Fraude em notas pode ter acontecido também na UFMA

A revelação de um esquema de fraude em notas de alunos reprovados no UniCEUMA – segundo denúncia largamente documentada no blog do Décio Sá – pode não se restringir à instituição particular.

Segundo revela o professor de Filosofia Ayala Gurgel em sua página no Twitter, pelo menos seis casos podem ter ocorrido também na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O professor diz que já levou as denúncias ao Conselho Universitário, mas nenhuma medida foi tomada.

“No caso que levei ao CONSUN, alunos que não fizeram provas tiveram notas lançadas e outros reprovados aparecem como aprovados”, denuncia.

Gurgel também cita o caso do UniCEUMA e defende a instituição, onde já ministrou aulas. “Já ministrei aula no CEUMA. Nunca um aluno que ficou reprovado comigo foi aprovado à minha revelia. Já na UFMA aconteceu seis vezes”, completa.

Ainda de acordo com o professor, o caso foi “engavetado” pelo CONSUN, que “ignora” o assunto.


8 pensou em “Fraude em notas pode ter acontecido também na UFMA

  1. Boa noite Gilberto Léda, quando escuto dizerem que só a educação pode desenvolver um país, eu pergunto, qual educação? Essa que produz juízes que vende sentença? Essa que produz advogados denunciados por irregularidades? Essa que produz desembargador serviçal de políticos em troca de empregos para familiares? Essa que produz PMs que dão cobertura aos criminosos? Quem tem educação tem vergonha, não se vende e não se rende!!! O currículo oficial do governo não educa, transmite conhecimentos, utilizados para para fazer sacanagem! Quem frauda resultado de provas não é analfabeto é professor de sacanagem! Abraços. Reinaldo Cantanhêde Lima

  2. Apareceu este -caga-andando-, para diminuir o impacto desta denúncia desmoralizante, que leva ao fundo do poço, o Ceuma pagou passou. Quanto ele ganhou com isso?, não sei, mas que se presta a um papel desses, deve ser daqueles mau caráter, que faz tudo para aparecer. Esse inconsequente, (Ayala Gurgel), vai ter que provar esta calúnia que está fazendo, nos Tribunais, contra uma das maiores instituições de prestigio no Maranhão. Este celerado do Ayala Gurgel deve ser apartir de agora o lambe escarro dos laranjas Fecury, que consequentimente estará sobre a proteção da infame oligarquia Sarney que é a verdeira dona desta loja de venda de diplomas.

    • Em algo eu concordo com vc: duvido sempre de quem acusa um colega de profissão da maneira como o professor Ayala fez com uma professora que, segundo ele, copiou uma tese de doutorado. Se ela fez isso e ele tem como provar, que leve o caso aos tribunais. reverberar o assunto em redes sociais, com tom de escândalo me parece canalhice

Os comentários estão fechados.