Coronel Melo, ontem e hoje

Um dos líderes do movimento de greve dos policiais militares e bombeiros, o coronel Francisco Melo, da PM, é um dos oficiais que mais têm dado declarações incentivando a paralisação.

Em recente carta enviada ao Jornal Pequeno, por exemplo, já disse:

“Tenho certeza de que se não tivesse sido enviado pelo Governo do Estado nenhum Projeto de Lei para os agentes penitenciários, para os delegados de polícia e para outras categorias de servidores públicos, as instituições militares estariam caladas e não iriam se manifestar por não ser pertinente, mas como está posto não há mais alternativa, a não ser a paralisação”.

E mais:

“O Governo do Estado, na pessoa da governadora Roseana Sarney, (sic) a quem cabe corrigir essa discrepância e evitar tudo isto, enviando um Projeto de Lei que inclua e beneficie, também, os Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Maranhão. Como vimos não há nenhuma intransigência da PM/CBM, estes estão apenas lutando por um direito e um tratamento digno e igualitário”.

Mas não foi sempre assim. Quando o próprio coronel Melo era o comandante-geral da Polícia Militar, no Governo Jackson Lago, em 2009, a categoria também estava prestes a deflagrar uma greve.

Em 2009, greve era "inconstitucional" para Melo

E a opinião do oficial era bem diferente da atual.

“A Constituição proíbe a greve e a sindicalização dos militares. Inclusive, isso está no próprio Estatuto da Polícia Militar”, ressaltou coronel Melo, em entrevista ao portal Meio Norte.

Alguém ainda tem dúvidas do caráter político (ou balaio) desta greve de militares?

A matéria completa você pode ler abaixo, ou clicar aqui para conferir no portal Meio Norte.

_______________________________________

O comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Francisco Melo, considerou de “notícia criminosa”, a divulgação de um panfleto apócrifo alertando sobre a possibilidade de greve na corporação da PM, a partir de amanhã. A condenação da nota foi feita pelo coronel, hoje à tarde, em entrevista coletiva, no quartel da PM, no Calhau.

Segundo coronel Melo, a nota não dispõe de qualquer autenticidade. “Trata-se de uma nota tendenciosa e irresponsável. Uma notícia criminosa, que visa causar pânico na população”, declarou indignado o comandante geral da PM.

Coronel Melo afirmou que não haverá paralisação dos serviços da Polícia Militar e que a população do estado fique tranquila porque a PM irá permanecer nas ruas na preservação da ordem pública.

Segundo ele, a própria Constituição Federal não permite que os militares possam se manifestar por meio de atos dessa natureza. “A Constituição proíbe a greve e a sindicalização dos militares. Inclusive, isso está no próprio Estatuto da Polícia Militar”, ressaltou coronel Melo.

O coronel Melo garantiu que vai apurar sobre os panfletos espalhados pela cidade.


22 pensou em “Coronel Melo, ontem e hoje

  1. O que mais incomodou foi esse agente de bosta, secretariozinho mimado e despreparado, papagaio de sarney, dizer em pleno Jornal nacional, que melhorias já estavam sendo direcionadas aos PMs. MENTIROSO, sem vergonha, capacho!
    Bem disse o CEL INF GUEDES ao ser convidado secretamente pra assumir o CMDO da PMMA: – Não sei como CORONÉIS da PM aceitam ser comandados por um agente da PF. EU Não ACEITO!
    E esse secretário mostrou que o bom Coronel Guedes do Exército estava correto e o porquê de um agente da PF estar no cargo.. Mente descaradamente para desacreditar quem sempre lhe foi fiel e ele sempre menosprezou!
    Não somos IDIOTAS Aluísio! Você não serve!
    Já que não ajuda a ninguém , não fala a verdade a ninguém, não é amigo de ninguém, volte a ser um ninguém nos quadros da Federal!

  2. esse coronel melo realmente que se aproveita de um movimento legitimo ele que pegar carona mais nunca fez parte de nada, agora a virou moda todo mundo que se manifesta nesse estado é balaio quem busca melhoria é balaio, francamente, cuidado que os policias civis ” BALAIOS”, os professores”BALAIOS’, OS delegados,”BALAIOS”, todos BALAIOS, vão paralisar, acho que nesse estado só blogueiro não é balaio

  3. eu não sei porque ainda perco meu tempo, é só esperar a via expressa que vai resolver todo problema do estado.

  4. Inveja, incompetência, frstação….são ingredientes que atrapalham o ser humano. Nunca inveje ninguém, uma pessoa que tem personalidade não distorce os fatos e nem faz nada por dinheiro e para atender interesse de outros. Na matéria do dia 06 de novembro, coronel melo diz com todas as letras que a Constituição proibe a greve. Pegue o jornal, leia e veja. Agora o que ele disse é que esse dispositivo ainda consta na Carta Magna como forma de intimidar as forças militares de lutarem por seus direitos, isso é o que tá escrito na matéria. Qualquer jornalista que quer se mantar com credibilidade não fique pregando boatos e mentiras, vai sempre opinar sobre os fatos. Esse coronel que está, hoje, no Subcomando da PMMA, é o mesmo que recebu várias diárias sem tirar os pés de São Luis. Isso vocês não divulgam.

    • Boatos? A mim está claro que, em 2009, Melo era contra a greve porque flagrantemente inconstitucional. Hoje, ele é um dos líderes do movimento. A isso, chamamos INCOERÊNCIA Hellyerberth. E nada mais…

  5. Abram as porteiras, PAI FRANCISCO chegou!!!
    Esse cel. Melo é um bandido fardado, já deveria estar preso!

  6. Esse tal Coronel Melo é um verdeiro criminoso e merece é ser preso. Não passa de um oportunista, seccionário, revolucionário, que não dá a mínima para a corporação, e só quer tirar proveito do momento.

  7. O unico Orgão do Governo do Brasil que não deveria entrar em greve é á propria Lei,o q esta acontecendo é uma vergonha da queles q fazem isso, pois so quem sofre é o povo que tanto precisa desta Lei.

  8. O certo é punir aqueles q estão fora da Lei, para q ñ volte acontecer esses tipos de problemas no nosso Brasil e principalmente no Maranhão.

Os comentários estão fechados.