Edivaldo usa a Blitz Urbana para impedir Governo de recuperar vias na Vila Luizão

avenida mar e sol

Avenida Mar e Sol, na Vila Luizão, seria recuperada pelo Governo

Mais uma vez o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, atendendo a orientação do seu pai, o ex-deputado Edivaldo Holanda, e do seu padrinho político, Flávio Dino, mandou embargar uma obra de recuperação e pavimentação asfáltica de duas importantes ruas da Vila Luizão, na capital maranhense.

A empresa Edeconsil foi autuada na manhã desta segunda-feira, dia 09, por uma guarnição da Blitz Urbana, quando executava o serviço nas duas vias do bairro.

Embargo da Blitz Urbana; clique para ampliar

Embargo da Blitz Urbana; clique para ampliar

Os serviços haviam sido liberados pela Secretaria de Infraestrutura do Estado, a pedido do vereador Antonio Marcos, o Marquinhos, e da comunidade dos bairros Luizão e Sol e Mar, que estão cansados de esperar por serviços da administração municipal que nunca chegam.

Esta é a segunda vez que a prefeitura impede que o Estado atenda o clamor da população por obras em São Luís.

Há cerca de duas semanas, após descobrir que o Estado havia iniciado uma obra na Areinha, a prefeitura mandou máquinas para impedir o serviço de recuperação e pavimentação de importantes ruas daquele bairro.

Na Vila Luizão, nesta segunda-feira, a empresa Edeconsil já estava na fase de escavação para fazer uma drenagem profunda e executar um serviço de recuperação completo da Avenida Mar Sol e Rua Sete. Além de aplicar a multa à empresa, guardas da Blitz Urbana derrubaram uma placa da Sinfra, que divulgava todos os serviços que seriam implantados nas duas vias.

Em seguida, duas máquinas chegaram ao local com a desculpa de fazer a obra. Placas da prefeitura foram espalhadas por toda extensão da avenida e no final da tarde a vala que havia sido escavado para a drenagem profunda já havia sido entupida pela prefeitura.

De acordo com o vereador Marquinhos, o próprio prefeito Edivaldo Holanda Júnior disse a ele que não teria condições de executar os serviços por falta de dinheiro e por isso recorreu ao Estado para a execução da obra. “E como é que quando nós conseguimos um meio de beneficiar a população, a prefeitura vem e impede?”, questionou o vereador.

O curioso é que, da mesma forma que aconteceu no bairro da Areinha, a prefeitura de São Luís recebeu devidamente o recurso (R$ 9.855,43) para a licença da obra na Luizão.

Em conversa com vereadores o prefeito Edivaldo Holanda Júnior até havia concordado em emitir os alvarás para execução de todas as obras que a Secretaria de Infraestrutura tem planejado para os bairros de São Luís, mas, depois que descobriu esse acordo, o ex-deputado Edivaldo Holanda e o presidente da Embratur, Flávio Dino, proibiram terminantemente os alvarás.

Ruim para os bairros de São Luís que deixarão de receber investimentos da ordem de R$ 10 milhões por parte do Governo do Estado.


17 pensou em “Edivaldo usa a Blitz Urbana para impedir Governo de recuperar vias na Vila Luizão

  1. A bastante tempo essas ruas estão nessas péssimas condições então se o (des)governo do estado tivesse realmente a boa vontade em trabalhar na infraestrutura dos bairros de São Luis que firmasse convenio com a prefeitura e trabalhassem em conjunto sem politicagem….

  2. Amigão, prove a relação de embargo de Flávio Dino e Edivaldo Holanda.
    Como confiar em suas palavras?
    Essa acusação é grave e sem argumento, portanto, prove. É o que o jornalismo sério, não o apaixonado, faz ao acusar alguém.

  3. Essa blitz urbana só serve para atender interesses dos […] da semurh e dos que estão com esquemas armados com os “cupixas”, mais vamos desmontar boa parte dessa […]! Os carros da blitz sao vistos transitando feito doido pela cidade para perseguir cidadãos de bem e empresários, dai a justificativa pra tanto desvio de combustivel e bandidagem na pasta, onde esta lisura e transparência tanto falado pelo prefeito Edvaldo? Isso não existe nesta gestão, depois atiram pedra em todo mundo, não passam de […].

  4. É […] mesmo… Edeconsil banca campanha do governo… Marquinho q se promover no bairro… e Holandinha tenta parar tudo… bom mesmo seria se essas obras fossem sem interesse próprio e sim com interesse no bem estar da sociedade…

  5. Alguém tá com preguiça ou tá faltando criatividade.
    As postagens são iguais ao que está no blog do Marcos Deça.
    O que um escreve o outro copia e repete.
    Na verdade, acho que alguem do grupo escreve e vocês recebem e colam.

  6. Bem o seu documento prova o embargo, mais não prova que foi o Flávio Dino e Holandão quem aconselhou a parar a obra, portanto isto é acusação, pois isto você não tem como provar, agora que é Roseana com sua turma que manda voces escrever mentiras, isto todo mundo sabe. Quanto as obras porque o governo do Estado não entra em acordo com a prefeitura de São Luís para acabarem com a buraqueira da cidade? simples é porque isto não passa de demagogia, pois o governo do Estado sabia que isto iria acontecer, ou o idiota do vereador

  7. Virou moda agora o governo do estado se fazer de vítima alegando culpa de Flavio Dino e cia. Provavelmente alguma orientação dos marketeiros…!

  8. Leda o auto de infração não prova a relação de Flavio Dino com o ocorrido. Você deveria mostrar uma prova. E mostrar o que a prefeitura diz , verdadade ou mentira temos que ouvir os dois lados.

  9. O povo da vila luisao tem que da uma chicotada em edivaldo para ele respeitar, ele nao faznada e nao deixa o governo fazer. E um […].

  10. Obra? esse governo sabe mesmo é jogar dinheiro no lixo e, fazer propagandas enganosas, não engana mais ninguém. Porque só agora essas tentativas de obras desse governo mentirante. Quanto as parcerias institucional só Edvaldo pra falar, pois é Ele com sua administração fajuta que iria fazer com o governo do estado. Já que Roseana quer trabalhar é só ela usar esses homens pra fazerem algumas estradas de nossos interiores que estão verdadeiros caos e, deixar de conversa furada.

  11. rede de esgoto, água encanada que é bom , o governo estadual não sabe colocar. asfalto é visível, da voto pro Marquinhos, que pena um político tão jovem e com pensamento tão velho

Os comentários estão fechados.