Polícia prende a Paty do iPhone

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Repressão ao Narcotráfico de Imperatriz, conseguiu prender na quarta-feira (19) Patrícia Costa Martins, conhecida como “Paty do iPhone”.

Ela é acusada de praticar diversos golpes na internet nos estados do Maranhão e Tocantins e estava foragida desde abril do ano passado.

Segundo denunciaram ao Blog do Gilberto Léda várias vítimas, Paty do iPhone aplicava golpes que consistiam na promessa de venda de aparelhos celulares a preços abaixo do mercado, que nunca eram entregues (saiba mais).

Após a primeira publicação sobre o assunto, ela respondeu a algumas mensagens do blog. “Tenho um nome, uma família e reputação a zelar”, disse (reveja).

A prisão de Patrícia foi decretada pela Central de Inquéritos do Fórum da Comarca de São Luís, decorrente do trabalho investigativo da Delegacia de Defraudações ligada à Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC).

Patrícia foi localizada na cidade de São Raimundo das Mangabeiras, na região sul do Maranhão, onde estava escondida. Após decretada a prisão, ela foi encaminhada para São Luís, onde deve cumprir pena no Complexo de Pedrinhas.

César Pires pede apoio da bancada federal à emenda sobre ISS

O deputado César Pires (PEN) criticou, na manhã desta quinta-feira, 20, o veto do presidente Michel Temer à emenda de autoria do deputado federal Hildo Rocha (PMDB), ao Projeto de Lei que muda o local de cobrança de Impostos sobre Serviços de qualquer Natureza (ISS) dos planos de saúde, empresas de leasing e operadoras de cartões de crédito e débito.

Apresentada pelo deputado Hildo Rocha, a emenda determina que a arrecadação seja destinada ao município em que houve o serviço, diferente do que ocorre hoje, onde o imposto fica na cidade-sede das operadoras. Isso acaba com a concentração da arrecadação em poucas cidades.

Favorável à alteração proposta por Hildo Rocha, César Pires apresentou uma moção na Assembleia Legislativa solicitando às bancadas maranhenses na Câmara Federal e no Senado derrubem o veto do presidente Temer no Congresso Nacional.

– O que nós estamos pedindo nessa moção é que, quando o veto do presidente da República for votado no Congresso Nacional, os nossos deputados federais e senadores mantenham a emenda do deputado Hildo Rocha – explicou César Pires.

Ele fez questão, em seu discurso, de parabenizar Hildo Rocha pela “brilhante ideia de se demonstrar cada vez mais um municipalista, voltando os seus olhos para aqueles que precisam. E pela forma de dizer ao presidente Temer que ele está favorecendo o seu estado de São Paulo e virando as costas para estados que precisam, como o nosso Maranhão”.

VÍDEO! Professores de Balsas protestam contra Erik Augusto

Professores de Balsas realizaram ontem (19), em frente à sede da Prefeitura Municipal, um protesto contra a gestão Erik Augusto (PDT).

Eles cobram o reajuste anual da categoria, de 10%, que tradicionalmente era pago nesta época do ano.

Além disso, segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, exigem a assinatura de atos com as progressões de mudanças de nível dos profissionais da rede municipal de ensino.

 

“PM tem déficit de mais de 1,9 mil policiais”, diz Sousa Neto

O deputado estadual Sousa Neto (PROS) apresentou, nesta quinta-feira, 20, na Assembleia Legislativa, levantamento que mostra um déficit de quase duas mil vagas nos quadros da Polícia Militar do Maranhão.

Os números representam o quantitativo de militares que estão indo para a reforma, na Corporação.

Sousa Neto apresentou os números durante reunião da Comissão de Segurança Pública da Casa, que discutiu a convocação dos 1.432 sub judice do concurso da Polícia Militar do Maranhão.

– Mais de 1,9 mil homens estão saindo do efetivo da PM este ano. É inaceitável que a corporação abrirá todas essas vagas e o governador Flávio Dino (PCdoB) não chama os 1.432 candidatos aptos para entrar. Porque não se chama antes de fazer um novo concurso público? Já se passaram três anos de governo, será que eles vão empurrar até ano que vem, que é eleição? – criticou o parlamentar.

O déficit de homens na PM tem sido tema recorrente deste blog. (Releia aqui,aqui e aqui)

Seguindo o mesmo raciocínio, Sousa Neto levantou que, entre 2015 e 2017, 877 militares foram reformados dos quadros da PM. O número sob e para 1,9 mil com os Barra 87, mais de 1.100 homens e mulheres, que, ainda este ano, completam 30 anos de serviços prestados à sociedade.

– Já são três anos como parlamentar. Quero fincar meu nome de forma positiva, nesta Assembleia, lutando por causas justas em favor do povo maranhense. Os comunistas diziam que este seria o governo do diálogo, mas com eles não há conversa. Estou aqui, cobrando as promessas feitas, e que não estão sendo cumpridas. Hoje, no Maranhão, a violência desandou. A segurança pública clama mais que a saúde – completou.

