Fim de semana de Lava Pratos em São José de Ribamar

lava-pratosA temporada carnavalesca no Maranhão será oficialmente encerrada neste fim de semana no município de São José de Ribamar.

Trata-se do tradicional Lava Pratos, evento promovido pela administração do prefeito Gil Cutrim, com o apoio do Governo do Estado, e que, este ano, chega a sua 70ª edição reunindo, durante dois dias – sábado (13) e domingo (14) – mais de 100 mil pessoas no Parque Municipal do Folclore Therezinha Jansen, na orla marítima da sede da cidade.

A programação do Lava Pratos 2016, que é considerado como o primeiro Carnaval fora de época do país, está disponível no www.sjr.ma.gov.br

No sábado, a festa tem início a partir das 21h com os shows de Igor Oliveira e Banda; Banda Zero Hum; Lucas Seabra e Banda; e Herton Rá.

No domingo, a programação terá início a partir das 13h30 com as apresentações de Vamu Di Samba; Di Fratelli; Banda Regional Fenix; Jamilson Jackson e Júlio Leite; Ailana Lee e Banda; Banda Argumento; e Pepê Júnior, que gravará seu DVD durante a festa e contará com as participações de artistas convidados, dentre eles Bruno Shinoda, Mano Borges e Fabrícia.

Para garantir a comodidade e segurança dos foliões, esquemas nas áreas da saúde, trânsito e segurança, por exemplo, foram montados pela Prefeitura e Governo do Estado.

Cerca de 800 homens da Polícia Militar estarão no município trabalhando durante os dois dias de Lava Pratos. Barreiras disciplinadoras serão instaladas pela PM nas duas rodovias estaduais (MA-201 e MA-204) que dão acesso à sede da cidade executando o trabalho de fiscalização e de cumprimento da lei seca. Homens do Corpo de Bombeiros estarão prestando apoio na terra e no mar (botes e um barco resgate ficarão de prontidão em pontos estratégicos da orla). Seguranças privados contratados pela Prefeitura também estarão trabalhando e auxiliando as ações da Polícia e do CB.

lava_pratos2O Hospital Municipal funcionará em regime de plantão 24h com equipes médicas reforçadas e ambulâncias extras.

Um posto de saúde será instalado, provisoriamente, nas dependências da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, cuja sede fica muito próxima do Parque Municipal, o que facilitará o oferecimento do atendimento ao cidadão, caso seja necessário.

Trânsito

O trânsito na sede do município sofrerá algumas intervenções no sábado à tarde (a partir das 13h) e durante todo o domingo de Lava Pratos. As vans que estiverem trafegando no sentido MA-201/Ribamar deverão seguir pela Avenida Clodomir Cardoso, passando pela Avenida Garrastazu Médici, Rua da Avenida até a Rua Bom Jesus (ponto final ao lado da Data Control). Os ônibus que estiverem trafegando nesse mesmo sentido deverão seguir pela Avenida Clodomir Cardoso, passar pela Avenida Garrastazu Medici e chegar ao Parque da Campina (ponto final).

A partir das 11h de domingo, o ponto de embarque e desembarque de passageiros, da linha Terminal Cohab/Ribamar, será no pátio externo da empresa TCM, localizada na Avenida Clodomir Cardoso.

Os ônibus que deixarem a Sede com destino a São Luis e Paço do Lumiar pela Estrada de Ribamar (rodovia estadual MA-201) deverão seguir o seguinte itinerário: Parque da Campina, passando pela Rua Humberto de Campus e Avenida Clodomir Cardoso até chegar à rodovia estadual. As vans que trafegarem nesse mesmo sentido farão o seguinte itinerário: Rua Bom Jesus, passando pela Avenida Clodomir Cardoso até chegar à MA-201. Carros de passeio poderão utilizar as ruas paralelas à Avenida Gonçalves Dias.

A história do Lava-Pratos

O Lava-Pratos de São José de Ribamar é considerado como o primeiro Carnaval fora de época do país, além de encerrar oficialmente a temporada momesca no Estado.

O Lava-Pratos, de acordo com historiadores ribamarenses, teve sua origem no ano de 1946, no então chamado “Carnaval da Vitória”, assim batizado após a vitoriosa participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial, que terminou em 1945.

Tudo começou quando a Escola de Samba Batuqueiro Naval, de São José de Ribamar, resolveu, na terça-feira de Carnaval, visitar outras agremiações em São Luís, dentre elas a Turma da Mangueira, Turma do Quinto e Águia do Samba.

Por esse motivo, as escolas visitadas resolveram retribuir a gentileza, no primeiro domingo da Quaresma, na sede do Batuqueiro Naval, à época situada na Rua Nova, na sede do município. Dessa forma, outras agremiações começaram a peregrinação até São José de Ribamar, em razão de terem se sagrado campeãs do Carnaval da capital maranhense.

Com o passar do tempo, outras Escolas de Samba e outros grupos carnavalescos da Ilha, como é o caso da Casinha da Roça, por exemplo, começaram a se deslocar todos os anos para Ribamar para abrilhantar o evento.

Uma ideia sobre “Fim de semana de Lava Pratos em São José de Ribamar

  1. Quero ver o prefeito começar a semana trabalhando, asfaltando a Avenida Trindade na Mata.. Certamente o dinheiro gasto vai beneficiar os moradores por muito tempo e não só um fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *