“Passam o ano sem fazer nada”, diz presidente do TRE sobre servidores

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), desembargadora Anildes Cruz, foi a protagonista de uma tremenda gafe, nesta quarta-feira (19), durante a sessão jurisdicional da corte.

Em dado momento, o juiz José Jorge Figueiredo dos Anjos elogiava a atuação dos servidores da Casa e falava sobre o pagamento de horas extras a eles no período eleitoral – citando o aumento da carga de trabalho e, consequentemente, do número de horas trabalhadas -, quando foi interrompido.

“Na verdade, esses servidores passam o ano todo sem fazer nada. E, quando chega o período eleitoral, exigem o pagamento de horas extras”, disparou a presidente, para surpresa dos colegas e de todos os presentes, servidores do TRE, inclusive.

José Jorge ainda tentou remediar. “Não é assim, presidente. Há processos que tramitam durante anos e esses servidores é que trabalham neles”, disse.

Anildes Cruz completou: “Só trabalham quando tem eleição”. E ouviu algumas risadas constrangidas dos pares.


76 pensou em ““Passam o ano sem fazer nada”, diz presidente do TRE sobre servidores

  1. O engraçado é a […] que esses desembargadores fazem afrontando a lei do ficha limpa e liberando candidatos que foram condenados por compra de votos […] e ainda vem a presidente do TRE zombar, chacotar com os servidores, paciência rapaz respeite, sãoeles que fazem todo o trabalho se matando dedicando horas que poderiam passar com seus familiares ganhando o minimo, enquanto esse desembargadores embolsam milhões tome respeito.

  2. Eu acho que ela deve tá se referindo aos servidores que trabalham em seu gabinete no tj e no tre, né Excelentíssima Desembargadora Trabalhadora? Trabalha muito, por isso pode falar… esperar o que também…

  3. E É MENTIRA?
    QUANDO NAO TTEM ELEIÇÃO, SÓ A BUROCRACVIA DE MERO EXPEDIENTE PRA GANHAREM MUITÍSSIMO BEM!!! É POUCO. OU QUASE NADA!

    • Não concordo… A verdade é que o volume de processos durante as eleições dá a nós, de fora, a falsa impressão de que, passados os pleitos, praticamente não há serviço a ser feito

    • Sérgio,

      Para uma parcela, os que vivem dentros dos gabinetes da presidência e dos desembargadores, pode até ser verdade.

      Mas pelo visto você faz parte da grande maioria da população aleinada que não sabe como funciona a Justiça Eleitoral, e nem procura saber.

      Para que você possa ir até a urna levar alguns segundos para votar e saber no mesmo dia o resultado da eleição, porque nos gastamos muito tempo fazendo isso.

      Na JE tem sim pessoas que não fazem nada, como em TODOS os orgãos públicos, mas tem muita gente que trabalho muito, até privando-se da companhia dos familiares.

      Na maioria dos casos, se faz necessário as horas extras, porque os próprios magistrados demorar a tomar as decisões, travando os processos administrativos de contratos e aquisições de material.

      E quem é essa desembargadora para falar que os servidores não fazem nada? Pelo que eu sei não são os servidores que são cheios de privilégios como antíssimas diárias para ficar em hoteis 5 estrelas, carros de luxo com motorista, acessores para tudo, até para a análise de processos.

      Duvido muito que ela pelo menos faça as próprias sentenças, deixa a cargo de algum analista judiciário fazer, e ela tem apenas o trabalho de assinar.

    • Tenho certeza de esta juíza indicou alguém para não fazer nada no TREMA. É nisso que dá um Tribunal Federal ficar a mercê políticas estaduais. QUANDO ESTA ABERRAÇÃO VAI ACABAR.
      Quanto a este cidadão, Sérgio, que postou esta mensagem infeliz, só tenho um conselho para ele: Estude muito companheiro, percebi que está precisando, para, quem sabe, um dia passar em um concurso público.

    • Venho diante deste fato expor a minha total indignação perante uma pessoa que, em vez de vestir a camisa do TRE, vem desmoralizar a nossa classe. No meu entender jamais haverá Justiça sem os respectivos servidores,pois somos nós que a fazemos ser precisa. Desembargadora, a senhora deve ter se referido aos seus protegidos que trouxe do TJ.

