“Crime para chocar a sociedade”, diz Aluísio Mendes sobre assassinato de Décio Sá

Secretário diz que criminosos deixaram “rastros importantes”

O secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, foi taxativo, na manhã de hoje (24), ao classificar o brutal assassinato do jornalista Décio Sá, morto a tiros ontem à noite (23) na Litorânea.

Em entrevista à Rádio Mirante AM, Mendes declarou que a execução foi uma “crime para chocar a sociedade” e pensado nos “mínimos detalhes”.

Apesar disso, o secretário ressaltou que foram deixados “rastros importantes” pelos criminosos.

“Foi um crime praticado por profissionais. Um crime que visava chocar a sociedade. Foi planejado nos mínimos detalhes. Eles prepararam esse crime há bastante tempo, mas deixaram rastros importantes. Iremos fazer uma força-tarefa para a apuração deste crime”, afirmou.

 O corpo de Décio Sá está sendo velado na Pax União da Rua Grande. O enterro está previsto para as 16h, no cemitério Jardim da Paz.


10 pensou em ““Crime para chocar a sociedade”, diz Aluísio Mendes sobre assassinato de Décio Sá

  1. Ficamos muito triste com esse crime,pois nossa imprensa perde um grande profissional!
    Todos dias não paravamos de olhar o blog na esperança de noticias,agora vai ser dificil,e muito ruim não ter mais as noticias dele!
    Esperamos que você e o Marco D’ça nos informe e faça com que fiquemos por dentro de tudo que acontece nosso estado!.

  2. Décio Sá – Muito mais que: “APENAS UM RAPAZ LATINO-AMERICANO SEM DINHEIRO NO BANCO, SEM PARENTES IMPORTANTES E VINDO DO INTERIOR”.

    Esses versos cantados por Belchior foram usados pelo meu amigo, irmão e compadre, DÉCIO SÁ, para descreverem de modo bastante resumido o seu próprio perfil no blog mais acessado do maranhão.
    O nosso Estado e a nossa Cidade se habituou a ver as BOMBÁSTICAS NOTÍCIAS e as contundentes revelações que, diariamente eram apresentadas com profissionalismo, fundamentação e coragem por ele que foi, seguramente, o melhor e o maior repórter investigativo maranhense – DÉCIO SÁ.
    O nosso Maranhão e a nossa São Luís amanheceram hoje, um pouco mais desprovidos de visão e de voz. Na noite de ontem – 23 de abril, PISTOLEIROS FRIOS E CRUÉIS, calaram uma voz que sempre bradou em nome da verdade e da justiça; EXCUTORES E MANDANTES COVARDES fizeram fechar os olhos de quem enxergava, como ninguém, o que alguém de conduta escusa se esforçava para manter longe das vistas de quase todos.
    MATARAM DÉCIO SÁ! PORÉM, JAMAIS FINALIZARÃO A SUA LUTA!
    Escrever essas palavras nessa manhã está sendo extremamente difícil para mim. Décio era muito mais que um amigo. Décio foi um irmão que eu perdi e a dor da perda é muito grande. Eram 22:22h. quando o meu telefone tocou. Era meu compadre Décio me convidando para comermos juntos uma caranguejada na Litorânea. Prontamente aceitei e fui vestir-me para, em seguida, ir ao seu encontro. Poucos minutos após, um amigo comum me liga dizendo que algo estranho havia acontecido. Enquanto esse amigo comum falava com Décio ao celular, alguns estampidos foram ouvidos e a ligação cessou. A retomada do contato não se restabeleceu e, daí em diante, um temor do pior e uma tristeza motivada pelo medo do pior se apossou de mim. E foi com profundo pesar que rumei o mais rápido possível para a Litorânea para ali encontrar o meu irmão morto.
    ASSASSINADO num crime de encomenda, Décio foi vítima de uma realidade que ele mesmo combatia no exercício corajoso da profissão abraçada com paixão.
    Uma esposa grávida e uma filha pequena constituem a 1ª família diretamente afetada. Uma 2ª família, porém, foi diretamente ferida de morte. Toda a livre imprensa maranhense e ludovicense estão hoje de luto e sob ameaça. A segurança institucional do nosso Estado precisa dar uma resposta imediata e contundente a essa prática tão retrógrada quanto execrável. A coragem de Décio precisa encontrar eco na nossa sociedade e se multiplicar. Toda a nossa população; toda a imprensa maranhense e todas as autoridades constituídas precisam se irmanar somando esforços para chegarmos aos mandantes e aos executores desse crime bárbaro. VAMOS USAR O PRÓPRIO BLOG DO DÉCIO E TODOS OS BLOGS DO ESTADO PARA COBRARMOS OS RESULTADOS NECESSÁRIOS.
    VÁ EM PAZ, DÉCIO SÁ, MEU IRMÃO! NÓS, POR AQUI, CONTINUAREMOS A SUA GUERRA.

