Governo garante dois blocos na AL; falta definir nomes

Eduardo: comissões depois de definição dos blocos

A manutenção dos dois blocos de governo da Assembléia Legislativa já está sacramentada. Após as polêmicas envolvendo a eleição de Arnaldo Melo (PMDB) presidente, a relação entre o tripé Blocão-Bloquinho-Governo parece começar a ficar mais amena.

Prova disso é que já não se fala mais em composição de apenas um bloco de Governo com algo em torno de 30 deputados – o movimento ganhou força no início da semana, mas esvaziou.

Os governistas já se entenderam no sentido de que o Bloco Parlamentar pelo Maranhão (BPM, ou Blocão) ficará com 18 deputados e o Bloco da União Democrática (BUD, ou Bloquinho) terá 15.

Em debate, agora, está a discussão dos nomes que comporão cada ala.

No início do mês, os deputados Alexandre Almeida (PMN), Edson Araújo (PSL) e Léo Cunha (PSC) chegaram a anunciar a saída do BUD, provavelmente por pressão do Palácio dos Leões.

Mas voltou-se atrás.

Para tanto, exigiu-se dos novatos apenas que cedessem dois nomes para o Blocão. Um fica onde está. E é justamente aí que reside a indefinição.

Em contato com o blog, Eduardo Braide (PMN), líder do BUD, explicou que as negociações estão avançadas, mas ainda é cedo para tratar de nomes. Ele acredita que na próxima terça-feira (14) tudo esteja acertado.

Depende disso, também, o posicionamento das bancada para a formação das comissões.

“Só depois da definição dos blocos é que vamos poder tratar das comissões”, explicou.


0 pensou em “Governo garante dois blocos na AL; falta definir nomes

  1. Esse Eduardo Braide é um grande covarde. Chamou Manoel Ribeiro de traidor, e tb a Governadora. Pensou q o mundo era dele. Manoel ia pra Tribuna dizer poucas e boas pra ele. Foi o bastante para ir primeiro e pedir desculpas pra Manoel, elogiar o traidor e a traidora… que papelão do Dudu… precisa crescer mais o garotão…