Imperatriz: Prefeitura aumenta número de leitos de UTI

O primeiro paciente a utilizar a nova Unidade de Terapia Intensiva, UTI, no Hospital Alvorada, ocupará um dos leitos a partir desta segunda-feira (11). Preocupada com a retirada dos leitos de UTI custeados pelo Estado em Imperatriz, que tem provocado transtornos e até morte de usuários da Rede de Saúde Pública, a gestão municipal fechou acordo com a empresa STI para prestação dessa assistência, aumentando de 20 para 30 o número de leitos disponíveis.

“A discussão dos detalhes vem acontecendo desde maio, quando nossas solicitações para encaminhamento de pacientes aos leitos conveniados começaram a serem barradas, colocando vidas em risco. Não podíamos permitir que a situação caótica continuasse, então resolvemos colocar esses leitos em funcionamento com os recursos do Município” – explicou o secretário municipal de Saúde, Alair Firmiano.

Segundo Alair, a rede está funcionando praticamente com 40 leitos a menos, porque além de terem sido fechados 20 da STI, os outros 20, que ainda continuam credenciados pelo Estado na rede privada, não estão sendo regulados conforme preveem as normativas.

Ele assegurou que todas as medidas necessárias para otimizar o atendimento à população, que carece do serviço público, estão sendo tomadas. “A principal preocupação do prefeito Assis Ramos é a resolução dos problemas da nossa saúde. Ele me liga noite e dia para saber do andamento dos processos, que infelizmente depende de trâmites burocráticos para serem solucionados, mas esse da UTI é mais um resolvido” – afirmou.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *