Dino incluiu capelães na Polícia Civil.


8 ideias sobre “PERSEGUIÇÃO! Governo manda polícia “fichar” adversários no interior

  1. Pingback: PERA AÍ DOUTOR, ME COMPRE UM BODE ...PERSEGUIÇÃO! Governo manda polícia “fichar” adversários no interior - Blog do Zé da Graça

  2. Isso tudo com a conivência dos deputados estaduais lacaios (mais de 35 ) do governo “fake news” da BESTA-FERA DINOssauro fecham os olhos para essa ação antidemocrática. É um paradoxo, para não dizer ingratidão constitucional. A constituição prega liberdades individuais, exaltação em seus fundamentos, da livre iniciativa, nos seus princípios de ordem econômica, assegurar a concorrência e a propriedade privada e aí os comunistas pregam exatamente o contrário disso tudo. Por essa lógica, esse partido dos infernos nem deveria existir, pois contraria o texto constitucional. Deus do céu, onde estamos!??!! Volta, regime militar!!!!

  3. Isso é um absurdo! Não bastava o aparelhamento político do Estado com vistas às eleições de outubro próximo. Cadê as promotorias do Controle da Atividade Policial, da Probidade Administrativa, a Promotoria Regional Eleitoral!!?? Vivemos num Estado Policial no MÁ. FLÁVIO DINO prestes a perder a sua tão almejada reeleição, implanta um ditadura vermelha!

  4. Notícias que são dadas pelo jornal O Estado do Maranhão não merecem um pingo de credibilidade. Não passa de um jornaleco totalmente dissimulado, que tenta colocar o que quer para simplesmente ludibriar e enganar a sociedade.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk na falta de alguma coisa inteligente, ou pra dizer… vamos mesmo falar merda! kkkkkkk Mais um tiete do Dinete!!!! kkk

  5. Observem a fascinação de Flávio Dino , bem como os demais esquerdistas, devotam a ADOLF HITLER, eles sempre citam o austríaco em suas defesas fanáticas e ataques a oposição !

  6. Pingback: EXCLUSIVO! Oficiais negaram que ordem de fichamento tenha ocorrido em outras eleições - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *