Ricardo Murad na Polícia Federal

(18h) – O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad (PMDB), protocolou, na tarde desta quinta-feira (2), na sede da Superintendência da Polícia Federal no Marahão, ofício se colocando à inteira disposição para eventuais esclarecimentos referentes à sua gestão, com o fornecimento de documentos necessários à investigação, caso a demanda se concretize.

O documento foi encaminhado à direção nacional do Departamento de Polícia Federal, com cópia para a Superintendência local.

O movimento do peemedebista foi uma espécie de contra-ataque ao clima de denuncismo que se instalou na mídia oposicionista nos últimos dias – todos aguardando um improvável desfecho espalhafatoso para uma operação da PF no estado.

Este blog vem acompanhando o caso de perto há dias.

Com a atitude de hoje à tarde, Murad praticamente escancara as contas da SES aos federais e dá mostras de que também é a favor das apurações já em curso (relembre aqui que o TCE vai averiguar in loco a construção de hospitais no interior).

Murad também deixou claro acreditar que as anunciadas “operações” decorrem de iniciativas de cunho político perpetradas, inicialmente, pelo ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-MA), Raymundo Portelada, e pelo deputado Domingos Dutra. O secretário relatou no ofício (veja cópia abaixo – clique para ampliar) que, dos recursos empregados no Programa Saúde é Vida, apenas 30% do custo de oito Unidades de Pronto Atendimento (UPA) – todas já construídas – são oriundos do Tesouro Nacional e cujas respectivas contas são prestadas com todo o rigor que exige o Ministério da Saúde.

“Obras pagas e não realizadas, de jeito nenhum. Todas elas estão de pé, muitas delas já funcionando plenamente, o que é facílimo de ser constatado, pois já estão atendendo a população do nosso Estado”, contestou o secretário, acrescentando que o Pleno do Tribunal de Contas do Estado, após acolher tais acusações, decidiu por reavaliar as denúncias, o que está sendo feito no momento.

“Finalizo, senhor diretor, reiterando o nosso compromisso com a transparência que é o que esta secretaria tem feito e, também, com  a posição de respeito ao trabalho daqueles que têm como missão a fiscalização da aplicação dos recursos públicos”, concluiu o gestor.

Post alterado às 20h48 para acréscimo de informações


4 pensou em “Ricardo Murad na Polícia Federal

  1. Ricardo Murad -tem costas quante-, mesmo!, como o cara é´peitudo, vai na PF assim de frente, só mesmo confiar em Sarney pra não acontecer nada com ele.
    Ricardo está igualzinho o ladrão de carteira, furta, tira o dinheiro e, depois devolve a carteira, pensando assim, com isso diminuir os seus erros.
    Ricardo Murad tú estás ferrado!!!, cara, e tome lexotan!!!

Os comentários estão fechados.