Fátima Travassos constrange promotor e barra presença de Doracy Reis em cerimônia

Fátima Travassos vetou Doracy na mesa

A procuradora-geral de Justiça do Maranhão, Fátima Travassos, deu mais um show de indelicadeza, na última quinta-feira (31).

Durante a cerimônia de apresentação do relatório elaborado pelo Ministério Público do Maranhão sobre as condições de funcionamento das 320 escolas públicas de São Luís ela simplesmente barrou a presença da promotora Doracy Reis na mesa diretora dos trabalhos.

Doracy é presidente da Associação do Ministério Público do Maranhão (AMPEM) e uma das principais opositoras de Travassos. Ela seria convidada para fazer parte da mesa pelo promotor da Educação Paulo Avelar, responsável pela apresentação.

Antes de a cerimônia começar, Fátima Travassos soube que haveria o convite e tratou de enquadrar Avelar. Exigiu respeito e disse que era a procuradora-geral.

Paulo Avelar rebateu: “E eu sou promotor”.

Não teve jeito.

Doracy ficou mesmo na platéia, mas não sem uma referência ao mesmo tempo elogiosa e constrangida do promotor.

“A primeira pessoa que eu quero cumprimentar é a promotora Doracy Reis. Por mim, ela estaria na mesa”, disse ele, diante de uma platéia envergonhada.


0 pensou em “Fátima Travassos constrange promotor e barra presença de Doracy Reis em cerimônia

  1. Meus cumprimentos ao seríssimo promotor de justiça Paulo Avelar, a quem agradecemos pelo sua atuação firme frente à promotoria da educação.
    Quanto a procuradora-geral, nem vale a pena comentar. Ela é uma ABERRAÇÃO paga pelos cofres públicos! Muito bem paga e só ENVERGONHA O MARANHAO!

  2. Essa senhora não constrange apenas promotores não, Gilberto. Como maranhense fico constrangido é em tê-la à frente do outrora confiável ministério público (assim mesmo, em minúsculas). O judiciário deve estar feliz. Foi superado em mazelas pelo seu priminho. Que tem juiz e desembargador safado não tenho dúvida. Mas nunca, nunquinha mesmo ouvi dizer que o judiciário tinha um chefe de comunicação (como é o caso do sr. Tácito Garro$) que serve também a uma quadrilha investigada. Afinal, o que diz o mp sobre esse assunto? Será que a sra. Travassos manterá Garro$? Essa novela promete…

  3. “Adalberto” sei quem você é se escondendo atrás de novo de um pseudônimo. O coordenador de comunicação do MP, que por sinal fui estagiária dele, é muito competente pra está nesse cargo e você continua sendo ‘A rainha da Inglaterra’, diz que manda e não tem voz nem vez no lugar que ocupa e nunca terá, por isso o teu descontentamento com a presença do Tácito aonde quer que ele vá. Você que está orquestrando essa fofocada toda mentirosa e ridícula, e digo com a defesa de quem conviveu por muito tempo com ele. Pena que você Gilberto está sendo manipulado, usado pra divulgar informações que tentam desconstruir a imagem de uma pessoa de bem e correta. Tenho certeza que se você soubesse o que está por trás da verdade dessas “denúncias” não se deixaria levar. Baixaria tem preço Dr. Adalberto!

    • Bom ouvir o contraditório. Na verdade, nunca houve manipulação. Recebo todas as denúncias e checo. Peça para o Tácito dar uma olhadinha na caixa de e-mails… Sempre dei a ele a oportunidade de se defender antes de publicar as postagens (isso é praxe por aqui).
      Quanto às denúncias, reafirmo tudo porque tenho documentos. Mostrarei quando oportuno for.

  4. Um recado para essa ‘Fátima Barbosa” que no outro blog se apresentou sob o condinome de Jade Barbosa (não sabia q vc gostava de ginastica olimpica, um otimo esporte por sinal).

    Sei quem voce é. nao pense q passa despercebido. você se comporta de forma ridícula, lambendo os sapatos do teu querido chefe, se prestando ao papel de molecote de recado e dando guarida a ações desastrosas dentro do trabalho. Trata-se de um SANCHO PANZA TUPINIQUIM. uma criatua que age nos subterrâneos, como os ratos. sempre a se esgueirar e soltar comentários.

    ESTAMOS DE OLHO EM VOCÊ. vc nao nos passa despercebido e em suas açoes rasteiras, compactuando com irregularidades, serao cobradas. ou vc pensa que este jogo de prejudicar pessoas e MEMBROS vai passar despercebido? a verdade já esta vindo à tona.

    investigaçoes serão feitas e tudo vira ao conhecimento dos consumidores sobre essa temática de venda de combustiveis. usar informação privilegiada é um crime. voce se presta a isso porque se alimenta do MESMO CALDO SUJO. devia procurar ler, estudar, aprender a escrever e parar de puxar o SACO SUJO de alguem sem profissionalismo.

    os soldadinhos não sao culpados apenas por seguir ordens do GENERAL. se alerta, mané!

  5. Pode vir quente que estou fervendo Adalberto. Me procure se você consegue se vestir de coragem pelo menos uma vez na vida. Você é bitolado e inescrupuloso. E eu sou a favor da verdade, não estou defendendo por subserviência que é o teu caso, você que é assim e todos dizem e comentam nos corredores do lugar que você trabalha. Você já perseguiu e enganou muitos. Vamos ver quem tem verdades pra mostrar, ou você pensa que não sei os lugares que frequentas e as asneiras que andas dizendo e fazendo. Cuidado amigo, quem tem telhado de vidro não tenta atirar pedra em quem você supõe que também tenha.
    Gil, o Tácito é uma pessoa da paz, nunca vi ele em nenhum tipo de confusão e se você enviou e-mails pra ele e não obteve resposta, certamente é porque ele tem a consciência limpa; ele tá só querendo organizar o que de fato estava uma bagunça na Comunicação e cadê que alguém fala isso…

  6. A maneira de agir da Procuradora Geral de Justiça, explica a existência dos DITADORES e dos DÉSPOTAS ao longo da história da humanidade. O que será que vai baixar a bola dessa senhora? Vamos aguardar.

  7. Prezada Fátima Barbosa ou Jade Barbosa,
    A senhora, além de analfabeta, é louca! Ou cínica… Falta dizer agora que estou mentindo! As provas virão. Gilberto já garantiu. Quero ver se sustenta esse seu discurso fajuto.
    Adalberto.

  8. SÃO PRÁTICAS SIMBÓLICAS, IMAGINEM O QUE ACONTECE AO ANOITECER QUE JA NÃO HÁ MAIS NINGUEM NOS ´RGÃOS PÚBLICOS?
    VERGONHA ESSE ESTADO SEM DIREITO E LOTADOS DE BANDIDOS POLITICOS E JURIDICOS SEM MORAL ALGUN DEMONADOS COMO AUTORIDADES.