Caso Décio: o “arsenal” de Júnior Bolinha

Um pequeno detalhe do depoimento de Ricardo Santos Silva, o “Carioca” – testemunha  do “Caso Décio” que morreu após ser baleada no Turu (reveja) – revela a facilidade com que  Júnior Bolinha, um dos acusados de tramar a morte do jornalista Décio Sá, tinha acesso a pistolas de uso exclusivo da polícia.

Segundo a testemunha (veja trecho do depoimento abaixo), Bolinha mostrou a ele, num sítio que mantinha na capital, “pelo menos cinco pistolas .40”. E ainda ofereceu uma por R$ 2.500,00.

arsenalComo se sabe, Décio Sá foi assassinado num bar na Avenida Litorânea, com cinco tiros disparados por Jhonatan de Souza Silva com uma .40.


6 pensou em “Caso Décio: o “arsenal” de Júnior Bolinha

  1. Ele tirou alguma foto dessas arma no sitio??? Falar é fácil difícil é provar …o povo Também comenta que esse carioca era o homem mas mentiroso de são Luís

  2. Meu caro Marcos foram feitas 5 busca e apreessao nas residências e empresas de Jr.bolinha e não foi encontrada nem uma bala imagine pistola mas uma prova que os depoimentos estão forjados onde está as provas?? falar é fácil, procure no G1 busca e apreesao na casa de Jr.bolinha lá a policia fala que nada foi encontrada Nada no Google…

    • O “reporter” ficou tão nervoso que trocou até os nomes… É Gilberto, “reporter”

      • Não gosto quando vejo vcs denigrindo a imagem das pessoas ele não pode se defender procure outro assunto meu caro todos nos já vimos esses depoimentos forjados

Os comentários estão fechados.