Espigão deve começar a ser construído em fevereiro, avalia Max Barros

Projeção de como ficará a área após o espigão

O secretário Max Barros (Infraestrutura) afirmou, nesta quarta-feira (12), que a construção do Espigão da Ponta d’Areia deve começar em fevereiro. A declaração foi dada durante encontro com representante da Vale, que entregou ao secretário documentos complementares ao projeto inicial.

A complementação foi uma exigência da Marinha para liberar a obra, já que a navegabilidade será alterada após a intervenção no local. O gerente geral de Relações Institucionais da Vale, Dorgival Ferreira Pereira, fez a entrega.

“O próximo passo é solicitar o alvará da Prefeitura e nós acreditamos que no mês de fevereiro nós vamos dar a ordem de serviço para essa importante obra de São Luís”, pontuou Max Barros.

Benefícios

O secretário acrescentou que serão três os principais benefícios trazidos pela construção do espigão costeiro – também conhecido como quebra-mar: melhorias para a navegabilidade na área da Ponta d’Areia, que teve um histórico recente de encalhes de embarcações por conta do assoreamento do canal; fim da erosão que está danificando ruas e ameaçando edificações no local; e aumento do fluxo de água entre o mar e a Lagoa da Jansen, contribuindo para a sua despoluição.

“A nossa intenção é conseguir vencer as etapas formais o mais rapidamente possível, para que a obra seja iniciada com a rapidez que o caso exige e possamos finalmente acabar com esses problemas que a Ponta d’Areia vem enfrentando nos últimos anos”, finalizou.


0 pensou em “Espigão deve começar a ser construído em fevereiro, avalia Max Barros