Franklin Pacheco vai denunciar auditor militar ao CNJ

O comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco, declarou, na manhã deste sábado (26), em entrevista à Rádio Mirante AM, que vai denunciar o juiz Vicente de Paula Gomes de Castro, auditor militar, ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pela verdadeira “coça” que recebeu na decisão em que o magistrado nega o pedido de prisão dos líderes da greve (reveja aqui).

Em vários trechos da sua peça, Vicente de Paula critica o comandante, sua “mediocridade funcional” e “debilitada autoridade”.

Pacheco disse na entrevista que não entendeu o motivo de o auditor ter-se referido a ele. “Não fui eu quem fiz o pedido. Ele não deveria se reportar a mim, porque a petição não foi assinada por mim”, declarou.

No entendimento do juiz, Pacheco deveria ter intervindo pela prisão das lideranças da greve desde a primeira insurgência da categoria, há duas semanas.

 


2 pensou em “Franklin Pacheco vai denunciar auditor militar ao CNJ

  1. Gilberto, vc ñ imagina o qto me revolta esse “Disque Denuncia” aí do lado. A justiça permitiu a fulga desses bandidos. Jamais deveriam ter deixados eles soltos. Se a policia e a justiça já sabiam que eles são culpados, pq facilitaram? Pra justiça basta pagar fiança e as vidas ceifadas estão quites. Que vergonha!!!

  2. Essa decisão judicial DE MULTAR CADA MILITAR É CRUCIAL PARA OS MILITARES, E PRINCIPALMENTE PARA OS SEUS FAMILIARES. Será que vou PRESO! Por questionar essa Injustiça?!

    É O CRESCENTE CAOS SOCIAL QUE SE INSTALOU NO MARANHÃO. É UM FILME POLICIAL CHEIO DE SUSPENSE! O final é impresível-, pode tornar-se -também -a porta de saída para ROSEANA SARNEY…

    Marco Antonio Carvalho Diniz

Os comentários estão fechados.