  3. Não resta a menor dúvida que esse crime bárbaro e covarde foi comentido por policiais bandidos que infestam as corporações Polícia Militar e Civil. Cara, estou de saco de cheio de policiais bandidos e o pior, que esses canalhas quando querem aumento, apelam para as piores baixarias e pedem apoio da sociedade. Uma lástima. Vamos parar com essa besteira de dizer que a proporção de bandidos nessas corporações é baixa e que a maioria de policiais é formada de gente honesta. Temos que encarar de forma séria que a maioria é, sim, de bandidos fardados. Para que aconteça as prisões, tem que haver a participação da PF nesse caso, pois, se formos deixar a investigação nas mãos da Polícia Civil, o corporativismo e a impunidade irão imperar.

  4. Pedro você, está muito desatualizado achas porque o Décio foi morto com pt.40 só as forças de segurança tem esse armamento? Meu pesar.

  5. Realmente esse Pedro é um sem noção, o fato de ter sido usado .40 no crime não quer dizer que tem policiais envolvidos pois o que mais tem é .40 nas mãos de bandidos. O Décio incomodava muita gente com suas materias contudentes. Ontem pela manhã ao visitar o blog dele fiquei preocupado com a integridade fisica dele ao postar varias fotos da prisão daqueles advogados e assessores ladrões do TJ, não quero acusar ninguem ja que ele escrevia sobre muitos mas é uma linha de investigação a ser seguida até porque nos comentarios da materia alguem sugeria que fosse feito uma busca no sitio de um dos advogados onde poderia existir um cemiterio clandestino. Agora se o desembargador Guerreiro Junior estiver realmente indignado com o assassinato do Décio, sugiro a ele que não dê ou que casse todos os habeas corpus que vierem a ser dados aos possiveis assassinos ou mandantes que ele tão bravamente chingou em um programa de radio.

    • CARO RUI, VEJO PELOS COMENTÁRIOS, QUE NÃO SÓ O PEDRO É SEM NOÇÃO, MAS VC TAMBÉM. COMO QUE A POSTAGEM DE FOTOS DE PESSOAS SENDO PRESAS PODERIAM DAR MOTIVAÇÃO PARA UMA EXECUÇÃO? AINDA MAIS NO DIA SEGUINTE? ORA, VEJAMOS COM CUIDADO AS MATÉRIAS ANTES POSTADAS PELO JORNALISTA EXECUTADO QUE LOGO TIRAREMOS ALGUMA CONCLUSÃO. VAI SER FÁCIL PARA A POLÍCIA, NO ENTANTO, NÃO ADIANTA O ILUSTRE SECRETÁRIO CHORAR O LEITE DERRAMADO, DEVIA, SIM, ERA ADOTAR MEDIDAS PARA QUE AS PISTOLAS .40 ESTIVESSEM SOMENTE ONDE DEVERIAM ESTAR.

  6. pronto,está desvendado,não há mais necessidade da pf,esse tal de pedro,que parece ser especialista em segurança pública desvendou o crime…esse pedro deve ter o ” rabo preso” pra querer policia longe…quer dizer que pelo fato de ser o calibre .40 tem que ser algum policial.

  7. Ta certo Joana, posso ter me excedido. Mas esse secretario calça curta não pode fazer nada em relação as pistolas .40 uma vez que ele não pode impedir desvio de conduta de alguns bandidos que se vestem de policiais Culpa maior tem a justiça que quando um cidadão comum é preso com uma arma irregular a situação dele fica bem complicada enquanto que um bandido ela solta no outro dia mesmo sendo essa arma privativa.

    • Vejo que esse debate rendeu. O que ocorre é que realmente não se pode incriminar policiais simplesmente por conta de a arma ser de uso dessas forças.

Os comentários estão fechados.