Reunião pode definir o futuro dos 72 hospitais

Um encontro realizado na manhã desta terça-feira (17), entre o secretário de Saúde, Ricardo Murad, o presidente da FAMEM, Junior Marreca, e 40 prefeitos pode definir os rumos da gestão dos 72 hospitais a serem entregues pelo programa “Saúde é Vida”.

O grupo está reunido no Praia Mar Hotel neste momento. São 36 prefeitos de municípios beneficiados com hospitais de 20 leitos e 4 prefeitos de municípios que receberão hospitais de 50 leitos.

Ricardo Murad defende que a administração das unidades hospitalares seja feita em parceria com os municípios.

“Nós estamos apresentando aqui uma maneira de as prefeituras viabilizarem o atendimento”, explica o secretário.

Mas muitos gestores alegam não ter condições de manter os hospitais.

O presidente Junior Marreca, prefeito de Itaoecuru-Mirim, elogiou, com ressalvas, a iniciativa do Governo do Estado.

“É interesse de todos nós que esse programa funcione, é, na verdade, um sonho ver isso funcionando da forma como está proposto. Esperamos que isso [os hospitais] não sejam elefantes brancos”, disse.

Depende, então, de um acerto – e de muito bom senso – o futuro do ousado programa “Saúde é Vida”.


2 pensou em “Reunião pode definir o futuro dos 72 hospitais

    • Hospitais são 72, G.D. Sempre foi isso. Mais 10 UPAS, perfazendo um total (como eu disse antes) de 82 “unidades hospitalares”. Sempre deixei isso bem claro. Quem leu o meu blog sabe disso

Os comentários estão fechados.