Confuso, Flávio Dino tenta também confundir aliados e adversários

Dino diz que apoiará aliado...

O presidente da Embratur, Flávio Dino (PC do B), não tem jeito mesmo. Toda vez que dizem que ele é candidato, ele corre para desmentir – aliados e asseclas esculhambam quem afirma a candidatura, porque “é projeto da oligarquia’.

De outro lado, sempre que se ventila que ele está definitivamente fora do páreo, o comunista logo dá declarações enigmáticas sobre o assunto, tentando fazer parecer que ainda pode vir a disputar a Prefeitura.

Foi assim neste terça-feira (15). Depois de um publicação deste blog (reveja) e outra do blog do Marco D’eça (leia aqui), Dino correu para o Twitter e disparou: “Meu prazo de desincompatibilização finda só no começo de junho”.

Era uma resposta àqueles que acreditam estar ele realmente fora da disputa.

...e, minutos depois, revela que pode ser ele o candidato

Mas o curioso é que a postagem, em sua página pessoal no Twitter, veio minutos depois de ele mesmo garantir que vai apoiar um candidato da do “consórcio de candidatos” que ele comanda.

“Apoiaremos um candidato e um programa de mudanças, demcrático e popular (sic)”, disse.

Ou seja: nem Flávio Dino sabe exatamente o que quer.

Mas, se alguém quiser anotar para conferir depois: FLÁVIO DINO NÃO É CANDIDATO A PREFEITO DE SÃO LUÍS.

E mais: ele não apoiará nenhum dos seus aliados explicitamente, de olho na ajuda de João Castelo (PSDB) em 2014.


9 pensou em “Confuso, Flávio Dino tenta também confundir aliados e adversários

  1. Se vcs já sabem que ele não será candidato, pq ainda ficam perdendo tempo com matérias como essa? Não dá pra entender! rsrs Mostra um certo desconcerto, parece q ta incomodando… rsrs

      • Bela argumentação! Vc não entrou no mérito do meu comentário. Nem disse se incomoda ou não e o pq de insistir numa coisa que vc já diz ter certeza. Só isso meu caro! Melhore as suas respostas dos comentários dos leitores!

        • O problema é que vcs, leitores, normalmente acham que nós, jornalistas, sempre nos incomodamos (ou damos muita importância) a movimentos políticos, quando, na verdade, estamos apenas preocupados em noticiar. Não sei se vc já percebeu, mas meu blog não tão opinativo quanto os de outros colegas. Normalmente apenas noticio fatos, sem juízos de valor – ou com o mínimo possível.
          Não chega a ser o caso na postagem em questão, mas tb não é correto dizer que “me incomodo” com os movimentos de Flávio Dino. Só estou dando ressonância ao que ele declarou por vontade própria no Twitter, após postagens deste e do blog do Marco D’Eça.

  2. Ele não tem a obrigação de se definir até que esgotem os prazos legais, especialmente do alto cacife eleitoral em que se encontra. Ele chegou aonde chegou por mérito de uma vida inteira de compromisso com o social. Consequentemente, tem o direito de pensar muito até tomar a decisão que achar adequada( torço para que tome as rédeas do processo).
    Penso que você pode até estar certo, quanto a não candidatura, mas está redondamente enganado quanto a neutralidade, pois se não houver unidade, acredito que ele participará ativamente no 2º turno contra Castelo, uma vez que deste, ninguém pode esperar nada.

  3. FLAVIO DINO NÃO SERÁ CANDIDATO…
    JÁ EXISTE UMA CONVERSA ENTRE JOSÉ REINALDO E CASTELO PARA EM 2014 JUNTAREM AS FORÇAS CONTRA O GRUPO SARNEY.
    TALVÊZ ATÉ TENDO JOÃO CASTELO COMO CANDIDATO AO SENADO FEDERAL APOIANDO FLAVIO DINO AO GOVERNO DO MARANHÃO.

Os comentários estão fechados.