“Reforma da Previdência começou pelos professores da Uema”, diz Braide

O deputado Eduardo Braide voltou a cobrar nesta quinta-feira (20) o Governo do Estado, sobre o cumprimento do acordo feito com os professores da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). O deputado participou da negociação com a categoria – iniciada no ano passado – junto à Casa Civil.

“Estive em reuniões na Casa Civil, na Procuradoria Geral do Estado, participei de assembleia dos professores na própria na Uema e, dentre os compromissos firmados pelo Governo do Estado, um era a implantação de uma gratificação aos professores na ativa. Aos aposentados, o pagamento da URV, direito já garantido pela Justiça e que ainda não foi autorizado pelo governador. Já tem quase um ano desse compromisso. É preciso cumprir o acordo feito com os professores”, explicou Braide.

O deputado também destacou a boa vontade dos professores da Uema durante todo o processo de negociação.

“Durante todo esse período, os professores tiveram a maior boa vontade de negociar com o Governo do Estado. Destaco a atuação da Apruema (Associação dos Professores da Universidade Estadual do Maranhão), na pessoa do seu presidente, o professor Ubiraci Nascimento, que conduziu junto com uma Comissão o processo de forma muito pacífica e respeitosa. Mas paciência tem limite e os professores da Uema devem ser respeitados. Uma assembleia da categoria já está marcada para o próximo dia 26 de abril. Espero que até lá este impasse com os professores, especialmente os aposentados, esteja resolvido”, informou Eduardo Braide.

O deputado voltou a cobrar o cumprimento do acordo firmado com os professores da Uema.

“Subo pela segunda vez a esta tribuna, este ano, para pedir que o governador do Estado cumpra com o acordo celebrado com os professores da Uema. Primeiro, no que diz respeito ao pagamento da URV aos professores aposentados. Segundo, para que o valor da gratificação implantado aos professores da ativa, venha a ser incorporado aos vencimentos dos professores, mediante um Projeto de Lei que o Governo do Estado se comprometeu a enviar a esta Casa no início do ano. A Uema é a instituição mais citada no Programa de Governo do governador Flávio Dino. Está na hora de valoriza-la de verdade”, assegurou Eduardo Braide.

Ao finalizar o discurso, o deputado lembrou que o partido do governador prega uma coisa no Brasil e faz outra no Maranhão.

“O PCdoB, partido do governador Flávio Dino, em nível nacional, é radicalmente contra a Reforma da Previdência. Mas aqui no Maranhão, o governador já saiu na frente e iniciou a Reforma da Previdência, quando deixou os professores aposentados da Uema fora do ‘reajuste’ implantado mediante gratificação no ano passado”, concluiu.

“Faremos a maior Expoema da história”, jura Flávio Dino, um ano antes da eleição

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou ontem (20), por meio das suas contas nas redes sociais, que o Governo do Estado, em parceria com a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem), vai voltar a realizar a Expoema.

“Um dos anúncios feitos na reunião de ontem: em parceria com Associação dos Criadores, faremos juntos a maior EXPOEMA da nossa história”, escreveu o comunista.

A maior exposição agropecuária do estado estava suspensa desde que o Executivo tomou dos criadores o Parque Independência, onde se realizava o evento – no local, realizou-se uma licitação para a construção de imóveis do “Minha Casa, Minha Vida”. As obras nunca ficaram prontas.

Curiosamente, o anúncio da retomada da Expoema ocorre praticamente um ano antes da eleição e num momento em que o governador tem problemas sérios de popularidade – principalmente após ser incluído na Lava Jato.

Esse Flávio Dino…

_________________Leia mais
“Maranhão dá um passo atrás sem a Expoema”, afirmam criadores
Edilázio repudia decisão de Flávio Dino e lamenta fim da Expoema

Deputados pedem que STF apure vazamento de delação a Flávio Dino

Os deputados estaduais Adriano Sarney (PV), Edilázio Júnior (PV), Sousa Neto (Pros) e Andrea Murad (PMDB) e o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) protocolaram nesta semana uma representação ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo a abertura de investigação do suposto vazamento da delação do ex-funcionário da Odebrecht José de Carvalho Filho ao governador Flávio Dino (PCdoB).

O comunista foi delatado como destinatário, em 2010, de uma doação de R$ 200 mil por meio de caixa dois. O dinheiro, disse o ex-Odebrecht, foi pago em troca do apoio de Dino, então deputado federal, ao Projeto de Lei nº  2.279/2007, de interesse da empreiteira.

O conteúdo do depoimento estava em sigilo.

No dia 13 de março partiu da Procuradoria-Geral da República (PGR) o pedido de investigação do caso e o levantamento do sigilo. No dia 4 de abril o ministro autoriza a remessa dos autos ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) – que é o foro competente para julgar governador – e quebra o sigilo das investigações.

Essas duas informações só chegam ao público em geral no dia 11 de abril.

Mas, tão logo teve seu nome confirmado na nova lista da Lava Jato, Flávio Dino lançou mão de uma certidão da Câmara dos Deputados informando que ele não deu qualquer parecer no Projeto de Lei nº  2.279/2007.

Data do documento: 17 de março. Quase um mês antes de a publicização das decisões, portanto (reveja).

