Veja imagens da agressão de delegado a funcionário da CAEMA

O vídeo acima foi feito pela turista Gisiela Góis. É o flagrante do abuso de autoridade que culminou com a prisão José Raimundo Ribeiro Pires, 44 anos, por dois agentes da Polícia Civil e pelo delegado Alberto Castelo Branco.

José Raimundo é funcionário da CAEMA há 24 anos e estava no local da agressão a trabalho, conforme noticiou este blog em primeira mão, no início da tarde.


10 pensou em “Veja imagens da agressão de delegado a funcionário da CAEMA

  1. Isso mostra o quanto de despreparo de uns agentes públicos que são pagos pra defender o cidadão de bem.
    Este Delegado, só o semblante dele, percebe-se claramente que ele não têm que condições de exercer o cargo que exerce.
    Queremos ver a postura da Secretaria de Segurança, pois, só a truculência dos “policiais”, deveriam ser afstados das suas funções até o julgamneto da infração imposta aos mesmos, era mínimo

  2. Quando você estiver diante de um covarde armado, fique calado.
    Quando você estiver diantes de três covardes, um armado. fique calado.
    Quando você estiver diante de três brutamontes covardes, fique calados…

  3. Num Estado sério, o secretário de segurança convocaria uma entrevista coletiva, dando explicações – o porque da prisão truculenta, se não houve resistência, afastaria os ‘donos da lei’, em resposta à sociedade, seria o mínimo. Estes seus homens, senhor Aluízio, não tem condições de estar nas ruas. Deveriam tratar de cavalos, perder todas as gratificações, perder suas armas e ficar bem longe da sociedade. A PALAVRA ESTÁ COM O SENHOR, O SENHOR NOS DEVE EXPLICAÇÕES, E URGENTES.

    • Penso que o secretário não deva ser responsabilizado pela ação desmedida do delegado, mas concordo que é de total responsabilidade do senhor Aluísio Mendes uma punição exemplar ao “servidor” da segurança do estado.

  4. .
    Como funcionaria da empresa estou muito chocada e sentida, ao assistir este vedeo,pois trabalho dia a dia exercendo as mesma s tarefas e talvez se estivesse no local hoje talvez estaria morta, pois poderia reagir a agressão ao meu Colega e eles me atirariam covardemente e falariam que a arma dizer que a arma disparou por acidente. Nos Caemeiros Queremos ver a postura da Secretaria de Segurança, pois, só a truculência dos “policiais”, e deste Delegado . os mesmos devem ser afstados das suas funções até o julgamento da infração imposta aos mesmos, e mínimo.

Os comentários estão fechados.