Dilma antecipa vinda ao Maranhão

A presidente Dilma Rousseff (PT) informou hoje à governadora Roseana Sarney (PMDB), em telefonema pela manhã, que antecipará sua visita ao Maranhão para a próxima segunda-feira (3).

Inicialmente, a petsita pernoitaria em São Luís no dia 11 de dezembro, antes de seguir para uma viagem diplomática à Rússia (reveja).

Com a mudança, ela chega pela manhã e já viaja no mesmo dia.

Uma nova agenda está sendo preparada pela assessoria da governadora, que acompanhará Dilma em São Luís durante todo o dia.


14 pensou em “Dilma antecipa vinda ao Maranhão

  1. Caro Gilberto! Esse é que é o verdadeiro papel de Senador da República,
    bem diferente dos representantes do Estado do MARANHÃO.Alguém já viu algum deles fazendo uso da TRIBUNA em defesa de PROJETOS para o Estado?
    Terça-Feira, 27 de Novembro de 2012 19h38
    Cássio pede que Dilma reconheça gravidade da seca que castiga o Nordeste
    Fonte: Ascom
    Texto:
    O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) voltou ao Plenário nesta terça-feira (27) para pedir que a presidente Dilma Rousseff assine decreto reconhecendo a situação de emergência no Nordeste, em decorrência da seca que castiga a região há vários meses.
    O decreto, explicou o senador, facilitaria a logística para que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) pudesse ajudar os produtores rurais nordestinos, que estão perdendo gado, aves, porcos e plantações em função da longa estiagem.
    Cássio também não poupou críticas às declarações da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, sobre o atraso e a paralisação das obras de transposição do rio São Francisco. Em entrevista ao Jornal Nacional na segunda-feira (26), a ministra teria dito, em tom irônico, que “aquele pessoal tem fé”.
    – ‘Aquele pessoal’ são brasileiros, padecendo de sede e fome, com nossa economia sendo destruída lenta e silenciosamente. O que assistimos é a omissão do governo federal em relação a uma tragédia sem precedentes na história recente do nordeste brasileiro – reclamou o senador, afirmando que, por não produzir imagens impactantes como as enchentes de outras regiões do país, a seca nordestina não é considerada tão grave, apesar de estar “dizimando” a produção agropecuária da região.
    Cássio Cunha Lima explicou que a Conab entregou na Paraíba 23 mil toneladas de milho, duas mil por semana, para ajudar na alimentação dos animais. O volume, porém, foi insuficiente para atender às necessidades dos produtores.
    Há alguns dias, a bancada de parlamentares da Paraíba se reuniu com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, e ficou sabendo que outras 50 mil toneladas estariam disponíveis para a região, mas a entrega esbarrava em um problema logístico: não haveria local para armazenamento do grão nem como distribuí-lo entre os produtores.
    EMERGÊNCIA – Depois de elogiar a presteza com que o ministro da Agricultura tem tentado ajudar o Nordeste, o senador enfatizou que só o ato da presidente decretando estado de emergência poderia driblar esses problemas.
    – Não havendo decreto, tem de licitar e assim não haverá mais pecuária, avicultura, suinocultura no Nordeste. O apelo que estamos dirigindo à presidente Dilma, mais uma vez, é que ela possa reconhecer a gravidade do instante que o Nordeste enfrenta e faça o decreto de reconhecimento da situação de emergência, para que não prevaleça o pensamento equivocado, data maxima venia, da declaração feita pela ministra Miriam Belchior, há alguns dias, quando disse: “No Nordeste não há problema, não está havendo saques”, como se a inexistência de saques pudesse ser parâmetro e termômetro para medir a gravidade da situação. De fato, não têm ocorrido saques no Nordeste, que tem um povo ordeiro, trabalhador e, sobretudo, honesto. Saques têm ocorrido em outras partes do Brasil – alfinetou, em tom crítico – e nós precisamos, como representantes do povo brasileiro, não apenas coibir, mas apurar esses saques – argumentou Cássio.
    Por fim, o senador encerrou o seu pronunciamento recitando um soneto do pai, o poeta Ronaldo Cunha Lima, falecido em julho deste ano.

    Quando o grito de dor do nordestino
    Unir-se à voz geral do desencanto
    Esse eco, de repente, faz um canto
    E o canto de repente faz um hino.

    E puro como um sonho de menino
    Será cantado aqui e em qualquer canto,
    Como símbolo, estandarte, como manto
    De um povo que busca o seu destino.

    Quando esse hino, pleno de ideal,
    Canção de um povo em marcha triunfal,
    For lançado ao sabor de seu destino

    Aí se saberá sem ter espanto
    Que um eco de repente faz um canto
    E um canto de repente faz um hino.

    Grato pela publicação,
    Abraços,
    SARAIVA

  2. Agora lascou, se a presidenta vier pela manhã vai vagar sozinha pela cidade pq não tem quem faça a governadora acordar cedo!! A casa caiu galera do pife, na noite anterior não poderá ter jogatina, se tiver mela o encontro da branca com a Dilma… E agora??

  3. Eu gostaria de saber; porque da obsessão de Rosengana com a presença da Presidenta?, na época de Lula, era só estalar o dedo, la vinha o “dezenove” correndo. Hoje Dilma não tem tempo para essas visita espontânea para inaugura UPA, o restauro de uma escola, Dilma lá vai perder tempo com essas bobagens, Dilma quer inaugurar é industria arrojada, complexo portuários, fábricas, aqui não tem nada disso, Roseana devia era se envergonhar!!!.

  4. A presidenta dilma e muito inteligente ele mudou a genda qr. e para nao ficar tanto tempo com os sarneys e os murad responsaves pela pobreza miseria e analfabetos qr.hoje e a triste realidade do povo maranhense,ex. as piores escolas, estado mais pobre do pais e um bando de miseraveis no interior do estado.qr. nao tem trabalho e nem para onde ir esta ea grande conquista do senador sarney em 50 anos de poder a frente do pobre maranhao.

  5. MUITOS PROJETOS A DILMA JÁ DEU PARA O MARANHÃO, E NENHUM FORAM FEITOS, CADE ROSEGANA, AS OBRAS, ESSA DILMA VEM SÓ PASSEAR MESMO, E O MARANHÃO O PIOR ESTADO DO BRASIL.
    NA TURMA DO 100.

    100-NADA.

  6. Ei Gilberto manda Gil cutrim aproveitar essa visita e cobrar o repase a Dilma.r$r$r$r$r$r$r$r$ eu to com pena do desconto dos 30% deles.kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  7. Será que a atual presidenta vai verificar a reforma gasta no aeroporto fantasma dinheiro publico jogado fora e conforto nenhum

  8. Se ela vai verificar a reforma gasta com dinheiro publico 13 milhoes num aeroporto sem restaurante sem arcondicionado sem nada foi isso que eu disse

    pobre maranhão sem rumo

Os comentários estão fechados.