Presidente da EMAP entregará cargo porque não conseguiu tirar projetos do papel

Hermes Ferreira: convidado a sair

Foi na última quarta-feira (17) que o destino do já quase ex-presidente da EMAP (Empresa Maranhense de Administração Portuária), Hermes Ferreira, se decidiu.

A meteórica passagem do diretor pelo órgão chega ao fim – como noticia em primeira mão o colega Marcos D’Eça – depois que ele deixou de comparecer a uma reunião, em Brasília, com o secretário Nacional de Portos, Pedro Brito, e a governadora Roseana Sarney (PMDB).

Hermes não foi porque não tinha o que apresentar no encontro. Lá, seria cobrado dele que desse explicações sobre os projetos que não conseguiu tirar do papel, notadamente as obras do PAC I (Berço 100 e dragagem das retroáreas) e do TEGRAM (Terminal de Grãos), todas no Porto do Itaqui.

Some-se a isso uma série de atritos com o diretor-geral da ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), Fernando Fialho, com o Governo Estadual e com o próprio Governo Federal.

Portanto, não é Hermes Ferreira quem vai entregar o cargo dia 31 de dezembro – como o próprio fez parecer na reunião desta tarde. Ele foi convidado a entregá-lo.


0 pensou em “Presidente da EMAP entregará cargo porque não conseguiu tirar projetos do papel

  1. E que com ele parta também todos os incompetentes trazidos pelo mesmo. Que a governadora dê oportunidades para técnicos capacitados aqui mesmo do nosso Estado.