TCU: Fernando Fialho sob suspeita de favorecer privatização de portos

Fialho: olhos fechados para privatização

Mesmo contra o direcionamento do Palácio do Planalto – de frear uma espécie de privatização de portos no Brasil – o presidente da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Fernando Fialho, já decidiu de que lado está: das empreiteiras.

Ele permanece firme no propósito de deixar livre o caminho para que empresas como a Odebrecht construam seus portos e, por fim, acabem por tornar privada a atividade portuária no país.

Vale lembrar que é justamente por suspeitas de facilitar esse processo que Fialho responde a processo no Tribunal de Contas da União (TCU). No caso em análise pelo Tribunal, o pretenso candidato a prefeito de São Luís é acusado de omissão na construção de portos de particulares em Santa Catarina e na Bahia.

Em Santos, o TCU ainda não pôs a mão, mas é por lá que a Odebrecht constrói o maior porto privativo do país.

(Com informações do Cláudio Humberto)


7 pensou em “TCU: Fernando Fialho sob suspeita de favorecer privatização de portos

  1. Gilberto Leda, você está insinuando uma aleivosia dessas contra um cidadão acima de qualquer suspeita como o Fernando Fialho.
    Cidadãos como: Fernando Fialho, Protelada e Nicolau dos Santos Neto (o juiz lalau), estão acima de qualquer suspeitas. São administradores do maior gabarito.
    Não seja tão leviano assim Gilberto, coitadinho deles!
    Herbertt Morais

  2. Fialho tu continuas com as mesmas praticas do tempo que eras o menino de ouro de Alexandra e Zé Reinaldo na Metropolitana e no Porto. Que dobradinha tu fizestes com Xandra naquela época foi um arraso. Cuidado no governo federal e mais complicado.

  3. Bom tarde, gostaria de estar entrando em contato com você Gilberto, sou jornalista e gostaria de conversar com você sobre o retrocesso portuário, me envie seu e-mail para que possamos nos comunicar, um abraço

Os comentários estão fechados.