E é isso o que os deputados querem que se investigue.

Outro lado

Em nota, o PCdoB afirmou que o pedido do governador foi feito após especulações na mídia sobre a possibilidade do nome do comunista ter sido citado por delatores da Odebrecht.

“Ciente que sua única relação institucional com a construtora naquele ano havia sido uma reunião para debater projeto de lei de interesse da empresa, a assessoria do governador mapeou que situação poderia gerar alguma ilação e solicitou à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara uma certidão de que não havia apresentado parecer sobre a proposta”, diz trecho do comunicado.

_________________Leia mais
STF vai apurar vazamento de decisões de Fachin na Lava Jato

OAS: depoimento de Léo Pinheiro gera expectativa no Palácio dos Leões

O depoimento do ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro, o Léo Pinheiro, gera expectativa no Palácio dos Leões.

O empresário falou hoje (20) ao juiz Sérgio Moro por cerca de três horas.

Das partes conhecidas até agora, ele confirmou fatos envolvendo o ex-presidente Lula e o PT.

No Governo do Maranhão a apreensão tem razão de ser: em 2014 Flávio Dino recebeu da OAS nada menos que R$ 1.757.500,00 em doações oficiais para a campanha eleitoral.

Os comunistas alegam que à época das doações não se sabia do envolvimento das empresas com o esquema. “Não havia à época nenhuma denúncia formalizada contra elas”, disse o PCdoB em nota emitida no fim de 2014, logo após as eleições (reveja).

Apenas três deputados do MA votaram contra urgência da reforma trabalhista

A Câmara dos Deputados aprovou ontem (19), um requerimento para acelerar a tramitação da reforma trabalhista após um acordo entre líderes da base. O parecer do relator da reforma, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), foi lido na semana passada e trouxe mudanças em 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Foram 287 votos a favor e 144 contra o pedido de urgência para a tramitação. Dessa maneira, o projeto passa na frente de outras pautas.

Havia em plenário 16 deputados federais maranhense. Destes, 13 votaram a favor da urgência e apenas três contra: Weverton Rocha (PDT), Luana Costa (PSB) e Julião Amin (PDT).

Veja abaixo a relação completa dos votos dos representantes do Maranhão.

85 anos da OAB-MA celebrados com solenidade na Assembleia

Em uma solenidade especial realizada na manhã da quarta-feira (19), no plenário Nagib Haickel, a Assembleia Legislativa do Maranhão homenageou a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB/MA), pela passagem dos seus 85 anos de plena atividade no Estado. A homenagem foi proposta pelo deputado Eduardo Braide e aprovada por unanimidade.

A solenidade foi prestigiada por membros da diretoria da Ordem, conselheiros estaduais, presidentes de várias comissões da OAB/MA e diversos advogados. Em seu discurso, o presidente da OAB Maranhão, Thiago Diaz, destacou o papel da OAB ao longo de sua história.  “Ao longo desses 85 anos de atividade, como sua própria história demonstra, a OAB/MA não mediu esforços na defesa das questões mais importantes para as quais foi acionada, sobretudo, nas causas inerentes à defesa dos advogados e da sociedade o que a tem credenciado como a mais atuante e respeitada entidade da sociedade civil. Tudo isso, por conta do abnegado trabalho de advogados como estes, a quem hoje prestamos esta justa e singela homenagem”, disse o presidente da OAB Maranhão, Thiago Diaz.

 

Para o deputado Eduardo Braide, a OAB Maranhão tem exercido de forma eficaz o papel para qual é designada que é a defesa do estado democrático de direito.  “Como advogado que sou e por ter participado de decisões importantes para o Estado, quero parabenizar o trabalho que a OAB-MA vem desempenhando ao longo desses 85 anos. Uma Casa sempre aberta para intermediar conflitos e defender o estado democrático de direito. Este ano, nós já tivemos a participação da OAB com relação aos professores do Estado, que já foram recebidos pelo atual presidente, Dr. Thiago Diaz. Na ocasião, em respeito aos professores estaduais, a OAB criou uma Comissão de Educação para cuidar do pleito dos educadores e de todos os assuntos da educação no Maranhão, a exemplo de como trata das questões do sistema prisional. Da mesma forma, tratou o caso do aumento do ICMS, questionando-o na Justiça”, afirmou o advogado e deputado estadual, Eduardo Braide.

No último dia 04 de abril, o Conselho Seccional da OAB-MA e convidados reuniram-se em noite memorável, marcada principalmente pela emoção. Os dez profissionais com inscrições mais antigas na Seccional Maranhense foram agraciados com uma placa comemorativa em alusão aos serviços prestados à sociedade ao defenderem as garantias e os direitos fundamentais de todos os cidadãos do Estado.

Realizada no Hotel Luzeiros, a celebração foi organizada para um público de mais de 600 pessoas que lotaram seus auditórios, ocasião em que assistiram à exibição de um vídeo institucional que fez um resgate histórico da OAB/MA, com destaque às imagens de fotos antigas que reavivaram, no público presente, momentos épicos, históricos e atuais, desta que hoje se evidencia a cada dia, cada vez mais, como a Casa de Todos.