Washington sugere a dissidentes que deixem o PT

O vice-governador do Maranhão, Washington Luiz (PT), sugeriu em entrevista concedida a O Estado, que dissidentes e insatisfeitos com os rumos da legenda no Maranhão, devem deixar a sigla. Ele assegurou que essa seria a sua postura caso estivesse em situação semelhante, em discordância com a direção estadual do partido.

As declarações de Washington, provavelmente direcionadas ao grupo do militante Augusto Lobato, que encabeça a chapa “Resistência Petista, Augusto Lobato presidente” e que é aliado do deputado estadual Bira do Pindaré (PT), diziam respeito a sua preferência pela manutenção da aliança PT-PMDB no estado.

Washington e Lula no Maranhão

Washington e Lula no Maranhão

“Essa aliança [com o PMDB] é nacional e aqui no Maranhão o PT não é um partido à parte. Se eu tivesse divergência com a política nacional do PT, eu sairia do partido, assim como fiz em outro momento. Aliás, eu só passei por dois partidos em minha vida. Quando houve divergência, eu saí. Não sou de fazer divergência interna”, afirmou.

“Esse negócio de divergência profunda dentro do PT é histórico. Faz parte do DNA do partido no Maranhão. Mas acredito que devemos buscar a unidade, principalmente de nossas lideranças políticas”, finalizou o vice-goernador.

Bira do Pindaré, que estava próximo a Washington no momento da entrevista, realizada na Assembleia Legislativa, não gostou nada das palavras do correligionário.


3 pensou em “Washington sugere a dissidentes que deixem o PT

  1. DEMOCRACIA NUNCA FOI UMA CARACTERISTICA DO PT, LIBERDADE DE PENSAMENTO E DE EXPRESSÃO, PIOR AINDA. É MAIS FÁCIL MANDAR SAIR QUE DEBATER SOBRE OS ERROS.

  2. O PT perdeu sua essência idealista. Há tempos quebrou o encanto de ser diferente dos demais partidos. Agora está no mesmo saco da farinha.

Os comentários estão fechados.