“Pacote de Maldades” de Flávio Dino pode ser aprovado hoje

Deve ser votado, e aprovado, nesta quarta-feira (5), o projeto de lei de autoria do governo Flávio Dino (PCdoB) que propõe novo aumento de impostos em várias áreas (saiba mais).

Jocosamente chamada de “Pacote de Maldades”, a proposta deveria ter sido votada logo na segunda-feira (3), em regime de urgência, mas teve a apreciação adiada por um pedido de vista de 24h do deputado Eduardo Braide (reveja).

Segundo a proposta do governo, a maior alta, assim que a base aliada aprovar a proposta, se dará nas operações de produtos como refrigerante, energéticos, isotônicos, embarcações de esporte e de recreação – inclusive esquis aquáticos, kites e jets skis -, rodas esportivas para automóveis e drones, por exemplo.

Para essas categorias, o ICMS a ser cobrado passa de 25% para 28,5%.

A gasolina passa de 26% também para 28,5%.

Além disso, o governador quer acrescentar óleo diesel e biodiesel à lista de produtos que recebem um adicional de dois pontos percentuais na alíquota do mesmo ICMS. Nesse caso, o imposto sobre esses produtos subiria de 16,5% – já de acordo com a nova lei -, para 18,5%.

Há, ainda, previsão de aumento de imposto para cerveja, chopp e outras bebidas alcoólicas.

Para tentar amenizar o desgaste após mais uma impopular medida, o governo tem tentado dar destaque ao fato de que o mesmo projeto garante isenção de ICMS a microempresas e de IPVA a proprietários de motos de até 100 cilindradas.

Se for aprovado hoje e sancionado ainda nesta semana, os novos aumentos passam a valer a partir de março de 2019.


20 ideias sobre ““Pacote de Maldades” de Flávio Dino pode ser aprovado hoje

  1. O povo brasileiro não merece essas motos. O povo quer ter condições de comprar carros ” de verdade” por um preço justo. Por que nesse país um professor não pode comprar um BMW, mercedes benz ou audi. Ta tudo errado nesse país. Nos EUA, Canadá, União Europeia e outros países desenvolvidos podem comprar e ainda sobra dinheiro.#foracomunismo

  2. fale da isenção de tributos para veiculos ciclomotores com 100 cilindradas
    fale da isenção de impostos para microemprendedores para incentivar o comércio que sustenta o país
    fale da isenção de juros para IPVA e parcelamento
    FALE A VERDADE SOBRE O PACOTE!

    • deve ser mesmo um pacote maravilhoso, por isso os deputados aliados do governador não quiseram votar nominalmente, pq são altruístas e não fizeram questão de aparecer aprovando tão boas medidas

  3. Pingback: Governo ataca Eduardo Braide após "Pacote de Maldades" - Gilberto Léda

  4. Eu sabia, que esse governador sem compromisso com o povo iria fazer isso.
    Ele estava esperando só passar a eleição aí o povo achou que estava bom, votou nele pela segunda, por causa desse povo burro, vamos sofrer as consequências juntos.
    Eu não voto em Flávio Dino, porque não tem competência pra nada, há não ser, pra acabar com tudo que ainda resta.
    Mas o povo besta que acreditou mais uma vez nele, vai sofrer junto comigo e os demais maranhenses pra aprender votar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *