Tati Lima diz que perfil do Twitter de onde partiu pedido de dinheiro é falso

Tati sustenta que perfil é "fake"

A ex-secretária de Urbanismo e ex-secretária de Planejamento de São Luís, Tati Lima (PC do B), entrou em contato por telefone com o blog, neste sábado (15), para informar que não é dela o perfil do Twitter de onde partiu a postagem pedindo dinheiro para o pagamento de contas de campanha.

Ela disputou em outubro de 2010 uma vaga de deputada federal, mas não se elegeu.

A ex-candidata ainda enviou nota por e-mail, esclarecendo que está tomando as medidas cabíveis “para identificar e punir o(a) autor(a) desta falsidade ideológica”

Perfil foi excluído dois dias depois da notícia

Estranhamente, o perfil já foi excluído da rede social.

No comunicado, a comunista (?) solicita que o post sobre o assunto, intitulado “Tati Lima pede dinheiro para pagar contas de campanha via Twitter”, seja retirado do ar.

“Solicito que você retire do ar, o mais prontamente possível, esta informação inverídica a meu respeito, prezando assim com o seu  perfil de bom profissional da imprensa”, solicita.

Confira abaixo a íntegra dos esclarecimentos de Tati Lima:

“Caro jornalista  Gilberto Léda,

Fui informada, que no seu blogue foi postada uma noticia inverídica a meu respeito obtida a partir de um fake ( = falso , termo usado para denominar contas ou perfis  usados na internete para ocultar a identidade real de um usuário).

Este procedimento ilegal está sendo utilizado de forma abusiva  em redes sociais, expondo imagens de pessoas publicas com  finalidades   perniciosas .

Estou tomando providencias legais para identificar e punir o(a) autor(a) desta falsidade ideológica.

Solicito que você retire do ar, o mais prontamente possível, esta informação inverídica a meu respeito, prezando assim com o seu  perfil de bom profissional da imprensa.

Coloco-me  à disposição para qualquer esclarecimento .

Cordialmente,

Tati Lima”

Nota do blog: em respeito aos meus leitores, ao seu direito à informação e, principalmente, ao contraditório, publiquei a nota na íntegra. Mas o post antigo (também respeitando os mesmos princípios) permanece no ar.

Por um motivo principal: o titular deste blog não acredita que o perfil @_tatilima_ (já excluído do Twitter, diga-se de passagem) seja um fake. Se o perfil foi tirado do ar em dois dias, ou Tati Lima já conhecia o proprietário da conta falsa, ou era ela mesma – ou alguém da sua equipe – a dona do acesso.

Talvez tenha sido a ex-candidata vítima de hackers, algo extremamente plausível, mas de um perfil que passou a campanha inteira comentando as eleições de forma pertinente e atualizada pode-se imaginar tudo, menos que seja um fake.

A verdade, Tati Lima, é que você muito provavelmente pisou na bola e agora utiliza esse argumento para tentar escapar, inclusive, da Justiça Eleitoral – já que ninguém mais pode ter débitos de campanha hoje, simplesmente porque todas as contas já foram fechadas e aprovadas, ou não, pelo TRE.

De qualquer forma, o espaço continua aberto a suas explicações e, se for provado na Justiça que tratava-se de um perfil falso, este blog será o primeiro a retratar-se e retirar a matéria inicial sobre o assunto do ar.


0 pensou em “Tati Lima diz que perfil do Twitter de onde partiu pedido de dinheiro é falso

  1. CARO GIBERTO BOA NOITE CONHEÇO A TATI LIMA, SEI QUE É UMA PESSOA SERIA, TENHO CERTEZA QUE ISSO PARTIU DE ALGUEM QUE NÃO TEM O QUE FAZER NA VIDA. UM GRANDE ABRAÇO

    • Vamos ver se ela consegue provar isso na Justiça. Como já disse, serei o primeiro a se retratar caso fique provado que o perfil era falso. Não tenho interesse nenhum em prejudicá-la, apenas noticiai um fato pitoresco da política local e reafirmo que não acredito na tese de conta “fake”.

  2. O fato é que a acidental administração palácio acabou e ela nunca perdeu a pose de primeira dama . Ela se acha , mas essa eleição deixou claro que se engana alguns por algum tempo , mas não tantos por tanto tempo ! Ela tinha um batalhão de gente , muito mini-door e uma frota de veículos , mas ao fim … uma tristeza de votos.