  4. Filha de oficial de justiça dos velhos tempos, Anildes Cruz sabe muito bem o que é trabalhar. Não precisava tripudiar em cima dos servidores do TRE que como ela não sabe, trabalham o ano interior já que são muitos os processos na justiça eleitoral maranhense. Ela simplesmente ofendeu a uma categoria laboriosa que ganhar seus salários com o suor do rosto. Anildes Cruz sabe que muitos que ali estão, assim como ela, batalharam para estudar. Ela sabe as dificuldades de pessoas humildes, mas batalhadoras que não se deixam vencer pelas dificuldades. Se assim fosse, ainda estava morando no Caminho da Boiada e não no bairro do Calhau. Deve desculpas para quem ofendeu dona Anildes. Pimpão jamais a apoiaria nessa falta de respeito para com os outros.

    Fátima Lessa

    • Gostaria de esclarecer alguns pontos: O trabalho nas eleições é o que mais se ressalta aos olhos da sociedade. Todavia, não implica trabalho somente neste momento. Independente das eleições, duplicidade/pluralidade de filiações, duplicidade/pluralidade de inscrições eleitorais, supensão/cancelamente de direitos políticos, ações penais eleitorais (em regra oriundas das práticas irregulares realizadas nas eleições, que não são poucas), prestação de contas de partidos, prestação de contas de candidatos, cadastro eleitoral, são algumas, dentre outras, ações que a justiça eleitoral realiza intermitantemente. Assim, a despeito das eleições, existe trabalho na justiça eleitoral, só não ressalta aos olhos da população como uma eleição.

    • Acho tb que ela não mentiu, vai lá e pedi uma informação, ai você vê a coragem de atender e é um jogando pro outro.

    • Convido a qualquer destes que dizem que na justiça eleitoral não se trabalha, inclusive a digníssima e infeliz desembargadora, a participar dos trabalhos por um ou dois meses na justiça eleitoral, principalmente nesta época de eleições, no lado de quem fica nos bastidores e que não fiquem somente falando dos que realizam o tranbalho grosso para os que em seus gabinetes usam somente caneta como ferramenta de trabalho achando-se melhores e mais importantes pelo cargo que ocupa.

  5. É um absurdo ouvir uma magistrada falando um negócio desses!!Total falta de respeito com o servidor!!Se tem alguem no TRE que só trabalha em ano de eleição é juiz eleitoral. Ademais, ainda que trabalhassem pouco todo tempo e só tivessem mais trabalho no período eleitoral, é absolutamente legítimo e obrigatório o pagamento das horas extras, afinal são servidores e não voluntários da justiça eleitoral. Além disso, a constituição, cuja defesa cabe a juízes como essa que falou essa […], garante o pagamento das horas extras a quem trabalhar além de sua jornada normal de trabalho.

    • Peço apenas que os comentaristas tentem não se exceder. Evita problemas. A intenção aqui e o debate franco e respeitoso

  6. Abram as porteiras, PAI FRANCISCO chegou!!
    caboclo, a seu pedido, eu vou tentar não me execeder no meu comentário. Se bem que eu não acho isso justo, vez que a “meritissima’ não apenas se excedeu, como injuriou toda uma categoria que, como todos nós sabemos, tem contribuido com muito trabalho em prol da efetivação do processo eleitoral no Maranhão. Essa “meritissima’ não sabe o que diz. Essa sua arrogancia vai lhe custar caro, pois, com certeza, as entidades de representação desses servidores não ficarão inertes! Não sou servidor do TRE/MA, mas já presencei o trabalho de muitos deles e sei o quanto é sacrificante. Na verdade,no Brasil, todos os órgãos públicos passam por uma grande deficiencia de servidores, e ela devia saber disso. No Brasil, o servidor público passa no concurso para uma determinada função, mas por deficiencia de pessoal, termina por realizar tarefas totamente alheias ao seu perfil. Isso vale, inclusive para os magistrados! Não somos cegos e sabemos da árdua luta dos magistrados na realização de seus trabalhos. Existe uma deficiencia muito grande também de magistrados. Mas ela foi muito arrogante, muito egoísta e esse seu comportamento não é dígno de ser chamada de magistrada. Fique registrado meu protesto e meus respeitos pelos servidores do TRE e também pelos magistrados dignos da funçaõ que exercem!

  7. Deixem de ser hipócritas. Os próprios servidores do TRE assumem que só trabalham em período de eleição. Tenho amigos técnicos e analistas do TRE que admitem que só trabalham em época de eleição. Vai lá em outra época pra ver como é um dia de “trabalho”. Um dia fui tirar uma certidão, e não tinha ninguém pra me atender. Saí de sala em sala até que encontrei uma onde todos eles estavam rindo, vendo piadas na internet e tomando cafezinho.

