Após confusão em Coelho Neto, Soliney se estranha com Washington Oliveira

Não ficou restrita à cidade de Coelho Neto a confusão envolvendo o prefeito Soliney Silva e professores da rede municipal de ensino. Como se vê no vídeo acima, o estrago foi grande na sede do sindicato da categoria.

Segundo apurou o blog, após o entrevero na sede a organização dos professores, Silva telefonou para o vice-governador do estado, Washington Oliveira (PT), e cobrou dele explicações. Soliney tinha a informação de que o movimento tinha apoio do petista.

“É você quem está dando guarida a esses vagabundos? Você sabem quem sou eu, você me conhece?”, questionou.

Oliveira retrucou que não o conhecia pessoalmente e que não era ele quem estava incentivando nenhum ato contra prefeitos.

A conversa encerrou-se por aí. Mas os problemas do prefeito podem estar só começando.


13 pensou em “Após confusão em Coelho Neto, Soliney se estranha com Washington Oliveira

  1. Bando de povinho a toa… deviam procurar é cuidar da roça e não ficarem com baderna com o prefeito.

    • O prefeito soliney silva sempre foi perseguido quem não se lembra em 2003 quando era deputado, a propria prefeita Marcia Bacelar na epoca mandou dá 3 tiros na sua propria casa e incriminar o soliney.Quem não se lembra que vespera da eleição de 2008 a prefeita e o Dr.Magno saiu publicando nos seus carros de sons que o prefeito tinha desistido,e que a vitoria já era deles. A PERSEGUIÇÃO POLITICA EM COELHO NETO É GRANDE.

    • Acho que o amigo: Paulo Araujo, Não deve estar entendendo, ninguém estar com badernas com o prefeito, eu estou preocupado é com a segurança dos meus conterrâneos, se o prefeito que é a autoridade máxima” da cidade faz isso, o que pode cobrar da população?
      Até entendo os comentários contrários, pois a Prefeitura é o único empregador da cidade, e se você é contra qualquer coisa que o prefeito faça e é CONTRATADO, é um pé na bunda que você leva, como sustentar a família?

      É compreensivo.

  2. SOLINEY DIVULGA CARTA E EXPLICA INCIDENTE OCORRIDO EM COELHO NETO

    Em primeira mão às 18h: 35

    Caríssimo blogueiro,
    Utilizo-me deste espaço para rebater os argumentos utilizados em recentes matérias veiculadas a nível estadual sobre acontecimentos relacionados à cidade de Coelho Neto.
    Desde o início da minha trajetória política tenho atuado sob o auspício da sensatez, respeitando as ideologias, de modo a preservar os princípios que norteiam a democracia, seja nas campanhas eleitorais ou nos vários mandatos que já conquistei.
    Depois de muita persistência consegui realizar o meu projeto político, que era governar a cidade que escolhi para morar e constituir família.
    Tudo foi sempre muito amargo. A família Bacelar, que então dominava politicamente este município, não permitia que eu chegasse aonde cheguei.
    Contudo, alicerçado no apoio dos correligionários que acreditavam na possibilidade de mudança, continuei a minha luta, até que finalmente consegui.
    Hoje, como antes, pessoas camufladas de líderes sindicais, usam a entidade para, em nome dos servidores municipais, se promoverem politicamente.
    A diferença é que antes eles usavam apenas o Partido dos Trabalhadores e o Sindicato. Atualmente, eles ampliaram esse poder de promoção com a internet e uma emissora de rádio comunitária.
    Todas as atitudes desses líderes camuflados são premeditadas, inclusive o fato de se postarem como vítimas em todas as suas badernas. E agora muito mais aparelhados, sob a tutela e o intelecto da família Bacelar, desbancada pelo povo coelhonetense nos pleitos de 2008 e 2010.
    Nenhum deles pode ser candidato. São todos “ficha suja”. E fica difícil para eles engolirem o fato que eu posso, querendo, disputar qualquer eleição, em qualquer pleito que preferir.
    Certo é, caríssimo blogueiro, que eles perderam campo político e agora usam o vereador Américo de Sousa, eleito no meu palanque, e toda a estrutura que mencionei, objetivando desgastar-me politicamente.
    Isso se tornou uma obsessão para eles, justamente eles que conseguiram ao longo dos tempos inviabilizar o município, a ponto de sucatearem o sistema de saúde e comprometerem a rede municipal de educação. Isto sem citarmos os desmandos e a corrupção que representam hoje a mancha nas suas fichas.
    Aconteceu, realmente, no último dia 24, um ato público dos servidores contratados pelos programas do governo federal em resposta à perseguição orquestrada pelo grupo Bacelar, deflagrada pelo vereador Américo de Sousa, meu ex-aliado, e pelo SINTASP, entidade que atua com desvio de finalidade, os quais insistem na demissão desses servidores.
    Com relação a isso, fui informado que os servidores contratados estavam tentando impedir a politização do fato, mas foi inevitável. O presidente da entidade, professor Osmar – que faz questão de dizer que será candidato a vereador, liderou uma forjada assembléia, enquanto o vereador Américo de Sousa, como sempre, foi à rádio para denegrir pessoas e tentar macular, mais uma vez, a minha administração.
    Em solidariedade aos servidores resolvi ir ao local onde se defrontavam as duas manifestações (a do sindicato, idealizada pelo grupo Bacelar, contava inclusive com aparato policial). Acreditando na possibilidade do diálogo resolvi procurar os líderes sindicais, mas fui recebido agressivamente. Um dos líderes, Lima Júnior, traiçoeiramente, atingiu-me com um microfone.

  3. Antes de tudo, vereador Americo de sousa do PT na sua radio local aqui em coelho neto falou bestera disse .”O mal dezempenho do jogador Elkson no Bota Fogo tem haver com o prefeito”, “Tudo que acontece de ruim é o prefeito”.

  4. Nada justifica a violências cometida pelo prefeito Soliney contra o sindicato. Na verdade, a fama de valente desse prefeito já é conhecida no Maranhão. Só isso já basta. Só quem está defendendo o prefeito por aqui são seus aliados. Todos muito bem agasalhados no governo.

  5. agora que ele ta mostrando quem realmente ele é. a mascara de bonzinho dele ta caindo, ele e um verdadeiro lobo na pele de cordeiro.

  6. eu moro perto de de coelho neto no povoado banalzinho,mais tenho quer ir trabalhar em um outro estado por falta de oportunidades nessa cidade! porque todo mundo as pessoas sabe que so trabalha air quem faz parte da “panelinha” deles.

Os comentários estão fechados.