AMMA repudia assédio de Ribamar Alves contra juíza

A Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) emitiu nota, na noite desta quinta-feira (19), por meio da qual repudia o assédio sexual praticado pelo prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), contra a juíza Larissa Tupinambá, titular da 2ª Vara da Comarca instalada na cidade. O caso é tratado  pela entidade como “atitude reprovável, sob todos os aspectos”.

A nota confirma que o socialista primeiro assediou a magistrada e, depois, agarrou-lhe, forçando um beijo.

“Após a intervenção dos funcionários, alertados pelo pedido de socorro da magistrada, o fato foi levado imediatamente ao conhecimento da autoridade policial, que já instaurou o procedimento para apuração da conduta delituosa, com a consequente adoção das demais medidas legais”, diz o comunicado da entidade.

Ao titular do blog, mais cedo, Alves negou o assédio contra a juíza. Ele disse que esteve com ela rapidamente pela manhã para tratar de sua quitação eleitoral e que desconhece a denúncia.

Veja abaixo a íntegra da nota:

NOTA PÚBLICA

A ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO MARANHÃO – AMMA vem a público repudiar a atitude reprovável, sob todos os aspectos, do Prefeito Municipal de Santa Inês, José Ribamar Alves, que, nesta quinta-feira (19), a pretexto de tratar de assuntos relacionados à municipalidade, procurou a Juíza da 2ª Vara daquela Comarca, Larissa Tupinambá Castro, sendo por ela recebido no seu gabinete, oportunidade em que, ultrapassando todos os limites da ética e da moralidade, assediou a magistrada e, em seguida, segurando-a, à força, desferiu-lhe um beijo, tendo sido imediatamente repelido.

Após a intervenção dos funcionários, alertados pelo pedido de socorro da magistrada, o fato foi levado imediatamente ao conhecimento da autoridade policial, que já instaurou o procedimento para apuração da conduta delituosa, com a consequente adoção das demais medidas legais.

Trata-se de questão de gênero, onde a  magistrada foi atingida em sua dignidade, merecendo, a exemplo de situações assemelhadas de que são vítimas inúmeras mulheres, rigorosa punição .

A AMMA se solidariaza com a sua associada Larissa Tupinambá Castro, a quem prestará a assistência jurídica necessária e acompanhará o caso no âmbito da esfera competente.

São Luís, 19 de dezembro de 2013

GERVÁSIO PROTÁSIO DOS SANTOS JÚNIOR

PRESIDENTE DA AMMA


6 pensou em “AMMA repudia assédio de Ribamar Alves contra juíza

  1. Gilberto, esse Ribamar Alves é uma pessoa podre. Um ser abjeto. Um sujeito sem moral. Desprovido de todo ou qualquer princípio. Ele vive em uma família completamente desestruturada moralmente, onde o membros se prestam a qualquer coisa pelo poder, dinheiro e prazer. Exatamente nesta órdem. Da primeira dama, como se sabe em Santa Inês, São Luís e Brasília, faz o mesmo jogo de Ribamar Alves. Todo! Ipsis Litteris. Na verdade é sua cópia fidelissima. O que Ribamar Faz, ela faz também. Sem tirar nem pôr, em todos os aspectos da vida. Se este espaço fosse acessado apenas por adultos até descreveria com detalhes o estilo de vida dessa gente. Se existir justiça neste estad, o mínimo que seja, esse sujeito passa pelo menos uns meses na cadêia para aprender respeitar. Quero ver agora Flávio Dino ainda está no mesmo palanque deste energúmeno.

  2. Gente… Ribamar Alves é apenas uma pessoa doente. Tem problemas psicológicos sérios. Relevem, dêem um desconto.

Os comentários estão fechados.