  8. Nao essa desembargadora que tinha um filho ou um filha envolvido com as fraudes do CEUMA ? Onde ando o inquerito.

  9. São verdadeiros marajás…
    Tem um porém, nas varas e comarcas quem trabalham são apenas os servidores e assessores, juiz que é bom só olha a capa do processo na audiência, isso quando quem não realiza é o diretor de secretaria…

  10. O que ela quis dizer é que eles já quase não trabalham e quando chega a hora de trabalhar um pouco mais do horário eles querem hora extra, e não sei porque desse trabalho todo pois a grande maioria dos pedidos de deferimente de candidatura estão sendo aprovados e isso não exige muito trabalho. Na verdade o TRE-MA está envergonhando a justiça brasileira, sendo motivo de reclamação até dos Ministros do STF.

    • Joaquim, você não tem ideia da quantidade de itens que devem ser analisados no sistema CAND para que um registro de candidatura, mesmo deferido, possa ser concluído. Esse processo de registro de candidatura é só uma agulha no palheiro.

  11. QUEREMOS MAIS RAPIDEZ NA JUSTIÇA, É CONHECIDO NO BRASIL, QUE A ((JUSTIÇA É LENTA)) TODOS NOS SABEMOS DISSO, QUEREMOS MAIS AGILIDADES NOS PROCESSOS,EU NÃO VIM JULGAR NINGUEM AQUI, SÓ TOU DANDO A MINHA OPINIÃO, TODOS NOS SABEMOS QUE A JUSTIÇA É MUITO ((LENTA NO BRASIL)).

    QUEREMOS MAIS RAPIDEZ NA JUSTIÇA, É CONHECIDO NO BRASIL, QUE A ((JUSTIÇA É LENTA)) TODOS NOS SABEMOS DISSO, QUEREMOS MAIS AGILIDADES NOS PROCESSOS,EU NÃO VIM JULGAR NINGUEM AQUI, SÓ TOU DANDO A MINHA OPINIÃO, TODOS NOS SABEMOS QUE A JUSTIÇA É MUITO ((LENTA NO BRASIL)).

    QUEREMOS MAIS RAPIDEZ NA JUSTIÇA, É CONHECIDO NO BRASIL, QUE A ((JUSTIÇA É LENTA)) TODOS NOS SABEMOS DISSO, QUEREMOS MAIS AGILIDADES NOS PROCESSOS,EU NÃO VIM JULGAR NINGUEM AQUI, SÓ TOU DANDO A MINHA OPINIÃO, TODOS NOS SABEMOS QUE A JUSTIÇA É MUITO ((LENTA NO BRASIL)).

    QUEREMOS MAIS RAPIDEZ NA JUSTIÇA, É CONHECIDO NO BRASIL, QUE A ((JUSTIÇA É LENTA)) TODOS NOS SABEMOS DISSO, QUEREMOS MAIS AGILIDADES NOS PROCESSOS,EU NÃO VIM JULGAR NINGUEM AQUI, SÓ TOU DANDO A MINHA OPINIÃO, TODOS NOS SABEMOS QUE A JUSTIÇA É MUITO ((LENTA NO BRASIL)).

    • Amiguinha, esse ano terá eleição no Brasil e nos EUA, dê apenas uma olhadinha, por cima mesmo, em quanto tempo é apurado o resultado das eleições aqui e lá, aí verás que a JE é eficiente. Se vocÊ reclama que os processos demoram a ser julgados, é simples: Vá trás e veja como a lei está feita! são elas que fazem o julgamento demorar, qualquer advogado, por mais fulera que seja sabe disso.

  12. A desembargadora deveria olhar para si e ver que nomeou para o cargo de secretário da Judiciária seu genro. Ops! Não é genro, é apenas namorado de sua filha!!!!!
    Isso sim é feio e imoral!

  13. Concordo plenamente com a Desembargadora, sou funcionário publico e vejo no dia a dia que o grande problema do Brasil esta na maioria dos funcionários publico que além de só saberem fazer greve, ficam só esperando a aposentadoria e a morte chegar. Essas sao as palavras ditas por 90% deles “só faltam 20 anos pra eu me aposentar, o cara acabar de passar no concurso e já começa a contar quanto tempo falta pra aposentadoria “. E toda essa estabilidade os tornam preguiçosos e acomodados, pois os mesmos sabem que nao importa sua produtividade e seu desempenho como profissional que a aposentadoria os espera, fora que passam o dia todo jogando paciência ou no facebook, pode passar e ver nas telas dos computadores.

  14. É interessentante a lider de nosso orgão, cuja deveria estimular os servidores criar um caso desse tamanho de injuria a todos os servidores que colocam suas caras a tapa não apenas há epoca da eleição mas durante todo o ano.
    Gostaria de ver se os servidores tomassem coragem e parassem de trabalhar fora do seu horario normal, sem plantão nos finais de semana ou em horario que ultrapasse a hora regulamentar.
    Gostaria de ver eleição sem nosso comprometimento, pois injusto é um Juis auxiliar ganhar 14 mil reais por um dia d etrabalho na eleição. E não servidores que se esforçam e ficam em locais sem estrutura ou apoio devido serem tratados dessa forma. Tomara que a exc. tenha percebido a gafe que cometeu.

  15. Dê algum cargo importante para uma pessoa, que aí você começa a conhecê-la. Uma infelicidade total esse comentário da “trabalhadora” presidente do TRE. Ela tem o gabinete lotado de asseclas, talvez por isso resolveu falar bobagens. Além de infelicidade, infidelidade com servidores da Justiça.

  16. Não que pagar horas EXTRAS??????
    Foi isso mesmo que ela quis dizer????

    Vejam a quem nossa JUSTIÇA está entregue, pessoas que agem e/ou se manifestam contrárias à própria Lei.

    Mesmo que os servidores não fizessem nada, teriam que receber pelas horas extras.

    Faltou senso e conhecimento à magistrada. E tenho dito.

    Ah se ela ao menos batesse o ponto para sabermos o seu horário de trabalho…

    Francamente

  17. Não que pagar horas EXTRAS?????? Foi isso mesmo que ela quis dizer????

    Vejam a quem nossa JUSTIÇA está entregue, pessoas que agem e/ou se manifestam contrárias à própria Lei.

    Mesmo que os servidores não fizessem nada, teriam que receber pelas horas extras.Faltou senso e conhecimento à magistrada. E tenho dito.

    Ah se ela ao menos batesse o ponto para sabermos o seu horário de trabalho… Francamente

  18. ELA É SERVIDORA DO TRE, ENTÃO, ELA TAMBÉM FAZ PARTE DOS QUE NÃO TRABALHAM!
    MAS, ISSO TODO MUNDO SABE QUE LÁ SÓ TRABALHAM EM PERÍODO DE ELEIÇÕES.

  19. Sinceramente, para quem trabalha no Poder Judiciário, nem me supreende um comentário vindo desta categoria. O que esperar de um profissional que há décadas não tem ninguém para questionar sua atividade profissional, vivendo em um sistema onde tudo é dado na mão desses sujeitos ? Não passam de crianças mimadas, literalmente. Se os servidores, que são aqueles que de fato movimentam toda a máquina do judiciário (despachos, sentenças, atividade meio etc) não “fazem nada” no período eleitoral, o que dirá então os Desembargadores do TRE, que não passa de uma função “cabide” para aumentar as suas respectivas remunerações ? Posso dizer com propriedade que nas diversas “minutas” de decisões que já elaborei como assistente, se colocasse uma receita de bolo no meio da fundamentação, alguns magistrados despachariam e assinariam sem qualquer problema. Mas pode deixar pessoal, quando a aposentadoria chegar, a Exma. Desembargadora vai cair do cavalo e vai saber que é um pessoa como qualquer outra …

  20. Que falta de respeito da magistrada. E ela faz o quê pra ganhar o super-salário que ganha? Afronta a Lei da ficha-limpa? Cadê o sindicato pra exigir uma reparação nessa hora?

    TRE do MA é entregue a esses pessoas sem o mínimo de discernimento…

  21. Quanta hipocrisia! Até as pedras sabem que a Desembargadora falou apenas e tão somente a verdade: tirando o período das eleições, os servidores do TRE vivem no mais profundo ócio.
    Aliás, é o “concurso-escada” perfeito pra concurseiros que querem dar saltos mais altos, já que podem ficar o tempo todo de expediente estudando, já que o trabalho só aperta de 2 em 2 anos…

    • Lucas,
      Emitir opinião generalizada sem conhecimento de causa é algo que pessoas inteligentes como você não deveriam fazer. Hoje os TRE’s possuem estrutura que garante bom volume de trabalho aos seus servidores, graças à inovação tecnológica que acarreta segurança ao voto dos brasileiros. Ademais, contrariamente à sua tese, a grande maioria dos servidores não faz do Tribunal uma escada para alçar outros cargos na Administração Pública, e digo isso por ter completado 18 anos, dos 42 que tenho, no meu cargo, sempre trabalhando com esmero e dedicação, assim como a maioria dos meus colegas. Tenho a impressão que está com dor de cotovelo, por não ter sido aprovado em algum concurso do TRE, Brasil afora.

    • Boa tarde a todos,

      Sou do TRE de Minas e, sinceramente, fico muito aborrecida quando fazem comentários desse tipo, que nós só trabalhamos em ano eleitoral. É um absurdo, ainda mais vindo de uma desembargadora!
      Aqui em Minas, temos tantas ações e projetos que nos mobilizam o ano todo, além, claro, da preparação da própria eleição. Claro que o trabalho é maior para os colegas dos cartórios no período eleitoral, pois são eles que realmente “fazem” a eleição acontecer.
      Se a realidade no Maranhão é outra, sinto pelos colegas de lá, que deveriam honrar seus cargos, afinal de contas, passar em um concurso federal requer muito esforço e dedicação.
      Abs,
      Juliana

  22. É IMPRESSIONANTE A FALTA DE NOÇÃO DESSA DESEMBARGADORA, MEU DEUS! ATIRAR CONTRA A PRÓPRIA CASA, O TRABALHO EM ANO DE ELEIÇÃO É DE JUMENTO E QUEM FAZ TUDO SÃO OS SERVIDORES, SERÁ QUE O SINDICATO NÃO VAI FAZER NADA???? CADÊ SAULO ARCANJO ?

  23. Se for comparar servidor do TRE com do TJ/MA, é lógico que não trabalham tanto e, o pior, chegam a ganhar quase o dobro. Porém, a desembargadora dizer que não quer pagar horas extras é um absurdo total. É a esse tipo de gente, com pensamento medieval, que a Justiça está entregue. Está parecendo o Mitt Romney????

  24. Sugiro cruzarem os braços às vésperas do pleito e assistirem, de camarote, o nascimento do caos! Apocalipse now!! Só assim seriam valorizados. Trabalham muito o ano inteiro senhora presidenta, muitas vezes para atender caprichos absurdos de Vossas Excelências.
    Não dizem que é em 2012 que o mundo vai acabar? O fim começaria pela J.E. Vão a luta! Dêem-se respeito.

  25. MAS TU SABES DO ESCRACHO QUE ELA TE DEEU EM PLENA SEÇÃO,QUANDO FICOU SABENDO DA TUA POSTAGEM,QUE POR SINAL DE MUITO MAL GOSTO, QUERENDO COLOCAR A DESEMBARGADORA CONTRA OS SERVIDORES DO TRE, NÃO FOI NESSE SENTIDO QUE A MESMA SE REFERIU, TU SABES QUE NÃO.

  26. Meu amigo, isso é uma inverdade! Já ouvi muitos comentários do tipo: esses servidores públicos não fazem nada e somos nós que pagamos os salários deles! Mentira, quem paga o salário do servidor é o seu próprio trabalho, ou isso não conta? Contribuímos da mesma forma que qualquer outro trabalhador e pagamos nossos impostos. O que essa nobre desembargadora pensa? Acha que a sociedade deveria acabar com os concursos públicos e contratar de acordo com o capricho dos padrinhos? Se os servidores do TRE trabalham mais no período das eleições e “não fazem nada” depois disso (o que não acredito por sinal) é culpa de quem? Deles? Ou dos ineficientes ocupantes de cargos de confiança que entram pela janela colocados lá pelos “nobres” do TRE? E ela nas suas sessões extraordinárias ou plantões dispensa o pagamento de hora extra? Se algum servidor por sinal não trabalha, porque ela não solicita que seja aberto um processo administrativo para apurar? É melhor falar ao vento e ofender gratuitamente mesmo não tendo conhecimento do que realmente acontece no âmbito de uma repartição pública.

  27. lamentável, imagino que esta senhora esteja falando por experiência própria, ou seja, ela talvez não faça nada… sou servidor público, e já faz bastante tempo, e tem sim bantante trabalho, basta se dispor a fazê-lo.

  28. O Sintrajufe, Sindicato que representa os servidores do MPU e do Judiciário Federal no Maranhão – entre estes, os da Justiça Eleitoral – vem de público repudiar as declarações da presidenta que indicam total ignorância sobre a dura rotina dos servidores que deveria coordenar, bem como sobre o Tribunal que deveria administrar. Informamos que solicitaremos as notas taquigráficas da Sessão para averiguar as declarações da presidenta e, a partir daí, deliberaremos, em assembleia junto aos trabalhadores do TRE, o posicionamento desta categoria em relação a uma manifestação que, no mínimo, pode ser classificada como grosseira. Detalhes podem ser verificados no site do Sintrajufe.

  29. Engraçado…. as pessoas medem os outros pela sua próprias réguas. Ela devia é cuidar de contratar um bom advogado para defender o filho dela q está sendo investigado de fraudar o vestibular do ceuma. Ela acha o que???? Só pq os acessores dela não trabalham, ela acha que todos são iguais a ela ! Aliás, todos os acessores dela comparecem no Tribunal ou tem algum que passa semanas sem pisar lá???? Investiga isso, Gilberto!!! Aliás…. acho uma grande falha dos blogueiros não fazer a cobertura do Tribunal de Justiça. Fica todo mundo só falando de políticos, mas acontece coisa q até deus duvida naquele tribunal…..eles decidem nossas vidas também….

  30. Realmente a senhora desembargadora foi muito mal em seu comentário.
    No mínimo foi altamente deselegante com todo o corpo de servidores do TRE-MA.
    Acho que a situação somente se normaliza se houve uma nota oficial de retratação formal sobre a questão….
    Essa senhora envergonhou todo o estado do maranhão…

  31. E a perdoo de todo o coração. É uma criatura extremamente […], penso que sua […] seja a razão de sua amargura.

  32. A respeito do Kakau, Jr, e lucas, três imbecis, não conhecem nossos trabalhos e ainda tem inveja dos servidores da JE. Puxa sacos…….essa des. suja o nome de muitos Desembargadores que tem compromisso com a Justiça, seja ela, Comum(a qual pertencem) ou Eleitoral. Quem tem rabo de palha não pode passar perto de fogo…….o respeito acima de tudo desembargadora.

  33. A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), desembargadora Anildes Cruz:
    “Passam o ano sem fazer nada”, diz presidente do TRE sobre servidores.
    Os servidores passam o ano sem fazer nada, óbvio que os Juízes e Promotores também.
    Porque receber o prolabore de aproximadamente R$ 3.600,00 mensalmente?
    Deveriam receber apenas no período eleitoral! nos meses de: agosto, setembro e outubro.
    O que a Douta, Digníssima,Merítissima Excelência acha?

  34. Tenho certeza de esta juíza indicou alguém para não fazer nada no TREMA. É nisso que dá um Tribunal Federal ficar a mercê políticas estaduais, onde, geralmente, não prevalece o mérito. QUANDO ESTA ABERRAÇÃO VAI ACABAR.

  35. A VERDADE É UMA GRANDE SACANAGEM QUE ESSE PAÍS FAZ COM OS MESÁRIOS. ESTE ANO PRETENDE SER O ÚLTIMO QUE PRESTO SERVIÇO À ESSA PORRA…. NO FINAL POLICIAIS E CORREIOS GANHAM EXTRA ,POLÍTICOS FAZEM FESTA,FISCAIS E DELEGADOS DE PARTIDOS GANHAM PELO SEU SERVIÇO,JUÍZES GANHAM EXTRA,TÉCNICOS ELEITORAIS GANHAM EXTRA[SEM FAZER CARALHO NENHUM NO RESTO DO BIENIO]…SÓ O MESÁRIO OTÁRIO SE DESGRAÇA: É OBRIGADO A IR SEM GANHAR NADA,CHEGA CEDO,ATURA PORRA DE ELEITOR MALA,ATURA ALGUNS FISCAIS DE PARTIDO,ASSINA DOCUMENTOS IMPORTANTES, E QUANDO TERMINA A ELEIÇÃO E TODO MUNDO VAI EMBORA PRA CASA, AINDA TEM UM RITUAL FULEIRO PRA ENTREGAR URNA,CAIXA,ENVELOPES E OUTRAS DESGRAÇAS PRA ESSE PESSOAL.AÍ DEPOIS SE TEM A IMPRESSÃO QUE O TRE É QUEM FEZ O SERVIÇO TODO….

Os comentários estão fechados.