Gastão Vieira cobrará explicações da Infraero sobre situação do aeroporto de São Luís

Gastão Vieira quer explicações

O deputado federal Gastão Vieira (PMDB) informou ao blog que dará entrada, ainda nesta terça-feira (29), em requerimento na Câmara dos Deputados solicitando da Infraero explicações sobre a situação em que se encontra o Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado.

Desde a semana passada, o embarque e desembarque estão sendo feitos em uma área improvisada. O saguão principal foi interditado sob o risco de desabamento.

Segundo Gastão, a situação é insustentável e a sociedade necessita de respostas urgentes. “Nós já sabemos que o prazo de obras é de 150, mas isso precisa ser melhor detalhado. Não é admissível que o aeroporto de uma capital passe quase seis meses atendendo seus usuários da forma como está sendo feito no momento”, reclamou.

Na última segunda-feira (28), o deputado estadual Tatá Milhomem (DEM) já havia cobrado postura mais ativa da bancada federal em relação aos problemas que envolvem o aeroporto da capital.

“Nós estamos assumindo responsabilidades que não são nossas, apenas por dever de cidadão. Mas, e os deputados federais? O que eles fazem em relação a isso? Até agora não vi nada vindo deles”, disse Milhomem.

Agora verá…


0 pensou em “Gastão Vieira cobrará explicações da Infraero sobre situação do aeroporto de São Luís

  1. Edivaldo Holanda Júnior denúncia o caos no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado

     

    O deputado Edivaldo Holanda Júnior denunciou na tribuna da câmara federal, nesta segunda-feira, 28, a situação de vexame porque passam os maranhenses diante da súbita reforma que a Infraero faz no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado. Depois de anos sem nenhuma manutenção, a Infraero constatou a precária situação da estrutura metálica do Aeroporto de São Luís. Sem nenhum respeito a qualquer norma de planejamento, nem aos usuários de todo País e do Mundo, que chegam ali, diz Holanda Júnior. “A Infraero implantou o caos e nos encheu a todos nós maranhenses de um vexame sem precedentes e de uma profunda indignação”.

    Edivaldo Holanda Júnior que é membro da comissão de viação e transportes da câmara federal disse em seu pronunciamento que ao desembarcar na madrugada de quinta-feira passada naquele aeroporto, pareceu-lhe “Estar pisando o quintal de uma casa abandonada”.

    O parlamentar apelou ao governo federal, no sentido de que não somente aquela obra seja acelerada e antecipado a prazo estabelecido, como também a superintendência da Infraero local respeite o povo maranhense e lhe dê um tratamento mais digno naquele terminal de passageiros, finalizou Edivaldo Holanda Júnior.