Tadeu Palácio não quis…

Tadeu: se arrependimento matasse...

Se existe alguém que não pode mais dizer que só se arrepende do que não fez, esse alguém é Tadeu Palácio (PP).

Explica-se: o ex-prefeito de São Luís comprou uma briga das grandes com o Governo do Estado porque, ainda no PMDB e secretário de Estado do Turismo, achava que deveria ser escolhido o candidato a prefeito do grupo.

Quando tudo apontava para a pré-candidatura de Max Barros (antes DEM, hoje PMDB), até este blog, no dia 18 de julho, aconselhou Palácio. O melhor caminho, naquele momento, era o PR.

Por dois motivos: primeiro porque a legenda estava de braços abertos – um convite seria feito oficialmente pelo deputado estadual Jota Pinto; segundo, porque seria uma forma de mudar de partido para se viabilizar eleitoralmente, sem ter que abandonar a base governista.

Mas Tadeu não quis.

Um dia depois, declarou com exclusividade a este blog que não tinha “razão para deixar o PMDB”, para, um mês depois, pedir a desfiliação do PMDB e entregar à governadora Roseana Sarney uma carta de demissão do cargo de secretário de Estado do Turismo.

Hoje, Tadeu está no PP e lança sua pré-candidatura pelos progressistas na próxima quinta-feira (12).

Se tivesse ficado exatamente onde estava em julho do ano passado – ou, no máximo, se estivesse no PR -, com a desistência de Max Barros, o apoio do Governo poderia ter “caído no colo” da sua pré-candidatura.

Mas Tadeu não quis…

__________________Entenda a “saga” de Palácio

Melhor caminho para Tadeu Palácio é o PR

PR deve oficializar hoje convite a Tadeu

“Não tenho razão para deixar o PMDB”, diz Tadeu Palácio

Tadeu Palácio perdeu o “time”

Bomba! Tadeu Palácio pede desfiliação do PMDB

Tadeu procura partidos de oposição a Castelo

Por medo de confusão, Tadeu rejeitou PSB

Tadeu Palácio acerta com Waldir Maranhão filiação no PP


19 pensou em “Tadeu Palácio não quis…

  1. Coisa feia, parece coisa de criança/gente imatura. “Viu, viu, tu não quis!”. A carta da manga do grupo é a vinda de Lula e Dilma pedir votos pro candidato, essa que é a questão, não adianta querer desviar o foco. Pq vcs sabem q sem essa carta não há a mínima chance pra vcs!

  2. Sei não… no máximo Tadeu viraria vice de Washington… e tem mais, engana-se quem pensa que esse projeto é para tornar governador (por 8 meses) o Ricardo Trator Murad… Se tudo der certo nas pretensões palacianas, o governador será o próprio MAX BARROS. Se houver ainda a possibilidade dele vir a ser candidato a pres. da assembléia…

    • Exato… até pq se RM for presidente da AL, inviabiliza a candidatura de Roseana ao Senado – embora ela continue dizendo que concluirá seu mandato e que não será mais candidata a nada…

  3. Não acreditem em tudo que leêm, mesmo neste blog, sem antes fazer uma análise de conteúdo.
    Acham mesmo que se Palácio tivesse ficado quietinho em seu canto demonstrando subserviência teria sido agraciado agora com o convite a candidato a Prefeito??? Clarqo que não: O cargo é ambição do PT e o Palácio (dos Leões) tem de dizer amém e aceitar a imposição de Lula de barba (luis Inácio) e Lula sem barba (Dilma).
    Não me venham com essa que Max Barros demonstrou sentimento de grupo e coalisão. Em verdade ele é fraco de voto e não seria eleito nem mesmo com 15 vias expressas.
    Max como candidato ao Governo????? rrsrsrsrsrsrsrsrrs Não me venha com essa, pois a única chance dos Sarneys será com a candidatura de LOBÃO, pois nem Luis Fernando parece páreo para as eleições de 2014.

    • Vc mostra que não sabe mesmo de nada do que acontece nos bastidores… pelo menos não em termos municipais… seu raciocínio quanto a 2014 faz mais sentido…

      • Nem bastidores ou cochias. Meu jogo é as claras!! Tu acredita mesmo que com subserviência se consegue gartidão???? Perdoe-me o trocadilhomeu caro LEDÁ, mas isso não passa de um LEDO engano.
        Palácio, que de bobo nada tem.´percebeu cedo que nada ganharia ficando na bajulação e tratou de se virar e buscar um novo caminho. Agora se ele será eleito prefeito de são luis pela oposição ao governo estadual, todos sabemos ser dificílimo ainda mais com o partido isolada e sem coligações: Agora ficar caladinho assistindo aos outros ‘mais fracos’ que ele serem “lembrados” ou empurrados por diretorios nacionais é exigir muito de quem governos a capital a pouco mais de 3 anos.
        Cordialmente, Nilson

        • Na verdade, acredito mais na tese de que Tadeu é afoito em tudo o que faz… não foi para marcar posição que ele saiu à pressas do governo…

  4. Mais ai a pergunta: O PT não quer candidato próprio? Ou seja quem garante que o PT iria escolher Tadeu Palácio, já que ele não era do partido?

    • Veja bem amigo: eu digo que a candidatura poderia cair no colo dele. Imagine se daqui a dois meses o Washington não decola e o grupo precisa mudar algo. Quem seria o candidato natural da governadora nesse caso?

      • Nesse caso o candidato natural não voltaria a ser Max Barros, já que ela nunca escondeu de todos sua preferência? Parecia até nos ultimos meses que Max Barros era o unico secretário do seu governo?

  5. Uma pergunta que não quer calar. Será que nessa campanha, caso ele se consolide mesmo como pré candidato e depois candidato será que terá uma nova cabo eleitoral em sua campanha? Digo, será que aquela moça escondida, vc sabe de quem estou falando, finalmente irá aparecer? será que teremos uma nova Gardeninha?

  6. reveja o seu conceito do que realmente é mito.E eu nao sou idiota em sao luis os votos de FD e JL foram superiores aos da dita cuja.Você acha mesmo que candidato dela tem chance aqui.ah entao acredito em Lobo Mau

Os comentários estão fechados.