Via Expressa: deputados criticam postura de Raimundo Portelada

Costa: Prefeitura contra a população

O deputado estadual Roberto Costa (PMDB) criticou, neste sábado (23), a postura do presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Maranhão (CREA-MA), Raimundo Portelada, e da Prefeitura de São Luís, que já se posicionaram contra a construção da Via Expressa.

Na última sexta-feira (22), Portelada admitiu ter recomendado ao prefeito João Castelo (PSDB) a não liberação da licença de uso e ocupação do solo para a empresa responsável pela construção da primeira etapa da nova avenida.

Costa acusou o presidente do CREA-MA de estar “a serviço de Flávio Dino e João Castelo” e disse que o prefeito “não faz e não quer deixar fazer”.

“Portelada está a serviço de Flávio Dino e de Castelo, que não faz e não quer deixar fazer. A Prefeitura não consegue dar respostas aos problemas cruciais que o trânsito da nossa capital enfrenta, o Governo do Estado assume essa responsabilidade com um projeto real, que é a Via Expressa, e eles [o prefeito João Castelo, Raimundo Portelada e Flávio Dino] tentam politizar a questão”, disse.

O deputado lembrou que, ao tentar dificultar a obra, mais do que o Governo do Estado, a Prefeitura atinge a população.

“O maior prejudicado com tudo isso não é o Governo do Estado, mas a população de São Luís, que continua nos engarrafamentos monstruosos”, completou.

Estranho

O deputado Jota Pinto (PR) reagiu com estranheza ao posicionamento de Portelada. Ele argumenta que a Via Expressa é um projeto de “grande envergadura” e que o CREA deveria atuar como facilitador para a garantia de todas as licenças necessárias para a obra.

Max Barros: ARTs em mãos

“Estranho muito essa posição do CREA, porque a Via Expressa é um projeto de grande envergadura para desafogar o trânsito de São Luís. Como presidente, o senhor Raimundo Portelada não tem que analisar projeto, mas fiscalizar a atividade de engenharia exercida pelos profissionais da empresa contratada e ajudar, justamente para dar mais agilidade na liberação das licenças”, destacou, o parlamentar.

Que completou: “Esse é uma grande presente do Governo do Estado para São Luís. Já que Castelo não faz, a governadora faz e ele, nem o CREA, podem politizar um assunto tão sério como esse. Não quero acreditar, sinceramente, que haja picuinha política nessa postura do Portelada”.

Pode acreditar que há, Jota Pinto.


13 pensou em “Via Expressa: deputados criticam postura de Raimundo Portelada

  1. Roberto Costa, um Demagogozim barato, agora, é defensor dos fracos e oprimidos, vai fazer tua média com tua curriola, rapá!

    • Vc avalia equivocadamente o deputado Roberto Costa, um dos mais atuantes da atual legislatura

  2. Desculpe-me Gilberto, mas cada um tem a sua opinião. Não concordo mas respeito a sua. A meu ver o deputado não é um dos mais atuantes, e nem está a favor da população: Ele está a favor dos interesses dele com a governadora!! É ato notório e explicíto isso!! Uma pergunta q vem a calhar: sou professora do projovem urbano e estamos há exatos 8 meses sem receber um centavo. Como se explica isso? E porque não existe uma assistência técnica e judicial p nós professores do projovem urbano, assim como ele disponibilizou aos “endinheirados” q se sentiram lesados pelo aumento desajustado do IPTU? Não merecemos essa assistencia porque? Porque somos pobres? Me desculpe, mas equívoco é falar q este deputado é um dos mais atuantes da Assembléia Legislativa…aliás, pode até ser, para a governadora, mas não p a população!

    • Não são apenas os endinheirados os beneficiados pela decisão do IPTU. Eu não sou endinheirado e tive aumento de quase 300% no meu imposto. No caso mais emblemático, uma moradora do Pq Vitória, Hilda Sá, teve aumento de mais de 500% e ganhou na Justiça o direito de pagar pela tabela do ano passado. No caso do Projovem, já que o próprio Roberto Costa não disponibilizou assistência jurídica, vc pode procurar a defensoria pública. O que não pode é vc criticar a atuação parlamentar do peemedebista só porque, no seu caso, a atuação dele não é favorável.

  3. Eu concordo com algumas coisas que Roberto Costa fala em relação ao governo municipal que tem varios descalabros na administração com a conivencia dos vereadores que so visam o interesse proprio como tambem das autoridades que deveriam fiscalizar como o ministerio publico que deixa que Castelo gaste mais com propaganda do que com a propria obra – como acontece atualmente com o asfalto da zona rural que ainda ta na promessa e ele ja gastou horrores com propaganda como se a obra ja estivesse pronta. Mas acho tambem que o nobre deputado não tem moral pra cobrar nada do governo municipal porque no governo estadual que ele tanto defende não é diferente – como no caso da propria via expressa, só pra ficar em apenas um exemplo porque tem varias promessas não cumpridas deste o governo anterior, como se o atual não fosse a continuação daquele. Eles, tanto o governo municipal quanto o estadual teem uma alucinação à noite e pela manhã chamam a equipe de propaganda ao invés da de planejamento e se danam a gastar o dinheiro que poderiam usar nas obras que em muitos casos não passam de alucinação como a que teve Ricardo Murad com 75 hospitais…..

  4. concordo plenamente este jovem deputado e muito metido e pousudo diz defensor dos menos favorecidos mais todos sabem que ele defende mesmo e a sua protetora ROSEANA tanto e que nem assumiu a secretaria da juventude para ficar na assembleia falando baboseira,e agora com relacao a via expressa vai inojar com a expressao “castelo nao faz e nao deixa quem quer fazer fazer”e porque eles nao permitiram logo no inicio castelo fazer o hospital? sera se nao e importante tambem para a populacao de sao luis e tambem do resto do estado? me compre um bode deputadozinho.

  5. SEGUNDO DETERMINA A LEGISLACAO VIGENTE (ESTATUTO DAS CIDADES E PLANO DIRETOR) TODA OBRA TERA QUE TER ALVARA E LICENCA AMBIENTAL MUNICIPAL.NO CASO A VIA EXPRESSA NAO TEM, POR ISSO E ILEGAL E OUTRA QUEM CAUSA MAIS DESASTRE AMBIENTAL DESMATAR UM TERRENO PARA A CONSTRUCAO DE UM HOSPITAL OU A CONSTRUCAO DE UMA VIA EXPRESSA INICIANDO PELO SITIO SANTA EULALIA, RESERVA PROXIMO AO ANTIGO LUZITANA NO VINHAIS? E AIR SENHORES AMBIENTALISTAS?

    • Caro Barbosa,

      vc só mostra que não entende patavinas do que fala. A obra já tem todas as licenças ambientais. Falta apenas a Prefeitura Emitir a licena de uso e ocupação de solo. Mas o seu discurso – que é o discurso do prefeito – só reforça a tese de uso político do caso.

      Assim: Castelo não dá a licença pq julga que é Governo do Estado quem o está imedindo de construir o hospital. Pura retaliação, sem nenhum embasamento técnico.

Os comentários estão fechados.