Justiça indefere pedido de Irlahi e mantém eleição da Famem

O juiz Luiz de França Belchior, respondendo pelo plantão judicial, indeferiu hoje (15) pedido da prefeita de Rosário, Irlahi Linhares (PMDB), e manteve para amanhã (16) a eleição para presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem).

A peemedebista recorreu à Justiça alegando vícios no edital de convocação para o pleito depois de ter a candidatura indeferida pela comissão eleitoral.

“Se o edital para as eleições foi publicado em 4 de janeiro de 2017, o prazo mínimo de 20 dias não fora respeitado, uma vez que as eleições foram marcadas para o dia 16 de janeiro de 2017. Constituindo, destarte, o prazo mínimo de 12 inferior aos 20 dias previsto pela regra estatutária”, explica nota da banca de advogados da prefeita.

Para o magistrado, no entanto, essas alegações não ficaram comprovadas. “As alegações da autora são vazias e em nenhum momento esclarecem qual o verdadeiro motivo da sua irresignação”, aponta Belchior.

Em outro trecho da decisão o juiz sustenta, ainda, que ilegal seria suspender a eleição de amanhã, porque, se isso ocorresse, não haveria tempo para convocar outra até o dia 30 de janeiro, prazo final para o pleito.

Com a decisão, está confirmada a eleição na Famem e a candidatura única de Cleoma Tema (PSB), prefeito de Tuntum.

Baixe aqui a íntegra da decisão.

Dono de drone confirma sobrevoo em Curupu, mas nega espionagem

O empresário do ramo audiovisual Joan Santos confirmou há pouco ao Blog do Gilberto Léda que pertence à empresa dele, a Play Vídeo, o drone que foi flagrado fazendo imagens de familiares do ex-presidente José Sarney (PMDB) na Ilha de Curupu, em Raposa, na tarde de ontem (14) – saiba mais.

Segundo ele, contudo, não se tratava de espionagem do local.

O proprietário do aparelho sustenta que está produzindo um documentário sobre belezas naturais de São Luís e região vistas de cima e que, por isso, esteve hoje em Raposa.

“Não gravei nem dois minutos. Quando percebi o caseiro, recolhi o drone e me retirei do local, justamente para evitar problemas”, afirmou.

Abaixo, uma nota da empresa.

Ocorrência

Apesar da negativa do empresários, familiares do ex-presidente afirmaram que vão registrar uma ocorrência policial relatando o caso.

Eles querem ter acesso às imagens que foram gravadas na ilha.

Drone é flagrado espionando familiares de Sarney em Curupu

Um drone foi flagrado espionando familiares do ex-presidente José Sarney (PMDB) na Ilha de Curupu, em Raposa na tarde de ontem (14).

O caso ocorreu entre as 12h30 e 13h.

Estavam na residência o próprio Sarney, a ex-governadora Roseana, sua filha, Rafaela, e alguma amigas dela.

O drone foi avistado sobrevoando e filmando a área de lazer. Rafaela e as amigas, então, saíram do local e se dirigiram à casa, no que foram seguidas pelo aparelho.

Ao perceberem a presença do “intruso”, alguns funcionários passaram a acompanhar o trajeto do aparelho, que foi então recolhido pelo piloto, numa embarcação de nome Cavalo Marinho, na qual zarpou rumo a São José de Ribamar.

Roberto Rocha acompanha crise comunista à distância

O senador Roberto Rocha (PSB) preferiu recolher-se e acompanhar a distância a crise provocada no governo Flávio Dino (PCdoB) pelo escândalo dos “aluguéis camaradas”.

Na semana passada, ainda no início da polêmica, ele chegou a bater boca com o secretário de Estado da Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry (PCdoB), depois de declarar que “o Maranhão é o único lugar do mundo onde o comunismo defende a propriedade privada, só que dos próprios comunistas”.

Mas foi só.

Nos dias que se seguiram, Rocha afastou-se do centro nervoso da crise e preferiu apenas observar o desenrolar do problema.

Para ele, quanto mais desgaste do governo, melhor…

Carro capota na Avenida dos Holandeses

Um homem perdeu o controle do seu veículo e capotou logo depois de passar pela rotatória da Extrafarma na Avenida dos Holandeses.

O local já ficou marcado em São Luís pela quantidade de acidentes que lá ocorrem, principalmente durante a madrugada.

O caso da vez ocorreu por volta das 3h da manhã deste domingo (15).

Pela imagem percebe-se que o motorista ficou deitado no chão após o acidente.

Famem: Tema recebe apoio de Edivaldo Holanda Júnior

O prefeito de Tuntum, Cleomar Tema (PSB), recebeu  apoio oficial do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), a sua candidatura à presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), biênio 2017/18.

Tema lidera a chapa “Prefeito Humberto Coutinho”, formada por gestores de várias regiões do estado e, cujo registro, foi deferido pela comissão eleitoral que coordena o pleito marcado para acontecer nesta segunda-feira (16), das 8h30 às 17h30, na sede da entidade municipalista, localizada no Parque Calhau, em São Luís. Cleomar Tema  poderá concorrer sozinho na disputa, uma vez que o registro da chapa da prefeita de Rosário, Irlahi Moraes (PMDB), foi indeferido pela comissão eleitoral.

“Tema é um gestor experiente, já foi prefeito cinco vezes de Tuntum e duas vezes comandou a FAMEM. Tenho certeza que fará novamente um grande trabalho em favor do fortalecimento do municipalismo no Maranhão”, afirmou Edivaldo Júnior, que é presidente de honra da Federação.

Também participaram do encontro o deputado federal Weverton Rocha (PDT); o secretário municipal de Articulação Política e ex-deputado, Jota Pinto; além  dos prefeitos Francisco Nagib (Codó), Zezildo Almeida (Santa Helena) e Idan Torres (Santa Filomena) – este último figura como candidato ao cargo de Diretor de Segurança na chapa encabeçada por Tema.

Flávio Dino inicia processo de privatização da Caema

​De O Globo

O programa de concessões em saneamento do governo federal, capitaneado pelo BNDES, ganha fôlego neste início de 2017 com o anúncio de uma primeira onda de licitações. Pelo menos oito estados que aderiram ao programa — ao todo são 18 — vão dar partida à contratação dos estudos técnicos que definirão a modelagem para conceder companhias públicas de saneamento à iniciativa privada. O banco de fomento já publicou aviso de licitação em sua página na internet para os primeiros seis editais, referentes a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). O edital sai até o fim de março.

Dos seis anunciados, apenas o Pará está formalmente aprovado pelo Conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), do governo federal. Os outros dois também já no PPI são Rondônia e Rio de Janeiro. O primeiro optou por fazer a contratação direta da empresa que vai preparar o estudo do processo de concessão da Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd), informou o BNDES. Já no caso fluminense, o encaminhamento do processo da Cedae depende da conclusão do acordo de socorro financeiro ao estado, ainda em discussão com o governo federal.

Os primeiros leilões para concessão de companhias de saneamento devem ocorrer no primeiro semestre de 2018, cumprindo o calendário estabelecido pelo PPI em outubro último. As estimativas são relativas aos processos de Cedae, Caerd (RO) e Cosanpa (PA), cujos editais estão previstos para serem lançados no segundo semestre deste ano.

“Aluguel camarada” nas Cajazeiras aponta para Caxias

O aluguel de um prédio da LDA Comércio de Gêneros Alimentícios pelo governo Flávio Dino (PCdoB) na Rua das Cajazeiras aponta para relações com a cidade de Caixas.

Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, a empresa que faturou R$ 720 mil, desde 2015, pela locação de um prédio que só começou a ser usado há uma semana (saiba mais) teria ligações com um grande grupo empresarial da “Princesa dos Sertões”.

O ramo é construção civil.

O blog segue apurando…

O Estado é um dos jornais mais lidos do país

De O Estado

Pesquisa encomendada pela Secretaria de Comunicação da Presidência junto ao Ibope afirma que os jornais impressos lideram no quesito confiança da notícia, segundo a opinião dos brasileiros. Com entrevistas em todos os estados da federação, o levantamento aponta que a maioria dos entrevistados, 59%, disse que confia sempre ou muitas vezes nas notícias publicadas em jornais. Rádio e televisão têm 57% e 54%, respectivamente. Ainda segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia 2016, o jornal o Estado do Maranhão é um dos mais lidos do país. O periódico de São Luís ocupa a 20ª posição – com mais 10 jornais -, entre mais de 200 veículos.

A Pesquisa Brasileira de Mídia foi realizada de 23 março a 11 de abril, em 740 municípios do país. O levantamento aponta que a TV é o meio de comunicação mais acessado, seguido por rádio e internet. O jornal O Globo, do Rio de Janeiro, é o mais mais mencionado pelos entrevistados de todo o Brasil. Em relação ao rádio, aproximadamente dois em cada três entrevistados afirmam ouvi-lo.

No Maranhão, 500 pessoas, em 29 cidades, incluindo a capital – com 84 entrevistados -, foram ouvidas. O jornal O Estado foi a primeira opção citada pelos entrevistados após a pergunta: “Que jornal o(a) sr(a) costuma ler mais? O(a) sr(a) tem o costume de ler algum outro jornal?. Outro jornal da capital também pontuou, como segunda opção.

Ligação com o leitor

Para o diretor de redação de O Estado, Clovis Cabalau, o jornal criou, durante os seus mais de 55 anos, uma forte identidade com seus leitores, ligação esse que reflete nesta pesquisa. “Ao longo de seus 57 anos, O Estado firmou uma identidade muito forte com seus leitores e com o Maranhão. O jornal é referência porque suas digitais estão integradas ao cotidiano das pessoas e à história do estado. A consciência de ser referencial de boa informação, motiva a equipe de O Estado a enfrentar críticas, crises e até personagens da vida pública atual que se julgam acima dos fatos”.

O diretor também falou sobre a credibilidade dos jornais impressos. “Apesar de plenamente integrado à realidade digital da notícia, O Estado tem na sua versão impressa um peso que poucos canais de informação [incluindo rádio, televisão ou web] têm no Maranhão. O impresso deixa sua marca, pauta outros veículos, fica documentado na casa e na mentes dos leitores. Esse papel, o jornal ainda cumpre com maestria”.

A Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) afirma que o objetivo da pesquisa é “conhecer como se informam os diversos segmentos socioeconômicos e as características dos seus hábitos”. Ainda segundo a Secom, a intenção é “conhecer o nível de confiança da população em diversas fontes de notícias”.

A pesquisa detalhada você encontra aqui.