Governo ataca Eduardo Braide após “Pacote de Maldades”

Sem ter como convencer tecnicamente a sociedade de que o famigerado “Pacote de Maldades” será bom para o contribuinte maranhense, o governo Flávio Dino (PCdoB) resolveu personificar o debate.

Escondeu os técnicos da Sefaz – que no dia do lançamento do projeto ainda tentaram defender o indefensável – e agora deixou à cargo da área política a linda de frente do debate.

E não mais com argumentos baseados em dados, mas em fulanização.

O alvo da vez – e preferido de quase sempre – é o deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Foi ele quem revelou o tal “pacote” à sociedade, na sessão de segunda-feira (3) na Assembleia. E foi dele, também o pedido de vista que impediu a aprovação do projeto já naquele dia (saiba mais).

“Braide deturpa pacote anticrise”, disparou o deputado federal eleito Márcio Jerry (PCdoB), que segue à frente da Secretaria de Estado da Comunicação e Articulação Política (Secap).

Como se vê, não se trata mais de tentar convencer a população de que a proposta é boa. Mas de atacar que está mostrando, com dados, que ela é ruim…


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *