Tiroteio no Fórum de São Luís deixa dois feridos

20140731-121544.jpg

20140731-120955.jpg

Um tiroteio assustou funcionários e visitantes, há pouco, no Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís, e deixou pelo menos dois feridos.

Os tiros foram ouvidos no 3º andar, onde ficam as Varas Criminais.

Segundo as primeiras informações, um detento havia acabado de prestar depoimento e aproveitou que lhe tiraram as algemas para assinar o documento para desarmar dois agentes penitenciários.

Nesse momento, um juiz pediu por socorro e o policial civil Enedias Chagas Neto, do Departamento de Narcóticos (Denarc), que passava pelo local, confrontou o o bandido.

Os dois trocaram tiros. O policial foi atingido no pescoço.

O delegado Cláudio Mendes, da Denarc, em entrevista ao jornalista Domingos Ribeiro, da Rádio Mirante AM, relatou haver ouvido cinco disparos.

Na imagem acima, o detento aparece no chão, após os tiros.

O policial baleado foi socorrido e está no UDI Hospital. Ainda de acordo com o delegado Cláudio Mendes, o estado do policial civil é estável. “Me informaram do hospital que, graça a Deus, ele está fora de perigo”, afirmou.

O detento também foi encaminhado a um hospital.

Bandido cai de bala no ex-presidente do Incra

ze_inacio_incraO ex-presidente do Incra, José Inácio (PT), por pouco não levou um tiro, na semana passada, na Vila Palmeira.

Ele rumava com assessores para o interior do estado, quando, na altura do Detran-MA, ainda em São Luís, o carro em que se encontrava foi abordado por um homem.

O assaltante bateu no vidro, mas Inácio arrancou com o veículo.

O bandido, então, desferiu um tiro, que atingiu apenas a lataria.

O petista registrou ocorrência, mas preferiu ficar calado sobre o assunto. Ele acredita haver sido apenas uma tentativa de assalto.

PT e PMDB definem agendas “casadas” para fortalecer ligação entre Dilma e Lobão Filho

(Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

(Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Dirigentes do PT e do PMDB, em reunião realizada ontem com lideranças de todos os partidos da coligação “Pra Frente, Maranhão”, definiram detalhes para a intensificação de uma campanha “casada” entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e o candidato peemedebista ao Governo do Estado, senador Edison Lobão Filho (PMDB).

Segundo o presidente do PMDB, ex-senador Remi Ribeiro, o objetivo do encontro foi afinar o discurso dos dois principais partidos da chapa para o início efetivo da campanha e reforçar a imagem da presidente ao lado de Lobão Filho e do deputado federal Gastão Veira (PMDB), candidato a senador da coligação governista.

“Há ainda uma certa dúvida sobre quem a presidente Dilma apoia no Maranhão em virtude desse movimento de parte da militância do PT em direção ao nosso adversário. Mas isso acabará com a intensificação dessa agenda conjunta. Não haverá mais dúvidas sobre o fato de que o senador Lobão é o único candidato a governador da presidente Dilma no Maranhão, assim como ela é a nossa única candidata a presidente”, destacou Ribeiro, citando a criação de um comitê de militantes petistas em apoio a Flávio Dino (PCdoB), candidato da coligação “Todos pelo Maranhão”.

De acordo com a coordenadora-geral da campanha de Dilma Rousseff no Maranhão, Berenice Gomes (PT), todos os partidos da coligação deram sugestões para a atuação do comitê de Lula/Dilma/Lobão Filho.

“Essa reunião foi definidora dos próximos passos para a campanha da presidente Dilma Rousseff no Maranhão. A partir de agora, teremos a intensificação das agendas e um ‘casamento’ maior das imagens da presidente com a dos candidatos do PMDB ao Governo, o senador Lobão Filho, e ao Senado, o deputado federal Gastão Vieira”, declarou.

Observação

Assim como o presidente do PMDB, o estabelecimento de ações conjuntas entre o PT e o PMDB se encarregarão de dirimir as dúvidas sobre com quem os petistas estão efetivamente coligados.

“Nossa coligação formal é com o PMDB, e isso ficará cada vez mais claro a partir de agora. Não rejeitamos nenhum partido que faça parte da coligação nacional de apoio à presidente Dilma, mas trabalharemos para que a realidade local também seja respeitada”, completou.

Berenice Gomes anunciou, ainda, que medidas administrativas podem ser tomadas contra os militantes que se voltaram contra a aliança com os peemdebistas e formalizaram a criação de um comitê pró-Flávio Dino.

“Esse é um assunto sobre o qual não há muito o que se discutir: o partido tem instâncias e um estatuto que precisa ser respeitado. Nós, em âmbito estadual não tomaremos nenhuma decisão sem a anuência da direção nacional, que já nos informou de que um dirigente vem ao Maranhão atuar como observador dessa situação”, completou.

Além do estabelecimento de agendas conjuntas e do “casamento” das imagens da presidente Dilma Rousseff (PT) com a do senador Edison Lobão Filho (PMDB), lideranças do PT e do PMDB definiram nas reuniões de ontem a criação de um comitê conjunto de campanha, para traçar estratégias comuns entre os candidatos a presidente, governador e senador. Dirigentes nacionais do PT devem integrar o grupo de trabalho.

(Foto: De Jesus/O Estado)

(Foto: De Jesus/O Estado)

“Tratamento diferenciado”

A coordenadora-geral da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) no Maranhão, Berenice Gomes, defendeu, ontem, em entrevista a O Estado, que o PMDB tenha “tratamento diferenciado” por parte da petista quando estiver no estado em campanha.

Segundo ela, o PMDB tem sido leal ao projeto de reeleição de Dilma e isso deve ser levado em consideração na hora da definição das agendas.

“Tenho dito que não podemos despotencializar nenhum dos partidos que fazem parte da aliança nacional pela reeleição da presidente Dilma. Mas não podemos esquecer, também, que o PMDB tem como única candidata a presidente, enquanto o candidato do PCdoB apoia três candidatos a presidente”, disse, lembrando o apoio de Flávio Dino, além de Dilma, a Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB).

Para Gomes, essa lealdade precisa ser compensada. “É claro que, nesse contexto, defendo um tratamento diferenciado ao PMDB e ao candidato Edison Lobão Filho por parte da presidente Dilma e do PT”, pontuou.

Na segunda-feira, dia 28, durante reunião da coordenação nacional da campanha petista, o presidente nacional do partido, Rui Falcão, já havia manifestado a preferência do PT pelo PMDB no Maranhão. “No Maranhão, nós somos PMDB desde criancinha”, disse o dirigente na ocasião.

Gil Cutrim será reeleito presidente da FAMEM nesta quinta

gilO prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, será reeleito nesta quinta-feira (31) presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) para o biênio 2015/2016.

A eleição acontece durante todo o dia, no horário das 8h às 17h, na sede da entidade municipalista, localizada na Rua Leblon, Quadra B, Casa 01, Loteamento Parque Calhau, em São Luís.

A chapa única encabeçada por Gil Cutrim, cujo mandato atual (biênio 2013/2014) findará no dia 31 de dezembro, possui prefeitos e prefeitas de várias regiões do Estado e das mais diversas colorações partidárias.

A reeleição garante a Gil Cutrim ingressar no seleto rol dos prefeitos/presidentes que comandaram a Federação, fundada em 1985 e que em 2015 completará 30 anos, por mais de um mandato – apenas Waldir Jorge Neto Filho (Lago da Pedra – 1989/1992) e Cleomar Tema (Tuntum – 2005/2008) foram reeleitos ao longo destas quase três décadas.

Além disso, Cutrim já ocupa a posição de primeiro prefeito da história política de São José de Ribamar, terceira maior cidade do Maranhão em número de habitantes, eleito e reeleito para presidir a entidade que congrega os municípios maranhenses.

“Para mim é um orgulho muito grande poder gozar da confiança dos meus colegas prefeitos e prefeitas. A eleição, mais uma vez de consenso, mostra que estamos unidos visando continuar o trabalho em prol do municipalismo no Estado”, afirmou o presidente e candidato único a reeleição.

Ele avaliou que ao longo do seu primeiro mandato várias foram as conquistas obtidas, dentre elas o oferecimento, por parte da entidade, de novos serviços gratuitos (assessoria jurídica e criação de sites institucionais, por exemplo); realização do projeto pioneiro Município em Foco; aproximação das gestões municipais dos órgãos de controle externo; realização, com sucesso, de duas Marchas dos Prefeitos e Prefeitas do Maranhão em Brasília aproximação dos gestores de instituições que promovem o desenvolvimento sustentável e econômico das cidades; promoção de seminários, congressos e capacitações; aprovação, por parte da Assembleia Legislativa, do projeto que autoriza o Governo do Estado a doar para a Federação terreno onde será construída sua sede própria; dentre várias outras.

De acordo com Gil Cutrim, só existe Estado forte com Municípios fortes e por este motivo o objetivo é continuar trabalhando, de mãos dadas com os prefeitos e prefeitas, visando contribuir com desenvolvimento do Maranhão e de suas cidades.

(As informações são da Famem)

Edinho terá 9 minutos na propaganda eleitoral de TV; Flávio Dino, 6 minutos

O senador Edison Lobão Filho (PMDB), candidato a governador pela coligação “Pra Frente, Maranhão”, terá 9 minutos e 28 segundos do total de 20 minutos destinados para a propaganda gratuita no rádio e na TV na eleição deste ano.

O horário eleitoral gratuito começa a ser exibido em agosto.

O candidato Flávio Dino (PCdoB), da coligação “Todos pelo Maranhão”, tem o segundo maior tempo, com 5 minutos e 59 segundos.

A definição dos tempos de cada coligação e partido nas disputas majoritária e proporcional ocorreu hoje (30), em reunião no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão.

Também nesta quarta ficou definido que a TV Mirante será a geradora do sinal para a propaganda na televisão e que a Rádio Timbira gerará o sinal para as rádios.

Roseana “tatua” Lobão Filho no pulso

roseanaA governadora Roseana Sarney (PMDB) surpreendeu hoje (30) quem esteve em Timon participou da vistoria às obras de construção do Parque Industrial que está sendo erguido pelo Governo do Estado no município.

A peemedebista chegou à cidade com o nome do senador Edison Lobão Filho (PMDB), candidato a governador pela coligação “Pra Frente, Maranhão”, tatuado no pulso direito.

Teve aliado do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), se roendo de ciúmes…

PCdoB estuda tentar impedir divulgação de mais uma pesquisa Econométrica

O PCdoB estuda a possibilidade de entrar na Justiça para tentar vetar a publicação de mais uma pesquisa Econométrica/O Imparcial.

O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral para publicação no dia 2 de agosto, mas setores da oposição passaram o dia apontando em redes sociais supostos equívocos na pesquisa. Um prenúncio do questionamento formal que pode vir a ser feito.

Em junho, os comunistas já haviam questionado na Justiça outra pesquisa da dupla Econométrica/O Imparcial. Liminarmente, eles conseguiram suspender a divulgação – mas o jornal, alegando não haver sido notificado, publicou os números mesmo assim.

Na semana passada, a juíza Maria José França Ribeiro, da Comissão de Juízes Auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, decidiu que a consulta não desobedecia a legislação eleitoral.

Após saída do filho, Soliney Silva apoiará Max para deputado estadual

20140730-114026.jpgO vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Barros (PMDB), será o candidato do presidente do PRTB, Soliney Silva, na eleição deste ano.

Prefeito de Coelho Neto, Silva tinha filiado o filho, Soliney Filho, ao partido que preside para fazê-lo deputado estadual.

Mas problemas de saúde forçaram a saída do jovem político da disputa eleitoral, como anunciado no fim de semana.

Com isso, o caminho ficou aberto para Max Barros, que já foi o candidato de Soliney na eleição de 2010, ocasião em que obteve mais de 8 mil votos só na cidade de Coelho Neto.

“Depois da saída de Soliney Filho, eu não tinha como apoiar outro candidato que não fosse o deputado estadual Max Barros, afinal nenhum outro parlamentar trabalhou tanto pelo nosso município como o nosso amigo Max Barros”, declarou o prefeito..

PMDB diz que vai à Justiça após nota da Embratur sobre denúncia de superfaturamento

lobaoA assessoria do candidato Edison Lobão Filho (PMDB) informou ontem (29), por meio de nota, que o PMDB vai à Justiça exigir esclarecimentos da Embratur sobre o porquê de autarquia emitir nota oficial para “defender um processo flagrantemente lesivo ao interesse público e à própria Embratur e sob investigação do TCU”.

O “processo” em questão, é o contrato nº 12/2009, com a empresa CPM Braxis, para fornecimento de estrutura de tecnologia da informação “superdimensionada”, segundo a Controladoria-Geral da União (CGU).

O contrato foi aditivado em 2012 por Flávio Dino (PCdoB), então presidente da Embratur, e será auditado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), após aprovação pelo Senado (reveja).

“O PMDB também vai incluir, em ação judicial, a atual diretoria da Embratur como conivente com as irregularidades já apontadas por auditores da CGU e que venham a ser apuradas nas investigações que estão sendo feitas pelo TCU a pedido do Senado Federal”, diz a nota da assessoria de Lobão Filho.

dinoOutro lado

Em sua defesa, Flávio Dino apresenta uma nova certidão emitida pela mesma CGU que apontou superfaturamento no contrato.

No documento, o órgão de controle informa que “NÃO CONSTA processo aberto no âmbito da CGU ou da existência de parecer técnico pela irregularidade das contas do senhor Flávio Dino”.